Páginas

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Túnel do tempo: Recopa 2003, a última conquista internacional do Olimpia

A Recopa Sul-Americana foi disputada entre o Olímpia,campeão da Copa libertadores de 2002 e San Lorenzo, campeão da recém criada Copa Sul-Americana do mesmo ano.

Dez anos sem finais internacionais

Clube sensação do início dos anos 90 quando levantaram uma Copa Libertadores,uma Recopa e uma Supercopa além de um vice da Libertadores e de um Mundial, o Olímpia disputou sua última final internacional em 1992: a Copa Commebol que acabaram perdendo para o Atlético Mineiro. Depois disso passaram-se dez anos para o clube mais vitorioso do Paraguai retornar a uma final sul-americana. Foram eliminações atrás de eliminações na Copa Libertadores,na Supercopa e na Copa Mercosul. Mas tudo mudou em 2002.
Na Copa Libertadores daquele ano o clube se classificou até de forma tranqüila com apenas uma derrota em seis jogos. No mata-mata o bicho pegou,mais precisamente nas quartas onde teria pela frente o Boca Jr, naquela altura o atual bicampeão da competição. Mas como os argentinos são velhos fregueses o clube seguiu adiante e nas semifinais veio o Grêmio e após uma vitória de cada lado a vaga para a final veio nos pênaltis. Se ao eliminar dois campeões o clube passou no teste de fogo o que dizer da final onde teria pela frente um clube sem tradição inclusive dentro de seu próprio país? Talvez por esse desconhecimento é que o Olímpia tenha perdido em plena Assunção para o São Caetano e precisava vencer em São Paulo para ficar com o título. E as coisas ficaram mais difíceis quando os paulistas abririam o placar. Mas veio o segundo tempo e a camisa falou mais alto e após a virada o título veio nos pênaltis. Veio o Mundial Interclubes no final do ano e com a derrota para o Real Madrid o clube ficaria com o vice,mas restava a Recopa Sul-Americana,que depois de um intervalo de quatro anos voltava a ser disputada no ano seguinte.

A Recopa

Classificado para disputá-la contra o San Lorenzo, campeão da Copa Sul-Americana , os paraguaios tiveram que viajar até Los Angeles-EUA,local da final de jogo único. No Memorial Coliseum, o Olímpia abre o placar logo aos 28 com Lopez. Ao receber de Orteman, invade a área, dribla o goleiro e marca um belo gol. Na etapa complementar Enciso,de pênalti aos 24 deu números finais ao placar e Olímpia campeão da Recopa Sul-Americana de 2003, sua última conquista internacional.




O jogo do título

Olímpia-PAR 2 x 0 San Lorenzo-ARG

data 12/07/2003
estádio Memorial Coliseum, Los Angeles-EUA
público 8000 pessoas
arbitro Carlos Eugênio Simon, Brasil
gols Lopez aos 28 do primeiro tempo e Enciso (pênalti) aos 24 do segundo tempo

Olímpia
Tavarelli; Isasi,Cáceres, Zelaya e Corbo; Orteman, Enciso, Esteche e Alvarenga; Benítez (Palácios) e Lopez (Caballero). Técnico: Luis Cubilla

San Lorenzo
Saja; Alvarez, Rodriguez, Morel e Paredes; Luna, Michelini,Herron e Zurita (Cordone); Acosta e Frutos. Técnico: Rubén Dario Insua

Dia 13/09  Vinte anos do Argentina 0 x 5 Colômbia



Nenhum comentário:

Postar um comentário