Páginas

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Final da Copa das Confederações 2013 – Brasil x Espanha



Depois de quase duas semanas de jogos chega ao fim mais uma Copa das Confederações. Brasil e Espanha decidirão o título da competição domingo no estádio do Maracanã,no Rio de Janeiro. A final mais aguardada, já que reúne de um lado o Brasil,atual bicampeão da competição e anfitrião contra a Espanha, bicampeã da Eurocopa e campeã mundial de 2010. Essa será a quarta final brasileira. Campeã em 1997,2005 e 2009 o país ainda foi vice em 1999. Já os espanhóis estão na sua segunda participação. Na anterior acabaram eliminados nas semifinais.

Grupo A
22/06 sábado
Itália 2 x 4 Brasil  Salvador
Japão 1 x 2 México  Belo Horizonte
Brasil 9,Itália 6,México 3 e Japão 0
Grupo B
23/06 domingo
Nigéria 0 x 3 Espanha Fortaleza
Uruguai 8 x 0 Taiti  Recife
Espanha 9,Uruguai 6,Nigéria 3 e Taiti 0
Semifinais
26/06 quarta-feira
Brasil 2 x 1 Uruguai  Belo Horizonte

27/06 quinta-feira
Espanha 0 x 0 Itália (nos pênaltis 7x6)  Fortaleza

Disputa terceiro lugar
29/06 sábado
Uruguai x Itália Salvador

Final
30/06 domingo
Brasil x Espanha  Rio de Janeiro

Recopa Sul-Americana 2013 – Corinthians x São Paulo




A Recopa Sul-Americana deste ano será disputada entre o Corinthians,campeão da Copa Libertadores 2012 e o São Paulo,campeão da Copa Sul-Americana de 2012 nos dias 03 e 17 de julho. Essa será a sexta edição envolvendo clubes do mesmo país e a terceira entre brasileiros. Nas outras duas oportunidades também o São Paulo estava envolvido e venceu ambas: em 1993 contra o Cruzeiro e no ano seguinte frente ao Botafogo. O torneio passou a ser disputado em 1989 e a princípio reunia o campeão da Libertadores e o campeão da extinta Supercopa.
Em 1990 o torneio foi jogado em Miami (EUA). No ano seguinte não houve disputa. O Olimpia foi campeão sem precisar jogar,pois venceu os dois torneios classificatórios. De 1992 a 1997 passou a ser jogado no Japão com exceção de 1993,na primeira decisão de clubes do mesmo país entre São Paulo e Cruzeiro. Por falta de datas o torneio foi dispuatado paralelo ao Campeonato Brasileiro. No ano seguinte de volta ao Japão o São Paulo a exemplo do Olimpia também venceu os dois torneios classificatórios,mas teve que enfrentar o Botafogo,campeão da Copa Conmebol de 1993 na decisão. A final de 1998 foi jogada no ano seguinte e também fez parte de outra competição,a Copa Mercosul. Com a extinção da Supercopa em 1997 a Recopa voltaria somente em 2003 com a criação da Copa Sul-Americana no ano anterior.Em 2003 e 2004 voltou a ser jogado nos Estados Unidos e de 2005 para cá passou a ser disputado em jogos de ida e volta com o campeão da Copa Libertadores tendo o mando da segunda partida.

Finais entre clubes do mesmo país

1993 São Paulo x Cruzeiro (0x0,0x0 e 4x2 nos pênaltis)
1994 São Paulo x Botafogo (3x1)
1995 Independiente x Velez Sarsfield (1x0)
1997 Velez Sarsfield x River Plate(1x1 e 4x2 nos penaltis)
2008 Boca Jr x Arsenal (3x1 e 2x2)

Os campeões

4 Boca Jr (1990,2005,2006 e 2008)
2 São Paulo (1993 e 1994)
   Olímpia (1991 e 2003)
   LDU (2009 e 2010)
   Internacional (2007 e 2011)
1 Nacional (1989),Colo Colo (1992),Independiente (1995),Grêmio (1996),Velez Sarsfield     (1997),Cruzeiro (1998),Cienciano(2004) e Santos (2011)

Mais participaram

5 Boca Jr
4 São Paulo (contando 2013)
3 Internacional,Cruzeiro e Independiente

Títulos por país

9 Brasil (contando 2013)
6 Argentina
2 Paraguai e Equador
1 Chile,Peru e Uruguai

Maior participações em número de jogos  Boca Jr (8 jogos)
Treinadores mais vezes campeões  Telê Santana,Luis Cubilla e Alfio Basile (2 títulos)
Jogadores com mais partidas  Rodrigo Palacio -ARG  e  Morel Rodriguez-PAR (6 jogos)
Maior artilheiro Rodrigo Palacio-ARG  (5 gols)
Maior goleada  Inernacional 4 x 0 Pachuca em 2007

Semifinais da Copa Libertadores 2013



Depois da pausa após as quartas de final o torneio volta com tudo essa semana. Nos dias 02 e 03 teremos os jogos de ida das semifinais da Copa Libertadores 2013. Atlético,Santa Fé,Newell’s e Olimpia voltam a brigar pelo título.

02/07 terça-feira
Olímpia x Santa Fé

03/07 quarta-feira
Newell’s x Atlético

Atlético x clubes argentinos
1978 Boca Jr (1x2 e 1x3) fase semifinal
         River Plate (0x1 e 1x0) fase semifinal
2013 Arsenal (5x2 e 5x2) primeira fase

Newell’s x clubes brasileiros
1992 São Paulo (1x0 e 0x1 nos pênaltis 2x3) final
1993 São Paulo (2x0 e 0x4) oitavas
2006 Goiás (0x3 e 0x0) primeira fase

Olímpia x clubes colombianos
1960 Millonarios (0x0 e 5x1) semifinal
1970 América (1x1 e 1x0) primeira fase
          Deportivo Cali (1x0 e 5x1) primeira fase
1982 Tolima (1x1 e 2x0) fase semifinal
1986 América (1x1 e 0x1) fase semifinal
1989 Nacional (2x0,0x2 nos pênaltis 4x5) final
1990 Nacional (2x1,2x3 nos pênaltis 2x1) semifinal
1991 Nacional (0x0 e 1x0) semifinal
1994 Medellín (0x0 e 0x2) primeira fase
          Júnior (0x0 e 1x0) primeira fase


Santa Fé x clubes paraguaios
2013 Cerro Porteño (1x0 e 2x1) primeira fase
 

Semifinalistas da Libertadores – Newell’s Old Boys,o único argentino finalista sem título

Durante a pausa da Copa Libertadores devido a disputa da Copa das Confederações no Brasil postei um resumo das equipes semifinalistas do principal torneio sul-americano. Falei do Atlético e seu sonho de ser o décimo clube brasileiro campeão; do Santa Fé que retorna a uma semifinal depois de 52 anos e por fim do Olímpia e seus tabus positivos e negativos. Hoje termino falando um pouco do Newell’s Old Boys,tradicional clube de Rosário e que carrega uma triste sina: de ser o único clube argentino finalista sem ser campeão. Todos os outros sete clubes daquele país que chegaram a uma final conquistaram o título. E o Newell’s bateu na trave por duas vezes num espaço de cinco anos. Na sua segunda participação em 1988 (a primeira havia sido em 1975) o clube surpreendeu ao chegar na final,mas acabaria derrotado pelo Nacional do Uruguai. De volta em 1992 estreou sendo humilhado pelo conterrâneo San Lorenzo com uma derrota por 6 a 0 em casa. Surpreendentemente não perdeu mais e foi um a um eliminando seus adversários,inclusive o próprio San Lorenzo nas quartas. O clube só voltou a perder na segunda partida da final para o São Paulo,numa das maiores invencibilidades da história da Libertadores: 14 jogos. Após dois jogos com uma vitória por um gol para cada lado a decisão foi para os pênaltis e aí nova derrota numa final. O clube disputaria ainda as edições de 1993,2006 e 2010 mas sem o mesmo brilho de antes,chegando no máximo as oitavas de final.  

Campeonato Mundial Sub-20 2013- jogos dos Sul-Americanos



Começou dia 21 mais uma edição do Campeonato Mundial Sub-20. Vamos aos resultados das seleções da América do Sul:
22/06 sábado
Colombia 1 x 1 Austrália
Paraguai 1 x 1 Mali

23/06 domingo
Chile 2 x 1 Egito
Uruguai 0 x 1 Croácia

25/06 terça-feira
Colombia 1 x 0 Turquia
Paraguai 1 x 0 México

26/06 quarta-feira
Chile 1 x 1 Inglaterra
Uruguai 2 x 0 Nova Zelandia

Próxima rodada

28/06 sexta-feira
Colombia x El Salvador
Paraguai x Grécia

29/06 sábado
Chile x Iraque
Uruguai x Uzbequistão

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Campeonato Mundial Sub-20 2013



Começa hoje mais uma edição do Campeonato Mundial Sub-20. A competição vai até o dia 13 de julho e será realizada na Turquia. Participam 24 equipes divididas em seis grupos de quatro. Classificam para as oitavas de final as duas primeiras colocadas mais os quatro melhores terceiros. A partir dessa fase o torneio segue no sistema mata-mata até a final. Campeão da última edição, o Brasil não defenderá o título,pois foi eliminado ainda na primeira fase do Campeonato Sul-Americano em fevereiro desse ano. Outra grande ausência é a da Argentina,maior vencedora da competição que assim como o Brasil não conseguiu se classificar.
O torneio será jogado nas cidades de Istambul,Antália,Bursa,Rize,Gaziantep,Trebizonda e Kayseri. Vamos aos grupos:
Grupo A Espanha,França,Gana e Estados Unidos
Grupo B Cuba,Coréia do Sul,Nigéria e Portugal
Grupo C Turquia,El Salvador,Colombia e Austrália
Grupo D Grécia,Paraguai,Mali e México
Grupo E Chile,Egito,Inglaterra e Iraque
Grupo F Nova Zelândia,Uzbequistão,Uruguai e Croácia
Lembrando que o Blog acompanhará somente os jogos das equipes da América do Sul. Os jogos envolvendo Sul-Americanos serão esses durante a semana:
22/06 sábado
Colombia x Austrália
Paraguai x Mali

23/06 domingo
Chile x Egito
Uruguai x Grécia

25/06 terça-feira
Colombia x Turquia
Paraguai x México

26/06 quarta-feira
Chile x Inglaterra
Uruguai x Nova Zelandia

Os campeões

6 Argentina (1979,1995,1997,2001,2005 e 2007)
5 Brasil (1983,1985,1993,2003 e 2011)
2 Portugal (1989 e 1991)
1 União Soviética (1977),Alemanha (1981),Iugoslávia(1987), Espanha (1999) e Gana(2009)

Semifinalistas da Libertadores – Olimpia e seus tabus

Para falar do Olimpia,um dos maiores clubes da América do Sul e do mundo,precisaria de vários posts de tantas glórias,histórias e conquistas. Tricampeão da Libertadores,campeão do Mundo,da Recopa,Supercopa,Interamericana,vou apenas citar alguns tabus que acompanham este clube. Em primeiro lugar um fato que preocupa os torcedores é o Olimpia sempre ter eliminado o campeão da edição anterior quando faturou o título. Foi assim em 1979,quando derrotou o bicampeão Boca na final,em 1990 nas semifinais contra o Nacional da Colombia,campeão em cima do próprio Olimpia um ano antes e por fim em 2002 nas quartas de final novamente eliminando o Boca que também lutava pelo tri,como em 79.Mas se por um lado há esse tabu digamos negativo há outros três favoráveis aos paraguaios. O primeiro,o clube é o único em toda a América do Sul a disputar pelo menos uma final de Libertadores por década: vice em 1960, campeão em 1979,vice em 1989,campeão em 1990,vice em 1991 e por fim campeão em 2002. O segundo tabu positivo é que nas três conquistas o clube sempre foi comandado por estrangeiros: em 79 pelo uruguaio Luis Cubilla, em 1990 o sérvio Mirko Jozic levou o clube ao bi e por fim em 2002 o argentino Nery Pumpido. E este ano o clube está sendo treinado por Ever Hugo Almeida,uruguaio ex-goleiro do próprio clube campeão em 1990 como jogador,assim como foram Cubilla (campeão por Peñarol e Nacional) e Pumpido( com o River Plate). Esse é o terceiro tabu positivo: dois dos três títulos foram conquistados por treinadores que também venceram a competição como jogador.
dia 28/06  Newell’s  Old Boys, o único argentino finalista sem título

Centenário do mês: Juventude/RS,Grêmio Santanense/RS e Rio Branco/ES



O Esporte Clube Juventude foi fundado no dia 29 de junho de 1913 na cidade gaúcha de Caxias do Sul. Suas cores são o verde e o branco. Um dos clubes mais populares do interior do estado,o Juventude rivaliza com o outro clube da cidade,o Caxias protagonizando o clássico Ca-Ju. Várias personalidades jogaram ou treinaram o Juventude,o mais ilustre deles sem dúvida nenhuma é o atual técnico da Seleção Luis Felipe Scolari.No cenário nacional o clube disputou por vários anos a Série A do Campeonato Brasileiro ( de 1977 a 1979 e de 1995 a 2007) além de 14 edições da Copa do Brasil,torneio que conquistou em 1999 e que possibilitou o clube de disputar a Copa Libertadores de 2000. Esteve também na Copa Sul-Americana de 2005. Além da Copa do Brasil o clube foi campeão da Série B em 1994 e gaúcho em 1998.
Esporte Clube Juventude
Fundado 29/06/ 1913
Sede Caxias do Sul,Brasil
Estádio Alfredo Jaconi,30000 pessoas
Uniforme camisa com listras verticais verdes e brancas,calções e meiões brancos

Títulos
Copa do Brasil 1999
Campeonato Brasileiro Série B 1994
Campeonato Gaúcho 1998




Grêmio Foot-Ball Santanense é um clube situado na cidade de Santana do Livramento,Estado do Rio Grande do Sul. Fundado em 11 de junho de 1913 suas cores são o vermelho e branco. Campeão gaúcho em 1937,o clube jamais disputou competições nacionais,e mesmo em seu estado foram poucas as participações na primeira divisão,a última delas em 1998.Atualmente encontra-se licenciado do futebol profissional.
Grêmio Foot-Ball Santanense
Fundado 11/06/ 1913
Sede Santana do Livramento,Brasil
Estádio Honório Nunes,8000 pessoas
Uniforme camisas vermelhas,calções e meiões brancos

Títulos
Campeonato Gaúcho 1937




Rio Branco Atlético Clube faz cem anos hoje,dia 21. Fundado na cidade de Vitória,capital do Espírito Santo tem como suas cores o preto e o branco.Tem como principais rivais a Desportiva Ferroviária e o Vitória.É o maior vencedor do campeonato capixaba,com 36 títulos. Clube mais popular do estado é o único que disputou todas as divisões do campeonato brasileiro. Na Série A foram seis participações,a última delas em 1986. Participou também das Taças Brasil e Roberto Gomes Pedrosa além de algumas edições da Copa do Brasil.
Rio Branco Atlético Clube
Fundado 21/06/1913
Sede Vitória,Brasil
Estádio Salvador Costa,2400 pessoas
Uniforme camisas com listras verticais pretas e brancas,calções brancos e meiões pretos

Títulos
Campeonato Capixaba 1918,1919,1921,1924,1929,1930,1934 a 1939,1941,1942,1945,1946,1947,1949,1951,1957,1958,1959,1962,1963,1966,1968 a 1971,1973,1975,1978,1982,1983,1985 e 2010


Copa das Confederações 2013 - Resultados da semana

 
Grupo A
15/06 sábado
Brasil 3 x 0 Japão  Brasília
16/06 domingo
México 1 x 2 Itália  Rio de Janeiro
19/06 quarta-feira
Brasil 2 x 0 México  Fortaleza
Itália 4 x 3 Japão  Recife
Grupo B
16/06 domingo
Espanha 2 x 1 Uruguai  Recife
Taiti 1 x 6 Nigéria  Belo Horizonte
20/06 quinta-feira
Espanha 10 x 0 Taiti  Rio de Janeiro
Nigéria 1 x 2 Uruguai  Salvador
Pelo grupo A a situação já está definida com Brasil e Itália já classificados. Ambos se enfrentam apenas para decidir quem fica com a primeira colocação do grupo. Por ter melhor saldo a Seleção joga pelo empate. Já pelo grupo B a Espanha praticamente já está nas semifinais,com seis pontos e saldo de onze gols. Uruguai e Nigéria disputam entre si a segunda vaga do grupo.
Próximos jogos
Grupo A
22/06 sábado
Itália x Brasil  Salvador
Japão x México  Belo Horizonte
Grupo B
23/06 domingo
Nigéria x Espanha Fortaleza
Uruguai x Taiti  Recife
Lembrando que as semifinais serão jogadas nos dias 26 e 27.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Copa das Confederações - Brasil 2013



Começa nesse final de semana mais uma Copa das Confederações,a nona edição e a primeira em solo sul-americano. Dessa vez o Brasil será o país-sede a exatos doze meses do início da Copa do Mundo. Participam oito equipes divididas em dois grupos,onde os dois primeiros avançam as semifinais e depois os vencedores decidem o título. O torneio será jogado em seis cidades: Belo Horizonte,Brasília,Fortaleza,Recife,Rio de Janeiro e Salvador. O jogo de abertura será amanhã em Brasília entre Brasil e Japão e a final no dia 30 no estádio do Maracanã,no Rio.

Grupo A
15/06 sábado
Brasil x Japão  Brasília
16/06 domingo
México x Itália  Rio de Janeiro
19/06 quarta-feira
Brasil  x México  Fortaleza
Itália x Japão  Recife
22/06 sábado
Itália x Brasil  Salvador
Japão x México  Belo Horizonte
Grupo B
16/06 domingo
Espanha x Uruguai  Recife
Taiti x Nigéria  Belo Horizonte
20/06 quinta-feira
Espanha x Taiti  Rio de Janeiro
Nigéria x Uruguai  Salvador
23/06 domingo
Nigéria x Espanha Fortaleza
Uruguai x Taiti  Recife
Semifinais
26/06 quarta-feira
1 do A x 2 do B  Belo Horizonte
27/06 quinta-feira
1 do B x 2 do A  Fortaleza
Disputa terceiro lugar
30/06 domingo
Perdedor 1 x Perdedor 2  Salvador
Final
30/06 domingo
Vencedor 1 x Vencedor 2  Rio de Janeiro

Copa das Confederações ano a ano

1992 e 1995  Copa Rei Fahad
Nas duas primeiras edições o torneio ainda se chamava Copa Rei Fahad e ambos foram disputados na Arábia Saudita. Em 1992 participaram apenas quatro equipes: Arábia Saudita,Argentina,Estados Unidos e Costa do Marfim. Estiveram ausentes os campeões da Europa e da Oceania. O torneio foi disputado em semifinal e final. Argentina e Arábia Saudita eliminaram respectivamente Costa do Marfim e Estados Unidos e decidiram o título com vitória argentina por 3 a 1.
Já em 1995 o número de participantes aumentou para seis (Arábia Saudita,Argentina,Dinamarca,México,Nigéria e Japão). As equipes foram divididas em dois triangulares onde os campeões decidiam o título e os vices o terceiro lugar. Argentina e Dinamarca,primeiros em seus grupos fizeram a final mas dessa vez o bi argentino não veio e o título foi para a Dinamarca após vitória por 2 a 0.

1997  Brasil campeão no novo formato
Dois anos depois o torneio passou a ser oficializado pela FIFA  e com o nome de Copa das Confederações. O número de equipes participantes também mudou de seis para oito. Além dos seis campeões continentais classificavam também para disputar o torneio o país-sede e o campeão da Copa do Mundo. As equipes passaram a ser divididas em dois grupos de quatro onde os dois primeiros avançavam as semifinais e depois os vencedores decidiam o título,sistema utilizado até hoje.No Grupo A classificaram Brasil e Austrália enquanto que no B Uruguai e República Tcheca.Mas aí nas semifinais acabaram classificando as equipes do grupo A e na final a Seleção Brasileira aplicou uma sonora goleada de 6 a 0 com três gols de Ronaldo e três do Romário.

1999  México campeão em casa
A Copa das Confederações de 1999 foi a primeira a ser realizada fora da Arábia Saudita. O país escolhido foi o México. E os anfitriões fizeram bonito, acabaram conquistando o título ao vencer a Seleção Brasileira na final por 4 a 3 no lendário Estádio Azteca. Mas voltando desde o início, em um grupo os donos da casa seguiram adiante com a Arábia Saudita em segundo. Bolívia e Egito ficaram para trás. No outro grupo classificaram Brasil e Estados Unidos com destaque negativo para a Alemanha, eliminada ainda na primeira fase inclusive sendo goleada pelo Brasil por 4 a 0. Outro eliminado do grupo foi a Nova Zelândia. Nas semifinais os mexicanos passaram pelos rivais norte-americanos enquanto que os brasileiros derrotaram a Arábia Saudita estabelecendo a maior goleada da história da competição: 8 a 2. Mas na final como disse no começo o título acabou ficando mesmo com os donos da casa.


2001 Tríplice coroa francesa
Dois anos depois o torneio fora disputado pela primeira vez em dois países: Coréia do Sul e Japão,que iriam sediar juntos a Copa do Mundo no ano seguinte. Além dos dois anfitriões participaram novamente o Brasil e o México,finalistas de 99 além de França,Austrália,Camarões e Canadá. Cada grupo foi sediado num país. O da Coréia do Sul classificaram França e Austrália,sendo que os coreanos foram eliminados ao lado dos mexicanos. Os atuais campeões da competição se despediu surpreendentemente com três derrotas. Do lado japonês os donos da casa e os brasileiros seguiram adiante deixando Camarões e Canadá para trás. Nas semifinais os japoneses passaram para a final eliminando a Austrália em casa enquanto que na Coréia a França novamente derrotaria o Brasil como fez na final da Copa de três anos antes.Mas o pior ainda estava por vir. A seleção brasileira perderia a disputa de terceiro lugar para a Austrália e terminaria a sua participação apenas com uma vitória(na estréia) em cinco jogos,enquanto que os franceses confirmariam a boa fase vencendo os japoneses donos da casa na final por 1 a 0 e conquistaria o terceiro título diferente em três anos: Copa do Mundo em 1998,Eurocopa em 2000 e agora a Copa das Confederações.

2003  Tragédia ofusca o bicampeonato francês
Depois do fiasco na Copa do Mundo de 2002 os franceses usaram a Copa das Confederações jogada em casa para apagar a imagem arranhada um ano antes. Mas essa edição ficaria marcada para sempre devido a morte do jogador camaronês Marc Vivién Foe durante a partida semifinal diante da Colômbia,vítima de um infarto fulminante. Novamente a Seleção Brasileira fez uma péssima competição,sendo eliminado na primeira fase junto com os Estados Unidos.Em seu grupo avançaram Camarões e a estreante Turquia.Na outra chave França e Colombia deixaram Japão e Nova Zelândia para trás.Numa das semifinais os franceses venceram os turcos enquanto que no jogo fatídico os camaroneses avançaram. Na final os franceses venceram os camaroneses,ainda abalados com a tragédia por 1 a 0 com gol de Henry e assim como o México em 99 também se sagraram campeões jogando em casa.Mas nesse caso não houve comemorações.

2005 Bicampeão com goleada na final sul-americana
A partir da edição de 2005 ficou acertado que a Copa das Confederações passaria a ser realizado um ano antes de cada Copa do Mundo,inclusive no país-sede do Mundial. Com isso o torneio passaria a ser jogado a cada quatro anos ao invés de dois em dois anos como vinha sendo jogado desde 1995. O “evento-teste” deste ano foi realizado na Alemanha. E depois de duas participações pífias parecia que novamente o fracasso brasileiro de 2001 e 2003 se repetiria,afinal o time venceria apenas um jogo da primeira fase, classificando-se em segundo graças ao saldo de gols. Os mexicanos passaram em primeiro enquanto que japoneses e gregos voltaram mais cedo para casa. No outro grupo alemães e argentinos não dariam chance para tunisianos e australianos. A partir das semifinais finalmente o futebol brasileiro mostrou a que veio:primeiro vitória em cima dos anfitriões por 3 a 2. Mas o melhor ainda estava por vir. Os argentinos que haviam eliminado o México nos pênaltis seria o adversário dos brasileiros na final. E com uma goleada histórica por 4 a 1 com gols de Adriano (2),Kaká e Ronaldinho Gaúcho o Brasil conquistaria o seu segundo título da competição em solo alemão.


2009  Tricampeonato brasileiro em solo africano
Em 2009 a África do Sul sediou até aqui a última edição da Copa das Confederações. Participaram além dos anfitriões, Brasil,Espanha,Estados Unidos,Itália,Iraque,Egito e a Nova Zelândia. Em um grupo avançaram Espanha e África do Sul ( com Nova Zelândia e Iraque eliminados) e no outro o Brasil terminou com 100% de aproveitamento. Já Estados Unidos,Itália e Egito terminaram empatados em pontos e o saldo de gols classificaram os norte-americanos. Nas semifinais os brasileiros classificaram para sua segunda final seguida (e a quarta no geral) ao bater os donos da casa enquanto que os norte-americanos surpreenderam ao eliminar a Espanha,atual campeã européia e favorita ao título. Mas a zebra parou por aí. Os Estados Unidos chegou até a abrir 2 a 0 no primeiro tempo,mas com dois gols de Luis Fabiano e um de  Lúcio os brasileiros venceriam de virada ,conquistaria o torneio pela terceira tornando-se o maior campeão da competição.

Números e estatísticas da Copa das Confederações

Os campeões      
1992 Argentina
1995 Dinamarca
1997 Brasil
1999 México
2001 França
2003 França
2005 Brasil
2009 Brasil
Países que sediaram a competição
1992,1995 e 1997 Arábia Saudita
1999 México
2001 Coréia do Sul e Japão
2003 França
2005 Alemanha
2009 África do Sul
Todos os participantes de 1992 a 2009
6 Brasil (97,99,01,03,05 e 09)
5 México (95,97,99,01 e 05)
4 Arábia Saudita(92,95,97 e 99)
   Estados Unidos (92,99,03 e 09)
   Japão (95,01,03 e 05)
3 Argentina (92,95 e 05)
   Austrália (97,01 e 05)
   Nova Zelândia (99,03 e 09)
2 Alemanha (99 e 05)
   África do Sul (97 e 09)
   Camarões (01 e 03)
   Egito (99 e 09)
   França (01 e 03)
1 Bolivia(99),Canadá(01),Colombia(03),Coréia do Sul (01), Costa do Marfim (92), Dinamarca (95),Espanha (09),Emirados Árabes(97),Grécia(05),Itália(09),Iraque(09),Nigéria(95),Republica Tcheca(97),Tunísia(05),Turquia(03) e Uruguai(97)
Os países que mais disputaram (em número de jogos)
28 Brasil
19 México
15 Estados Unidos
13 Japão e Austrália
12 Arábia Saudita
10 Argentina e França
Os dez primeiros no ranking de pontos
59 Brasil
29 México
27 França
19 Estados Unidos
18 Argentina
17 Japão
16 Austrália
13 Alemanha e Camarões
12 Espanha
Jogador com mais partidas Dida-Brasil (22 jogos)
Jogador com mais edições disputadas Dida-Brasil (5 edições)
Maiores artilheiros Ronaldinho Gaúcho-Brasil e Blanco-México (9 gols)
Mais gols em uma única edição Romário-Brasil (7 gols em 1997)
Mais vitórias consecutivas França (8 vitórias)
Maior invencibilidade Brasil (9 jogos)
Maior goleada Brasil 8 x 2 Arábia Saudita em 1999
 


Semifinalistas da Libertadores - Santa Fé de volta a uma semifinal 52 anos depois

Hoje posto um pouco do Independiente Santa Fé. O clube colombiano tem poucas participações em Copa Libertadores. Está na sua sétima participação e antes de 2013 o clube havia chegado apenas a uma semifinal,em 1961 na sua estréia em Libertadores. De todos os clubes semifinalistas por mais de uma vez o Santa Fé é o que levou mais tempo entre uma semifinal e outra,exatos 52 anos! Além de 61 e esse ano o clube passou da primeira fase também em 2006 quando foi eliminado nas oitavas. Em 67,72,76 e 80 ficou na fase inicial.Em se tratando de outras competições internacionais o clube não possui nenhum título e sim dois vice-campeonatos: o da Copa Conmebol em 1996 quando perdeu para o Lanús (ARG) e da Copa Merconorte de 1999 sendo derrotado pelo também colombiano América. O Santa Fé sempre viveu a sombra de seu maior rival,o Millonarios este mais vezes campeão colombiano e com um título internacional, a Copa Merconorte de 2001,além de semifinalista da Libertadores por três vezes e com mais participações. Mas tudo pode fazer parte do passado desde que vença o Olimpia nas semifinais e chegue a final, feito até então inédito do seu arquirrival.
dia 21/06  Olimpia e seus tabus

Resultado das Eliminatórias Sul-Americanas Copa 2014



Vamos aos resultados das duas rodadas jogadas nos dias 7 e 11 de junho:

07/06 sexta-feira
Bolivia 1 x 1 Venezuela
Argentina 0 x 0 Colombia
Paraguai 1 x 2 Chile
Peru 1 x 0 Equador

11/06 terça-feira
Colombia 2 x 0 Peru
Equador 1 x 1 Argentina
Venezuela 0 x 1 Uruguai
Chile 3 x 1 Bolivia

classificação após 14 rodadas

Argentina 26, Colombia 23, Equador e Chile 21, Uruguai e Venezuela 16, Peru 14, Bolivia 10 e Paraguai 8

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Clássicos Sul-Americanos: América x Deportivo Cali















AMÉRICA  X  DEPORTIVO

Cáli dividida entre vermelho e verde

Duas das instituições mais tradicionais da Colômbia, Deportivo e América têm uma história que remonta a bem antes das respectivas datas oficiais de fundação. E foi já naqueles primeiros anos do século passado que as sementes da rivalidade começaram a ser semeadas.
Santiago de Cali foi fundada em 1536 pelo espanhol Sebastian de Belalcazar e é a capital e a maior cidade do departamento do Vale do Cauca, daí a origem do nome do confronto entre as equipes, o Clasico Vallecaucano. Possui aproximadamente 2,3 milhões de habitantes ficando atrás apenas de Bogotá e Medellín.

as origens

A Asociación Deportivo Cali como o clube é chamado hoje, foi fundada em 1959 e reconhecida oficialmente em 1962, mas se originou de outro Deportivo Cali, equipe criada em 1912 por um grupo de universitários da alta sociedade que, após uma viagem à Europa, voltaram encantados com o futebol.
Seis anos depois, em um bairro pobre de Cáli, outros amigos decidiram formar o América Football Club, instituição que adotou oficialmente o nome Corporación América de Cali no dia 13 de fevereiro de 1927.

números

Deportivo e América se enfrentaram em 272 oportunidades, com 99 vitórias dos azucareros (348 gols a favor), 85 dos diablos rojos (340) e 88 empates. Eles duelaram oito vezes em torneios internacionais, com quatro vitórias para cada lado e nenhum empate. Os maiores artilheiros do confronto são o verdolago Edison Mafla, com 15, e o escarlata Antony de Ávila, com 19.
Os simpatizantes do América se orgulham da maior quantidade de títulos (13 contra oito), mas os rivais respondem com brincadeiras sobre as quatro derrotas dos diablos em decisões da Copa Libertadores, três delas consecutivamente entre 1985 e 1987. Vale lembrar que o Deportivo também fracassou nas duas vezes em que alcançou a final, perdendo em 1978 do Boca Juniors e em 1999 do Palmeiras. Naquele mesmo ano, o América conquistou a finada Copa Merconorte, disputada contra equipes do Peru, Venezuela, Equador e Bolívia.

alguns dos confrontos

O primeiro confronto oficial entre as duas equipes foi disputado em setembro de 1948 e terminou com triunfo do Deportivo por 4 a 3, mas o América não demorou a retribuir com uma vitória por 1 a 0 em dezembro do mesmo ano. As maiores goleadas foram obtidas antes de os times começarem a colecionar títulos — o Deportivo venceu por 5 a 1 em 1951 e o América saiu vitorioso por 5 a 0 em 1961.
A década de 1960 foi dourada para o Deportivo. Em 1965, rumo ao primeiro título nacional, a equipe venceu o América por 3 a 2 depois de sair perdendo por 2 a 0. Em 1969, o Deportivo obteve o terceiro título nacional superando o América em um triangular final do qual também participou o Millonarios.
O América só foi ter revanche em 1985. No octogonal final o América acabou ficando com o título sobre o Deportivo. No ano seguinte, os diablos rojos voltaram a relegar os azucareros ao vice-campeonato, mas então vencendo as duas partidas da final.
O América continuou com tudo nos anos seguintes. Em 1987, eliminou o rival da Copa Libertadores. Em 1992 conquistou o oitavo troféu nacional ao vencer o confronto direto por 3 a 1. Por outro lado, em 1996 o Deportivo teve o prazer de encerrar uma seca de 22 anos sem título ao derrotar o América por 3 a 1 na última rodada.

números do confronto

jogos 272
vitórias do Deportivo 99
vitórias do América 85
empates 88
gols do Deportivo 348
gols do America 340

títulos do Deportivo
Campeonato Colombiano 1965,1967,1969,1970,1974,1996,1998 e 2005 ( II )

títulos do América
Copa Merconorte 1999
Campeonato Colombiano 1979,1982,1983,1984,1985,1986,1990,1992,1997,2000,2002 e 2008


Semifinalistas da Libertadores - Atlético querendo ser o décimo brasileiro campeão

A partir de hoje posto um resumo dos quatro semifinalistas da Copa Libertadores 2013. Começando pelo Atlético Mineiro, melhor clube dessa edição até aqui com sete vitórias em dez jogos disputados. Até hoje nove clubes brasileiros faturaram a competição e o Atlético luta para ser o décimo. Em cinco participações contando com a desse ano o galo havia chegado a uma semifinal de Libertadores apenas uma vez, em 1978. Naquele ano a fase semifinal era disputada num triangular onde somente o campeão do grupo avançava e os mineiros deram azar de cair no mesmo grupo dos arquirrivais River e Boca, este último acabou classificando. Antes havia disputado em 1972 onde sequer passou da primeira fase. Em 1980 foi eliminado pelo Flamengo no jogo-desempate valendo pela primeira fase num jogo polêmico em que os atleticanos reclamam da arbitragem até hoje. E na última edição que havia disputado em 2000 fez uma campanha razoável chegando as quartas de final onde perdeu todas as partidas que fez como visitante. Antes de chegar a final e posteriormente ao título os mineiros precisam quebrar uma escrita: desde que o sistema de confrontos mudou a partir de 2005 nas oitavas de final onde o de melhor campanha pega o pior segundo colocado e assim por diante nenhum clube que terminou a fase de grupos na liderança geral acabou campeão. Quem mais chegou perto foi o Fluminense em 2008. Mas o Atlético tem a seu favor o fato de ter perdido apenas uma partida como mandante dos 21 jogos que fez em casa. A única derrota foi para o Boca na semifinal de 1978, fase que o clube retorna depois de 35 anos e novamente tendo um argentino pela frente.

dia 14/06  Santa Fé de volta a uma semifinal 52 anos depois 

O futebol gaúcho na Libertadores

Hoje posto um pouco sobre o futebol do Estado do Rio Grande do Sul na Copa Libertadores. O futebol gaúcho é sem dúvida um dos mais vitoriosos do país em competições internacionais. Em se tratando de Libertadores só perde em número de títulos para os clubes paulistas. A estréia dos gaúchos foi em 1976 com o Internacional, que disputaria ainda as edições de 77 e 80 ( foi vice) antes do seu maior rival estrear em 82. Na edição seguinte o Grêmio seria campeão e depois vice em 84. Até o bicampeonato gremista em 95 ambos tinham o mesmo número de participações (cinco para cada lado) mas com ausência colorada de 93 a 2006 o tricolor gaúcho disparou estando de 96 a 98 e em 2002 e 2003. Nesse período tivemos a participação do Juventude, de Caxias do Sul em 2000. O Inter voltou em 2006 conquistando o título e igualando o bi gremista em 2010. Em 2007 pela primeira vez os dois rivais participaram de uma mesma edição, feito repetido em 2011 onde ambos foram eliminados nas oitavas. Se tivessem passado adiante teríamos o primeiro Gre-Nal da história da Libertadores.

os campeões

1983 Grêmio
1995 Gremio
2006 Internacional
2010 Internacional

participações ano a ano

1976 Internacional
1977 Internacional
1980 Internacional
1982 Grêmio
1983 Grêmio
1984 Grêmio
1989 Internacional
1990 Grêmio
1993 Internacional
1995 Grêmio
1996 Grêmio
1997 Grêmio
1998 Grêmio
2000 Juventude
2002 Grêmio
2003 Grêmio
2006 Internacional
2007 Internacional e Grêmio
2010 Internacional
2011 Internacional e Grêmio
2012 Internacional
2013 Grêmio

Rodada das Eliminatórias Sul-Americanas - Copa 2014



Hoje e na terça-feira que vem teremos mais duas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014. Vamos aos jogos:

07/06 sexta-feira
Bolivia x Venezuela
Argentina x Colombia
Paraguai x Chile
Peru x Equador

11/06 terça-feira
Colombia x Peru
Equador x Argentina
Venezuela x Uruguai
Chile x Bolivia

classificação após 12 rodadas

Argentina 24, Equador 20, Colombia 19, Chile e Venezuela 15, Uruguai 13, Peru 1, Bolivia 9 e Paraguai 8