Páginas

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Semifinais da Copa Sul-Americana 2017

Hoje e quinta-feira serão disputadas as partidas de ida das semifinais da Copa Sul-Americana 2017. Daqui a pouco no Paraguai jogam Libertad-PAR x Independiente-ARG e na próxima quinta é a vez de Flamengo x Junior-COL medirem forças no Brasil. Coincidentemente teremos semifinalistas dos mesmos quatro países da edição passada (Argentina, Brasil, Colômbia e Paraguai) representados na época respectivamente por San Lorenzo-ARG, Chapecoense, Atlético Nacional-COL e Cerro Porteño-PAR.
Dos quatro semifinalistas, apenas o time argentino começou o torneio desde o início, passando por Alianza Lima-PER, Deportes Iquique-CHI, Atlético Tucumán-ARG e Nacional-PAR. Tanto seu adversário quanto o Flamengo vieram da fase de grupos da Copa Libertadores, após terminarem em terceiro lugar. Por fim o Junior também veio da principal competição sul-americana, mas depois de cair ainda nas fases preliminares, ficando com uma das duas vagas destinadas aos de melhor campanha eliminados dessa fase.
O Independiente também é o único a ter conquistado o título, numa final em 2010 diante do brasileiro Goiás; o Libertad está em sua segunda semifinal (a primeira foi em 2013) enquanto que Flamengo e Junior jamais haviam alcançado essa fase.
Os jogos de volta serão disputados na semana que vem, repetindo os dias dos mesmos confrontos:


semifinais - jogos de ida

21/11 terça-feira (hoje)
Libertad-PAR x Independiente-ARG

23/11 quinta-feira
Flamengo x Junior-COL


todos os semifinalistas da Copa Sul-Americana

Já contando com a atual edição temos ao todo 41 clubes semifinalistas da Copa Sul-Americana. Desses, catorze estiveram em  mais de uma vez e quatro deles lideram a lista com quatro semifinais disputadas: LDU Quito-EQU, River Plate-ARG, São Paulo e Atlético Nacional-COL. Entre os países, brasileiros e argentinos estão empatados em número de clubes diferentes nessa fase, com dez cada um. Por outro lado, jamais a Venezuela teve um representante em semifinal de Sul-Americana.

4 semifinais
LDU Quito-EQU (2004, 2009, 2010 e 2011)
River Plate-ARG (2003, 2007, 2014 e 2015)
São Paulo (2003, 2012, 2013 e 2014)
Atlético Nacional-COL (2002, 2003, 2014 e 2016)

3 semifinais
Boca Jrs-ARG (2004, 2005 e 2014)

2 semifinais
Bolívar-BOL (2002 e 2004)
Internacional (2004 e 2008)
Velez Sarsfield-ARG (2005 e 2011)
Universidad Catolica-CHI (2005 e 2012)
Millonarios-COL (2007 e 2012)
San Lorenzo-ARG (2002 e 2016)
Cerro Porteño-PAR (2009 e 2016)
Independiente-ARG (2010 e 2017)
Libertad-PAR (2013 e 2017)

1 semifinal
Nacional-URU (2002)
Cienciano-PER (2003)
Pumas-MEX (2005)
Pachuca-MEX (2006)
Colo Colo-CHI (2006)
Atlético Paranaense (2006)
Toluca-MEX (2006)
Arsenal-ARG (2007)
América-MEX (2007)
Estudiantes-ARG (2008)
Argentinos Jrs-ARG (2008)
Chivas Guadalajara-MEX (2008)
Fluminense (2009)
River Plate-URU (2009)
Goiás (2010)
Palmeiras (2010)
Universidad de Chile-CHI (2011)
Vasco (2011)
Tigre-ARG (2012)
Lanús-ARG (2013)
Ponte Preta (2013)
Santa Fé-COL (2015)
Huracán-ARG (2015)
Sportivo Luqueño-PAR (2015)
Chapecoense (2016)
Flamengo (2017)
Junior-COL (2017)




segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Argentina campeã do Sul-Americano Sub-15 2017

E a Argentina é a mais nova seleção campeã do Sul-Americano Sub-15. Depois de ter sido derrotada pelo Brasil na decisão de 2005, dessa vez os argentinos deram o troco e conquistaram o título do torneio pela primeira vez, e o que é melhor, em casa. Já aos brasileiros restam o segundo vice em seis finais disputadas pelo Sub-15.
A final disputada ontem a noite em San Juan começou com o Brasil abrindo 2 a 0, com o primeiro gol anotado aos 33 minutos da primeira etapa e o segundo logo no segundo minuto da etapa final. Mas logo no minuto seguinte os argentinos diminuíram e aos seis chegaram ao empate, botando fogo na partida. E faltando seis minutos para o fim veio o gol do título para os anfitriões, pra desespero dos brasileiros que até a final haviam vencido as seis partidas, perdendo a invencibilidade justamente na decisão.




final

19/11 domingo 
Argentina 3x2 Brasil (San Juan)


os campeões

4 títulos
Brasil (2005, 2007, 2011 e 2015)

2 títulos
Paraguai (2004 e 2009)

1 título
Peru (2013)
Argentina (2017)



domingo, 19 de novembro de 2017

Final do Campeonato Sul-Americano Sub-15 2017

Logo mais a noite em San Juan no estádio Bicentenário Brasil x Argentina decidirão o Sul-Americano Sub-15. Essa será a segunda final entre os dois países, que já haviam se cruzado na decisão de 2005 com vitória brasileira. De lá pra cá o Brasil conquistou três títulos e um vice entre decisões e quadrangulares finais enquanto que os argentinos só agora retornaram a uma final.
Líderes de seus grupos na primeira fase, brasileiros e argentinos confirmaram o favoritismo e passaram respectivamente por Paraguai e Peru nas semifinais. Somando com esses resultados, o Brasil venceu até aqui todos os seis jogos, marcando dezenove gols e sofrendo apenas dois. Do lado argentino foram quatro vitórias e dois empates, com 22 gols anotados e nove sofridos, final essa do melhor ataque contra a melhor defesa.


semifinais

17/11 sexta-feira
Argentina 4x1 Peru (San Juan)
Brasil 2x1 Paraguai (Mendoza)


final

19/11 domingo (hoje)
Argentina x Brasil (San Juan)


as finais do Sul-Americano Sub-15

Das outras sete edições do Sul-Americano Sub-15, quatro foram decidas numa final e outras três em um quadrangular. Das quatro finais o Brasil esteve em duas, terminando vitorioso em ambas as decisões enquanto que os argentinos disputaram apenas uma, e como já mencionamos acabaram sendo derrotados pelo Brasil. Já nas três edições decididas em quadrangular o Brasil terminou com dois títulos e um vice e seu rival da decisão de logo mais terminou em terceiro em duas oportunidades. Para efeito de estatísticas, os clubes que terminaram em terceiro ou quarto nesses quadrangulares finais contam como eliminados nas semifinais:


2004 Paraguai 0x0 Colômbia (5x3 pênaltis)
2005 Brasil 6x2 Argentina
2013 Peru 1x0 Colômbia
2015 Brasil 0x0 Uruguai (5x4 pênaltis)




sábado, 18 de novembro de 2017

Libertadores: Década atual iguala recorde de finalistas diferentes

Com as classificações de Grêmio e Lanús-ARG para a decisão da Copa Libertadores 2017 sobe para dezesseis o número de clubes finalistas somente nessa década, igualando o recorde dos anos 90. Isso ainda faltando mais duas edições para terminar, o que poderá fazer com que esse número aumente.
Para fins futebolísticos, o nosso blog assim como outros vários contam década a partir do ano terminado em zero: por exemplo a década atual começou em 2010 e terminará em 2019 e não no modo correto, que seria começar em 2011 e terminar em 2020.
Dadas as explicações, a década de 60 contou com apenas dez finalistas diferentes, sendo cinco campeões e outros cinco ficando com o vice. Os anos 70 e 80 terminaram com o mesmo número de clubes finalistas (treze) mas na primeira foram seis campeões e sete vices e na segunda oito levantaram o título.
O recorde tanto de finalistas quanto de campeões diferentes foi obtido na década de 90 com nove times conquistando o título e outros sete ficando com o vice, totalizando os mesmos dezesseis finalistas da atual década. Já nos anos 2000 foram sete campeões e oito vices dos quinze finalistas do período.
De 2010 pra cá nenhum clube esteve em mais de uma final, tendo todas as oito finais times diferentes. Campeão em 2011, o Santos foi o primeiro a chegar perto de quebrar a escrita mas acabou caindo nas semifinais na edição seguinte, o mesmo ocorrendo com o Internacional em 2015, cinco anos depois do último título e agora com o River Plate, campeão dois anos atrás e derrotado nas semifinais pelo conterrâneo Lanús.
Em se tratando de países, apenas quatro foram representados na década de 60 (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai). Dos anos 70 pra cá com a presença de times do Chile, Colômbia, Equador, Peru e México o número oscila entre seis e sete países com clubes finalistas.


anos 60 - 10 finalistas (4 países)
5 campeões Peñarol-URU (1960, 1961 e 1966), Santos (1962 e 1963), Independiente-ARG (1964 e 1965), Estudiantes-ARG (1968 e 1969) e Racing-ARG (1967)
5 vice-campeões Nacional-URU (1964, 1967 e 1969), Palmeiras (1960 e 1968), Olímpia-PAR (1960), Boca Jrs-ARG (1963) e River Plate-ARG (1966)

anos 70 - 13 finalistas (7 países)
6 campeões Independiente-ARG (1972, 1973, 1974 e 1975), Boca Jrs-ARG (1977 e 1978), Estudiantes-ARG (1970), Nacional-URU (1971), Cruzeiro (1976) e Olímpia-PAR (1979)
7 vice-campeões Peñarol-URU (1970), Universitario-PER (1972), Colo Colo-CHI (1973), São Paulo (1974), Unión Española-CHI (1975), River Plate-ARG (1976) e Deportivo Cali-COL (1978)

anos 80 - 13 finalistas (6 países)
8 campeões Peñarol-URU (1982 e 1987), Nacional-URU (1980 e 1988), Flamengo (1981), Grêmio (1983), Independiente-ARG (1984), Argentinos Jrs-ARG (1985), River Plate-ARG (1986) e Atlético Nacional-COL (1989)
5 vice-campeões América de Cali-COL (1985, 1986 e 1987), Cobreloa-CHI (1981 e 1982), Internacional (1980), Newell's Old Boys-ARG (1988) e Olímpia-PAR (1989)

anos 90 - 16 finalistas (7 países)
9 campeões São Paulo (1992 e 1993), Olímpia-PAR (1990), Colo Colo-CHI (1991), Velez Sarsfield-ARG (1994), Grêmio (1995), River Plate-ARG (1996), Cruzeiro (1997), Vasco (1998) e Palmeiras (1999)
7 vice-campeões Barcelona-EQU (1990 e 1998), Newell's Old Boys-ARG (1992), Universidad Catolica-CHI (1993), Atletico Nacional-COL (1995), América de Cali-COL (1996), Sporting Cristal-PER (1997) e Deportivo Cali-COL (1999)

anos 2000 - 15 finalistas (6 países)
7 campeões Boca Jrs-ARG (2000, 2001, 2003 e 2007), Olímpia-PAR (2002), Once Caldas-COL (2004), São Paulo (2005), Internacional(2006), LDU Quito-EQU (2008) e Estudiantes-ARG (2009)
8 vice-campeões Palmeiras (2000), Cruz Azul-MEX (2001), São Caetano (2002), Santos (2003), Atlético Paranaense (2005), Grêmio (2007), Fluminense (2008) e Cruzeiro (2009)

anos 2010 - 16 finalistas (7 países)
8 campeões Internacional (2010), Santos (2011), Corinthians (2012), Atlético Mineiro (2013), San Lorenzo-ARG (2014), River Plate-ARG (2015), Atlético Nacional-COL (2016) e Grêmio ou Lanús-ARG (2017)
8 vice-campeões Chivas Guadalajara-MEX (2010), Peñarol-URU (2011), Boca Jrs-ARG (2012), Olímpia-PAR (2013), Nacional-PAR (2014), Tigres-MEX (2015), Independiente del Valle-EQU (2016) e Grêmio ou Lanús-ARG (2017)




sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Todas as finais entre clubes brasileiros e argentinos em competições da Conmebol

A partir da semana que vem Grêmio x Lanús-ARG decidirão a Copa Libertadores 2017 em mais uma final Brasil x Argentina. Pela principal competição interclubes da América do Sul será a 14ª decisão e a 35ª se somarmos com os outros torneios do continente. E caso Flamengo e Independiente-ARG decidam a Copa Sul-Americana chegaremos a 36 finais entre clubes dos dois países.
E dessas decisões a vantagem é dos argentinos, que levantaram a taça em 21 delas. Já os brasileiros deram a volta olímpica catorze vezes.
Um total de 24 times estiveram envolvidos nessas finais, curiosamente doze de cada país. Entre os brasileiros o Cruzeiro foi o que mais enfrentou argentinos em finais (nove) e até pelo número de vezes foi o que mais venceu e o que mais perdeu também. Do outro lado da fronteira o Boca é o recordista com as mesmas nove finais dos cruzeirenses, mas em sete saíram vitoriosos. Seu arquirrival River Plate foi o que mais perdeu, caindo em três de quatro finais diante dos brasileiros. Internacional e Corinthians pelo Brasil e Velez Sarsfield, San Lorenzo e Talleres são os únicos com 100% de aproveitamento em decisões.
Seis finais ocorreram mais de uma vez com destaque para Cruzeiro x River Plate, que se enfrentaram por três vezes. E a sétima final repetida poderá acontecer ainda esse ano caso a decisão da Sul-Americana envolva Flamengo x Independiente, adversários da final da Supercopa de 1995.


Copa Libertadores - Brasil 4x9 Argentina 

1963 Santos x Boca Jrs
1968 Estudiantes x Palmeiras
1974 Independiente x São Paulo
1976 Cruzeiro x River Plate
1977 Boca Jrs x Cruzeiro
1984 Independiente x Grêmio
1992 São Paulo x Newell's Old Boys
1994 Velez Sarsfield x São Paulo
2000 Boca Jrs x Palmeiras
2003 Boca Jrs x Santos
2007 Boca Jrs x Grêmio
2009 Estudiantes x Cruzeiro
2012 Corinthians x Boca Jrs


Copa Sul-Americana - Brasil 2x2 Argentina

2008 Internacional x Estudiantes
2010 Independiente x Goiás
2012 São Paulo x Tigre
2013 Lanús x Ponte Preta


Recopa Sul-Americana - Brasil 4x1 Argentina

1996 Grêmio x Independiente
1998 Cruzeiro x River Plate
2006 Boca Jrs x São Paulo
2011 Internacional x Independiente
2014 Atlético Mineiro x Lanús


Supercopa Libertadores - Brasil 2x4 Argentina

1988 Racing x Cruzeiro
1991 Cruzeiro x River Plate
1992 Cruzeiro x Racing
1995 Independiente x Flamengo
1996 Velez Sarsfield x Cruzeiro
1997 River Plate  São Paulo


Copa Conmebol - Brasil 2x2 Argentina

1995 Rosário Central  x Atlético-MG
1997 Atlético-MG x Lanús
1998 Santos x Rosário Central
1999 Talleres x CSA


Copa Mercosul - Brasil 0x1 Argentina

2001 San Lorenzo x Flamengo


Copa Ouro - Brasil 0x1 Argentina

1993 Boca Jrs x Atlético Mineiro


Copa Master da Supercopa - Brasil 0x1 Argentina

1992 Boca Jrs x Cruzeiro


finais que se repetiram

3 finais
Cruzeiro x River Plate (Libertadores 1976, Supercopa 1991 e Recopa 1998)

2 finais
Boca Jrs x Cruzeiro (Libertadores 1977 e Copa Master 1992)
Santos x Boca Jrs (Libertadores 1963 e 2003)
Atlético Mineiro x Lanús (Copa Conmebol 1997 e Recopa 2014)
Cruzeiro x Racing (Supercopa 1988 e 1992)
Independiente x Grêmio (Libertadores 1984 e Recopa 1996)


brasileiros que enfrentaram argentinos

9 finais
Cruzeiro (4 títulos e 5 vices)

6 finais
São Paulo (2 títulos e 4 vices)

4 finais
Atlético Mineiro (2 títulos e 2 vices)

3 finais
Santos (2 títulos e 1 vice)
Grêmio (1 título e 2 vices)

2 finais
Internacional (2 títulos)
Palmeiras (2 vices)
Flamengo (2 vices)

1 final
Corinthians (1 título)
Goiás (1 vice)
Ponte Preta (1 vice)
CSA (1 vice)


argentinos que enfrentaram brasileiros

9 finais
Boca Jrs (7 títulos e 2 vices)

6 finais
Independiente (4 títulos e 2 vices)

4 finais
River Plate (1 título e 3 vices)

3 finais
Estudiantes (2 títulos e 1 vice)
Lanús (1 título e 2 vices)

2 finais
Velez Sarsfield (2 títulos)
Racing (1 título e 1 vice)
Rosário Central (1 título e 1 vice)

1 final
Talleres (1 título)
San Lorenzo (1 título)
Newell's Old Boys (1 vice)
Tigre (1 vice)