Páginas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Libertadores 2015: Resultados de 24 a 26 de Fevereiro



E na segunda semana da fase de grupos da Copa Libertadores 2015 tivemos algumas surpresas, como a segunda vitória seguida e também por goleada do Racing, sendo que o jogador Gustavo Bou fez até aqui dois hat-tricks, que é quando o jogador marca três ou mais gols em uma única partida. Tivemos o centésimo jogo do Internacional, a segunda derrota do Atlético Mineiro e a reabilitação do São Paulo. Vamos aos resultados da semana e em destaque o jogo principal da rodada:




24/02 terça-feira
Huracán-ARG 2x2 Mineros-VEN
Racing-ARG 4x1 Guaraní-PAR
Sporting Cristal-PER 1x1 Deportivo Táchira-VEN
Emelec-EQU 3x0 The Strongest-BOL

25/02 quarta-feira
Estudiantes-ARG 3x0 Barcelona-EQU
Atlético Mineiro 0x1 Atlas-MEX
São Paulo 4x0 Danúbio-URU
Universitário de Sucre-BOL 0x0 Cruzeiro

26/02 quinta-feira
Boca Jrs-ARG 2x1 Montevideu Wanderers-URU
Internacional 3x1 Universidad de Chile-CHI
Santa Fé-COL 3x1 Colo Colo-CHI
Zamora-VEN 0x1 Palestino-CHI

próximos jogos

03/03 terça-feira
Mineros-VEN x Universitário de Sucre-BOL
Cruzeiro x Huracán-ARG
Barcelona-EQU X Libertad-PAR

04/03 quarta-feira
Colo Colo-CHI x Atlas-MEX
San Lorenzo-ARG x Corinthians
Internacional x Emelec-EQU

05/03 quinta-feira
Universidad de Chile-CHI x The Strongest-BOL
River Plate-ARG x Tigres-MEX
Juan Aurich-PER x San Jose-BOL
Nacional-COL x Estudiantes-ARG

  • Racing jogou 28 partidas como mandante em Libertadores e perdeu apenas três, sendo que duas para clubes argentinos. A última derrota para estrangeiros foi em 1967 diante do Universitário do Peru. Já o Guaraní completou 27 partidas sem vencer fora de casa.
  • Sporting Cristal completou 98 partidas como local (44V,28E e 26D). Não perde há nove jogos em casa (6 vitórias e 3 empates).
  • The Strongest ganhou apenas 4 de 64 partidas que fez como visitante em Libertadores, empatando nove e perdendo outras 51. Não vence como visitante desde 1982 quando bateu o também boliviano Jorge Wilstermann por 2 a 1. Suas outras três vitórias foram:
    1965 Deportivo Quito-EQU 1x0 1ª fase
    1971 Chaco Petrolero-BOL 2x1 1ª fase
    1981 Técnico Universitário-EQU 2x1 1ª fase
  • Essa foi a partida de número 52 do Estudiantes em casa  (41V, 8E e 3D). Curiosamente sua primeira derrota na competição foi para o adversário de quarta (0x1 em 1971). As outras duas derrotas foram para o Olímpia-PAR em 1984 (0x1) e Cruzeiro em 2011 (0x3).
  • Barcelona não vence como visitante desde 1996 (2x1 Espoli-EQU). Fora do Equador a última vitória foi sobre o Universidad de los Andes-VEN em 1992 (1x0). Dos últimos 21 jogos empatou onze e perdeu os outros dez.
  • Atlético Mineiro perdeu apenas duas partidas das 28 que fez em casa pela Libertadores (1x2 Boca em 1978-fase semifinal e agora). Pela segunda vez enfrenta clubes mexicanos e novamente não os consegue vencer em casa. Já o Atlas vem de cinco jogos sem perder como visitante. Até aqui foram doze jogos (4V, 3E e 5D).
  • Na noite de quarta o São Paulo completou 80 jogos como mandante (60V, 12E e 8D). Não perde para clubes uruguaios desde a edição de 1982. Nos últimos oito jogos foram sete vitórias e um empate.
  • Clube brasileiro que mais venceu fora de casa ao lado do Palmeiras (27 vitórias), o Cruzeiro jogou na Bolívia apenas pela quarta vez. Foram dois confrontos contra o Real Potosí e dois com o Universitário de Sucre.
  • Em onze jogos diante de times uruguaios em casa o Boca venceu oito, empatou um e perdeu dois. Já o Montevidéu Wanderers enfrentou apenas outro clube argentino fora o Boca, o River em 1986.
  • O Internacional completou cem jogos em Libertadores com 47 vitórias, 27 empates e 26 derrotas, tendo marcado até aqui 144 gols e sofrido outros 92. Já a Universidad de Chile venceu apenas um jogo que fez no Brasil pela Libertadores. Foi pelas quartas de final da edição de 2010 quando bateu o Flamengo por 3 a 2 em pleno Maracanã.
  • Santa Fé não perde em casa há dezessete jogos (doze vitórias e cinco empates). É a primeira vez que recebe um clube chileno em Libertadores. Já o Colo Colo continua sem ganhar em solo colombiano. 



Grupos 5 e 6 da Copa Libertadores 2015

Grupo 5 Boca e mais um


Club Atlético Boca Jrs-ARG

Campeão 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007
Vice-campeão 1963, 1979, 2004 e 2012
Semifinalista 1965, 1966, 1991 e 2008
Quartas de final 1970, 2002, 2005 e 2013
Oitavas de final 1989 e 2009
Primeira fase 1971, 1982, 1986 e 1994


Montevideu Wanderers Fútbol Club-URU

Oitavas de final 2002
Primeira fase 1975, 1983, 1986 e 1988
Pré-Libertadores 2008


Club Deportivo Palestino-CHI

Semifinalista 1979
Primeira fase 1976 e 1978


Zamora Fútbol Club-VEN

Primeira fase 2012 e 2014


confronto entre as equipes do Grupo 5 em Libertadores
1986 Boca Jrs x Wanderers 0x2 e 3x2 1ª fase
2002 Boca Jrs x Wanderers 2x0 e 2x0 1ª fase
2012 Boca Jrs x Zamora 0x0 e 2x0 1ª fase

análise do Grupo 5

Favorito ao título     ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Boca Jrs ♣♣♣♣♣
Um dos favoritos a conquistar o torneio, o Boca soma seis títulos e quatro vices. Somente de 2000 pra cá foi finalista seis das onze vezes em que esteve na Libertadores, o que dá uma média de uma final a cada duas participações. Volta após se ausentar na edição passada.

Montevidéu Wanderers ♣♣
Pequeno clube uruguaio, está em sua sétima Libertadores. Nas outras seis passou de fase apenas uma vez, em 2002. Devido a fragilidade do grupo pode ficar com a segunda vaga, já que a primeira deve ficar com os argentinos.

Palestino ♣♣
Em sua quarta participação deve brigar com o Wanderers pela segunda vaga. Chegar às oitavas é possível, seguir adiante, muito difícil.

Zamora
Não deve passar da fase de grupos. Caso se classifique será histórico!



Grupo 6 Grupo fácil para ao atual campeão da Sul-Americana


Club Juan Aurich-PER

Primeira fase 1969, 2010 e 2012


Club Atlético River Plate-ARG

Campeão 1986 e 1996
Vice-campeão 1966 e 1976
Semifinalista 1967, 1970, 1978, 1982, 1987, 1990, 1995, 1998, 1999, 2004 e 2005
Quartas de final 2000, 2001, 2003 e 2006
Oitavas de final 1997, 2002 e 2008
Primeira fase 1973, 1977, 1980, 1981, 1991, 2007 e 2009


Club Deportivo San Jose-BOL

Oitavas de final 1996
Primeira fase 1992, 1993, 2008 e 2013


Tigres de la Universidad Autónoma de Nuevo León-MEX

Quartas de final 2005
Oitavas de final 2006
Pré-Libertadores 2012


confronto entre as equipes do Grupo 6 em Libertadores
jamais se enfrentaram

análise do Grupo 6

Favorito ao título     ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Juan Aurich
Essa será a sua quarta participação. E assim como nas outras três, não passará da primeira fase.

River Plate ♣♣♣♣♣
Os títulos recentes da Copa Sul-Americana e da Recopa o credencia como um dos favoritos ao tricampeonato. Ausente desde 2009, foi do céu ao inferno nesse período que incluiu rebaixamento no Campeonato Argentino e títulos internacionais descritos no inicio do texto. É o argentino a ser batido, já que nas duas campanhas vitoriosas passou por Estudiantes e Boca (Sul-Americana) e pelo San Lorenzo, campeão da Libertadores na decisão da Recopa.

San José
Muito difícil alcançar as oitavas de final. Deve terminar na lanterna do grupo.

Tigres ♣♣♣
Após duas Libertadores atingindo os mata-matas, o Tigres decepcionou na sua última participação ao cair na fase Pré em 2012. Dependendo dos confrontos poderá de repente chegar ás quartas.



Grupos 7 e 8 da Copa Libertadores 2015

Grupo 7 Encontro de campeões e tradicionais


Barcelona Sporting Club-EQU

Vice-campeão 1990 e 1998
Semifinalista 1971, 1972, 1986, 1987 e 1992
Quartas de final 1993 e 1996
Oitavas de final 1994 e 2004
Primeira fase 1961, 1964, 1967, 1969, 1981, 1982, 1988, 1991, 2003 e 2013


Club Estudiantes de La Plata-ARG

Campeão 1968, 1969, 1970 e 2009
Vice-campeão 1971
Semifinalista 1983
Quartas de final 2006 e 2010
Oitavas de final 2008 e 2011
Primeira fase 1976 e 1984


Club Libertad-PAR

Semifinalista 1977 e 2006
Quartas de final 2007, 2010, 2011 e 2012
Oitavas de final 2009
Primeira fase 1968, 1978, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2013


Club Atlético Nacional-COL

Campeão 1989
Vice campeão 1995
Semifinalista 1990 e 1991
Quartas de final 1992 e 2014
Oitavas de final 1993, 2006, 2008 e 2012
Primeira fase 1972, 1974, 1975, 1977, 1982 e 2000


confronto entre as equipes do Grupo 7 em Libertadores
1971 Estudiantes x Barcelona 0x1 e 1x0 1ª fase
2009 Estudiantes x Libertad 3x0 e 0x0 oitavas de final

análise do Grupo 7

Favorito ao título    ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Barcelona ♣♣
Recordista de participações entre os equatorianos ao lado do rival Emelec, disputa apenas a sua quarta Libertadores nesse século. Duas vezes vice, perdeu o status de melhor time do país depois das conquistas internacionais da LDU. 

Estudiantes ♣♣♣
Tetracampeão da Libertadores, a vaga caiu no colo graças a vitória do Boca sobre o Vélez naquela confusa disputa que inclusive retratamos aqui. Na última conquista em 2009 o clube de La Plata também começou o torneio na fase Pré, como agora. Bom sinal...

Libertad ♣♣
A ausência no ano passado interrompeu uma sequencia de onze participações seguidas iniciada ainda em 2003. É o clube que mais disputou a competição de 2000 pra cá. Dessas edições, em cinco chegou as quartas e foi semifinalista em 2006. Mas deu azar em cair num grupo equilibrado.

Nacional ♣♣♣♣
Nas oitavas do ano passado eliminou um dos favoritos ao título (Atlético) para depois cair frente ao surpreendente Defensor-URU. Passado o trauma, chegou a final da Copa Sul-Americana onde terminou vice. É um dos favoritos a ir longe na competição, já que suas grandes campanhas ficaram no passado.




Grupo 8 Velhos conhecidos e as surpresas


Club Guaraní-PAR

Semifinalista 1966
Quartas de final 1968 e 1970
Oitavas de final 1997
Primeira fase 1965, 1967, 1971, 1985, 2001, 2004, 2009 e 2011
Pré-Libertadores 2014


Racing Club de Avellaneda-ARG

Campeão 1967
Semifinalista 1968 e 1997
Oitavas de final 1989 e 2003
Primeira fase 1962


Club Sporting Cristal-PER

Vice-campeão 1997
Quartas de final 1968, 1993 e 1995
Oitavas de final 1992, 1996 e 2004
Primeira fase 1962, 1969, 1971, 1973, 1974, 1978, 1980, 1981, 1984, 1989, 1990, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2005, 2006 e 2013
Pré-Libertadores 2007, 2009 e 2014


Deportivo Táchira Fútbol Club-VEN

Quartas de final 2004
Oitavas de final 1989 e 1991
Primeira fase 1980, 1982, 1983, 1985, 1987, 1988, 2001, 2005, 2009, 2011 e 2012
Pré-Libertadores 2006, 2007 e 2010


confronto entre as equipes do Grupo 8 em Libertadores
1962 Racing x Sporting Cristal 2x1 e 1x2 1ª fase
1989 Racing x Sporting Cristal 1x2 e 2x0 1ª fase
1997 Racing x Sporting Cristal 3x2 e 1x4 semifinais
2009 Dep. Táchira x Guarani 2x1 e 2x1 1ª fase

análise do grupo 8

Favorito ao título    ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Guaraní ♣♣
Das equipes que um dia chegaram à uma semifinal de Libertadores, o Guaraní é a que há mais tempo não retorna a essa fase: a última vez foi em 1966. Mas quase cinquenta anos depois dificilmente irá quebrar esse tabu.

Racing ♣♣♣
O tradicional time argentino estava ausente desde 2003. Primeiro argentino campeão mundial, o clube renasceu com a conquista do Campeonato Argentino do ano passado e por isso promete ir longe na competição.

Sporting Cristal ♣♣
Vice em 1997, esteve entre os quatro primeiros outras três vezes. Recordista peruano em participações (30), sequer passou da fase de grupos das últimas seis edições, sendo que em três caiu ainda na fase Pré.

Táchira
Será uma façanha chegar as oitavas. Mais que isso, aí já é querer muito...



Brasileiros que enfrentaram clubes argentinos em Libertadores

Na semana que vem começam os primeiros confrontos Brasil x Argentina em Libertadores, com as partidas entre Cruzeiro x Huracán e San Lorenzo x Corinthians. Mais adiante teremos os jogos de volta desses mesmos confrontos e também as duas partidas entre São Paulo x San Lorenzo, totalizando só na primeira fase seis jogos. E hoje o blog posta pra você o retrospecto de cada um dos clubes brasileiros contra os "hermanos".
Ninguém no Brasil enfrentou mais clubes argentinos que o Cruzeiro. O time mineiro jogou 28 vezes, com 12 vitórias, 5 empates e 11 derrotas, sendo que desses jogos oito foram em decisões. Logo a seguir vêm os paulistas São Paulo (21) e Palmeiras (19). A surpresa da lista é o Fluminense, que mesmo com apenas seis Libertadores disputadas aparece em quarto na lista com dezesseis confrontos, quatro a frente de Grêmio e Corinthians, este último que deixará o time gaúcho para trás quando enfrentar o atual campeão na quarta.
A grande curiosidade fica por conta do São Caetano. O clube do ABC paulista, vice campeão de 2002 não perdeu nenhum dos três jogos que fez contra argentinos, mas também não venceu, tendo empatado todos. Outro que tem retrospecto bem positivo é o Flamengo, que venceu quatro dos seis jogos que fez. Por outro lado, Vasco e Corinthians aparecem com bem mais derrotas que vitórias.
No geral, clubes dos dois países se enfrentaram 171 vezes e a vantagem, embora pequena é dos argentinos, que venceram 71 jogos contra 67 dos brasileiros. Outras 33 partidas terminaram empatadas.
Veja a seguir quais os clubes brasileiros que enfrentaram argentinos e o retrospecto de cada um:

28 Cruzeiro 12 vitórias, 5 empates e 11 derrotas
21 São Paulo 10 vitórias, 2 empates e 9 derrotas
19 Palmeiras 7 vitórias, 6 empates e 6 derrotas
16 Fluminense 6 vitórias, 4 empates e 6 derrotas
12 Grêmio 4 vitórias, 4 empates e 4 derrotas
     Corinthians 2 vitórias, 3 empates e 7 derrotas
10 Santos 5 vitórias e 5 derrotas
     Vasco 2 vitórias, 2 empates e 6 derrotas
  8 Internacional  4 vitórias, 1 empate e 3 derrotas
     Atlético Mineiro 4 vitórias e 4 derrotas
  6 Flamengo 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota
  4 Goiás 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota
  3 São Caetano 3 empates
  2 Botafogo 1 vitória e 1 derrota
     Bahia 1 vitória e 1 derrota
     Coritiba 1 vitória e 1 derrota
     Paulista 1 vitória e 1 derrota
     Paysandu 1 vitória e 1 derrota
     Guarani 1 empate e 1 derrota
     Atlético Paranaense 2 derrotas


Internacional: sétimo brasileiro a atingir cem jogos em Libertadores

Na vitória sobre a Universidad de Chile por 3 a 1 ontem a noite em Porto Alegre, o Internacional completou cem jogos em Libertadores. Foi a vitória de número 35 jogando em casa, tendo empatado nove e perdido as outras seis. Já como visitante foram 12 vitórias, 18 empates e 20 derrotas, o que dá no geral dos cem jogos 47 vitórias, 27 empates e 26 derrotas, marcando 144 e sofrido 92 gols.
Entre os clubes brasileiros o Internacional é o sétimo a atingir tal marca. O primeiro foi o Palmeiras, que chegou ao centésimo jogo na partida diante do Sport Boys-PER ainda em 2001. Depois vieram o São Paulo em 2006; Grêmio em 2007; Cruzeiro em 2009; Santos em 2011 no jogo do tricampeonato e por fim o Flamengo no ano passado. Coincidência ou não, todos esses clubes assim como o Inter chegaram ao jogo de número 100 na 11ª participação.
O próximo clube brasileiro a entrar para esse grupo será o Corinthians, na partida diante do Danúbio em casa no dia 01/04. Mas ao contrário dos outros brasileiros, o time paulista completará o centésimo jogo na sua participação de número doze.
Segue abaixo a lista com os clubes do Brasil que atingiram tal feito e em qual partida completaram cem jogos. Quando chegar a vez do Corinthians faremos um apanhado geral, isto é, de todos os clubes sul-americanos:

161 jogos São Paulo
21/03/2006 Chivas Guadalajara-MEX  1x2 (1ª fase)

148 jogos Palmeiras
11/04/2001 Sport Boys-PER 3x0 (1ª fase)

147 jogos Grêmio
02/05/2007 São Paulo 0x1 (oitavas)

139 jogos Cruzeiro
23/04/2009 Deportivo Quito-EQU 2x0 (1ª fase)

112 jogos Santos
22/06/2011 Peñarol-URU 2x1 (final)

101 jogos Flamengo
02/04/2014 Emelec-EQU 2x1 (1ª fase)

100 jogos Internacional
26/02/2015 Universidad de Chile 3x1 (1ª fase)



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Libertadores 2015: Resultados de 17 a 19 de Fevereiro



Começou na última terça-feira a fase de Grupos da Copa Libertadores 2015. Com exceção do Corinthians, que venceu o clássico regional diante do São Paulo, Atlético e Internacional além do próprio Tricolor, os clubes brasileiros estrearam perdendo fora de casa nessa primeira semana. Ao contrário dos argentinos Boca, Racing e San Lorenzo que venceram como visitantes. Somente o River perdeu na altitude boliviana.
Confira os resultados da semana com algumas curiosidades e os próximos jogos, com destaque para "o jogo da semana":



17/02 terça-feira
Universidad de Chile-CHI 0x1 Emelec-EQU
Montevideu Wanderers-URU 3x2 Zamora-VEN
The Strongest-BOL 3x1 Internacional
Dep. Táchira-VEN 0x5 Racing-ARG
Atlas-MEX 0x1 Santa Fé-COL

18/02 quarta-feira
Guaraní-PAR 2x2 Sporting Cristal-PER
Palestino-CHI 0x2 Boca Jrs-ARG
Colo Colo-CHI 2x0 Atlético Mineiro
Tigres-MEX 3x0 Juan Aurich-PER
Corinthians 2x0 São Paulo

19/02 quinta-feira
Libertad-PAR 2x2 Nacional-COL
Danúbio-URU 1x2 San Lorenzo-ARG
San Jose-BOL 2x0 River Plate-ARG

próximos jogos

24/02 terça-feira
Huracán-ARG x Mineros-VEN
Racing-ARG x Guaraní-PAR
Sporting Cristal-PER x Deportivo Táchira-VEN
Emelec-EQU x The Strongest-BOL

25/02 quarta-feira
Estudiantes-ARG x Barcelona-EQU
Atlético Mineiro x Atlas-MEX
São Paulo x Danúbio-URU
Universitário de Sucre-BOL x Cruzeiro

26/02 quinta-feira
Boca Jrs-ARG x Montevideu Wanderers-URU
Internacional x Universidad de Chile-CHI
Santa Fé-COL x Colo Colo-CHI
Zamora-VEN x Palestino-CHI

  • Foi a primeira derrota da Unversidad de Chile em casa para clubes equatorianos. Por outro lado, foi a segunda vez que o Emelec venceu em território chileno e a quinta vitória de times do Equador.
  • Das últimas dez participações em Libertadores, somente a de 2001 o The Strongest não enfrentou clubes brasileiros. Jogou contra Palmeiras e Juventude em 2000; Corinthians em 2003; São Caetano em 2004; São Paulo em 2005 e 2013; Goiás em 2006; Santos e Internacional em 2012; Atlético Mineiro em 2013 e outro Atlético, o Paranaense no ano passado.
  • Ao perder para o The Strongest em La Paz, o Internacional completou oito jogos seguidos sem vitória fora de casa. Já os bolivianos conquistaram sua sexta vitória consecutiva em seus domínios.
  • Foi a primeira vez em uma competição internacional que o Racing jogou na Venezuela, e estreou com goleada.
  • Ao receber um time peruano pela primeira vez, o Guaraní completou nove jogos sem vencer em casa. São cinco empates e quatro derrotas desde a última vitória, um 3x1 diante do Jorge Wilstermann-BOL em 2004.
  • Foi a primeira vez que o modesto Palestino enfrentou uma equipe argentina. Já pelos lados do Boca foi a partida de número 120 como visitante, com o mesmo número de vitórias e derrotas (46) e ainda empatou outras 28  vezes. Marcou 139 e sofreu 144 gols atuando fora de casa. Desde 2000 tem pelo menos um confronto Argentina x Chile em Libertadores.
  •  Em seu segundo confronto contra clubes peruanos, o Tigres jamais perdeu em casa numa partida de Libertadores. Diante do Juan Aurich o time mexicano somou onze jogos em casa ( 7 vitórias e 4 empates) enquanto que seu adversário de quarta é até hoje o único clube peruano a vencer uma partida no México (2x1 sobre o Estudiantes em 2010).
  • Foi a décima partida que o Colo Colo jogou contra clubes brasileiros em casa. E só saiu derrotado em apenas duas vezes, e ambas na mesma edição (2009) diante do Sport e do Palmeiras. Já os atleticanos jogaram apenas pela quarta vez no Chile.
  • Em sua partida de numero 80 como visitante em Libertadores, o São Paulo somou sete derrotas consecutivas com o revés de quarta. Já o Corinthians acumula uma invencibilidade de dezoito jogos sem derrota em casa (15 vitórias e 3 empates). Não perde em seus domínios desde a eliminação diante do River Plate nas oitavas de 2006.
  • Após vencer de virada o Danúbio, o atual campeão San Lorenzo pôs fim ao tabu de treze jogos seguidos sem vitórias fora de casa. Nem mesmo na campanha vitoriosa do ano passado o time conseguiu triunfar como visitante.
  • Com a derrota o River soma seis seguidas como visitante. Atuando na Bolívia venceu seis das treze partidas que fez pela Libertadores (contando com o jogo de ontem).



Grupos 1 e 2 da Copa Libertadores 2015

Grupo 1 Dois campeões em um grupo equilibrado


Club Social e Deportivo Atlas de Guadalajara-MEX

Quartas de final 2000 e 2008


Clube Atlético Mineiro-BRA

Campeão 2013
Semifinalista 1978
Quartas de final 2000
Oitavas de final 2014
Primeira fase 1972 e 1981


Club Social y Deportivo Colo Colo-CHI

Campeão 1991
Vice campeão 1973
Semifinalista 1964, 1967 e 1997
Oitavas de final 1988, 1990, 1992, 1994, 1998, 1999, 2007
1a fase 1961,1971,1974,1980,1982,1983,1985,1987,1989,2003,2004,2008,2009,2010 e 2011
Pré-Libertadores 2005 e 2006



Club Independiente Santa Fé-COL

Semifinalista 1961 e 2013
Oitavas de final 2006
Primeira fase 1967, 1972, 1976 e 1980 e 2014


confrontos entre as equipes do Grupo 1 em Libertadores
2008 Atlas x Colo Colo 3x0 e 1x1 1ª fase
2014 Atlético x Santa Fé 2x1 e 1x1 1ª fase

análise do Grupo 1

Favorito ao título    ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Atlas ♣♣
Nas duas vezes em que participou da Libertadores chegou as quartas de final. Em um grupo equilibrado ou pode de novo atingir tal feito ou nem passar de fase.

Atlético Mineiro ♣♣♣♣♣
Essa será a sétima participação do campeão em 2013. Depois da eliminação precoce ainda nas oitavas no ano passado, o time mineiro não se abateu e conquistou mais dois torneios inéditos: a Recopa Sul-Americana e a Copa do Brasil, essa sobre seu maior rival.

Colo Colo ♣♣
Único clube chileno campeão da Libertadores, é também o que mais participou da competição, com 29 presenças. Mas ultimamente só acumula decepções: de 2000 pra cá só passou da primeira fase uma única vez de nove edições disputadas, caindo ainda outras duas vezes na fase Pré. Sua última grande campanha foi ainda no século passado quando foi semifinalista em 1997.

Santa Fé ♣♣♣
Surpreendeu a todos ao terminar entre os quatro primeiros em 2013, mas decepcionou ao cair na fase de grupos ano passado perdendo a vaga para o até então inexpressivo Nacional do Paraguai. Semifinalista por duas vezes, vai pra sua nona participação, a terceira consecutiva.



Grupo 2 Três campeões e a “Costa Rica” do grupo


Sport Club Corinthians Paulista-BRA

Campeão 2012
Semifinalista 2000
Quartas de final 1996 e 1999
Oitavas de final 1991, 2003, 2006, 2010 e 2013
Primeira fase 1977
Pré-Libertadores 2011


Danubio Futbol Club-URU

Semifinalista 1989
Primeira fase 1978, 1984, 2005 e 2008
Pré-Libertadores 2007


Club Atletico San Lorenzo de Almagro-ARG

Campeão 2014
Semifinalista 1960,1973 e 1988
Quartas de final 1992,1996 e 2008
Primeira fase 2000,2001,2002,2005 e 2009


São Paulo Futebol Clube-BRA

Campeão 1992, 1993 e 2005
Vice-campeão 1974, 1994 e 2006
Semifinalista 1972, 2004 e 2010
Quartas de final 2008 e 2009
Oitavas de final 2007 e 2013
Primeira fase 1978, 1982 e 1987


confrontos entre as equipes do Grupo 2 em Libertadores
Jamais se enfrentaram

análise do Grupo 2

Favorito ao título    ♣♣♣♣♣
Deve chegar longe ♣♣♣♣
Pode surpreender  ♣♣♣
Passa só da 1ª fase ♣♣
Mero participante   ♣

Corinthians ♣♣♣♣
Campeão invicto de 2012, decepcionou ao cair nas oitavas no ao seguinte diante do mesmo adversário do título. Resta saber qual dos dois Corinthians estará em campo a partir dessa semana.

Danúbio
Passou de fase em apenas uma de seis edições disputadas. Em um grupo com três ex-campeões dificilmente alcançará os mata-matas, a não ser que dê uma de Costa Rica, que na última Copa do Mundo terminou em primeiro deixando pra trás Uruguai, Itália e Inglaterra.

San Lorenzo ♣♣♣♣
Atual campeão, o “time do Papa” perdeu o pique no segundo semestre que culminaram com as derrotas no Mundial e na Recopa, mas mesmo assim ainda é um dos principais clubes a pelo menos seguir longe na competição.

São Paulo ♣♣♣♣
Tricampeão da Libertadores, além dos dez anos de jejum o São Paulo terá que lutar contra outro fator negativo: o de ser eliminado por clubes brasileiros. Isso vem ocorrendo desde quando perdeu a final para o Inter em 2006. E assim como na última participação volta a encarar um time do país já na fase de grupos.