Páginas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Libertadores 2015: Resultados de 24 a 26 de Fevereiro



E na segunda semana da fase de grupos da Copa Libertadores 2015 tivemos algumas surpresas, como a segunda vitória seguida e também por goleada do Racing, sendo que o jogador Gustavo Bou fez até aqui dois hat-tricks, que é quando o jogador marca três ou mais gols em uma única partida. Tivemos o centésimo jogo do Internacional, a segunda derrota do Atlético Mineiro e a reabilitação do São Paulo. Vamos aos resultados da semana e em destaque o jogo principal da rodada:




24/02 terça-feira
Huracán-ARG 2x2 Mineros-VEN
Racing-ARG 4x1 Guaraní-PAR
Sporting Cristal-PER 1x1 Deportivo Táchira-VEN
Emelec-EQU 3x0 The Strongest-BOL

25/02 quarta-feira
Estudiantes-ARG 3x0 Barcelona-EQU
Atlético Mineiro 0x1 Atlas-MEX
São Paulo 4x0 Danúbio-URU
Universitário de Sucre-BOL 0x0 Cruzeiro

26/02 quinta-feira
Boca Jrs-ARG 2x1 Montevideu Wanderers-URU
Internacional 3x1 Universidad de Chile-CHI
Santa Fé-COL 3x1 Colo Colo-CHI
Zamora-VEN 0x1 Palestino-CHI

próximos jogos

03/03 terça-feira
Mineros-VEN x Universitário de Sucre-BOL
Cruzeiro x Huracán-ARG
Barcelona-EQU X Libertad-PAR

04/03 quarta-feira
Colo Colo-CHI x Atlas-MEX
San Lorenzo-ARG x Corinthians
Internacional x Emelec-EQU

05/03 quinta-feira
Universidad de Chile-CHI x The Strongest-BOL
River Plate-ARG x Tigres-MEX
Juan Aurich-PER x San Jose-BOL
Nacional-COL x Estudiantes-ARG

  • Racing jogou 28 partidas como mandante em Libertadores e perdeu apenas três, sendo que duas para clubes argentinos. A última derrota para estrangeiros foi em 1967 diante do Universitário do Peru. Já o Guaraní completou 27 partidas sem vencer fora de casa.
  • Sporting Cristal completou 98 partidas como local (44V,28E e 26D). Não perde há nove jogos em casa (6 vitórias e 3 empates).
  • The Strongest ganhou apenas 4 de 64 partidas que fez como visitante em Libertadores, empatando nove e perdendo outras 51. Não vence como visitante desde 1982 quando bateu o também boliviano Jorge Wilstermann por 2 a 1. Suas outras três vitórias foram:
    1965 Deportivo Quito-EQU 1x0 1ª fase
    1971 Chaco Petrolero-BOL 2x1 1ª fase
    1981 Técnico Universitário-EQU 2x1 1ª fase
  • Essa foi a partida de número 52 do Estudiantes em casa  (41V, 8E e 3D). Curiosamente sua primeira derrota na competição foi para o adversário de quarta (0x1 em 1971). As outras duas derrotas foram para o Olímpia-PAR em 1984 (0x1) e Cruzeiro em 2011 (0x3).
  • Barcelona não vence como visitante desde 1996 (2x1 Espoli-EQU). Fora do Equador a última vitória foi sobre o Universidad de los Andes-VEN em 1992 (1x0). Dos últimos 21 jogos empatou onze e perdeu os outros dez.
  • Atlético Mineiro perdeu apenas duas partidas das 28 que fez em casa pela Libertadores (1x2 Boca em 1978-fase semifinal e agora). Pela segunda vez enfrenta clubes mexicanos e novamente não os consegue vencer em casa. Já o Atlas vem de cinco jogos sem perder como visitante. Até aqui foram doze jogos (4V, 3E e 5D).
  • Na noite de quarta o São Paulo completou 80 jogos como mandante (60V, 12E e 8D). Não perde para clubes uruguaios desde a edição de 1982. Nos últimos oito jogos foram sete vitórias e um empate.
  • Clube brasileiro que mais venceu fora de casa ao lado do Palmeiras (27 vitórias), o Cruzeiro jogou na Bolívia apenas pela quarta vez. Foram dois confrontos contra o Real Potosí e dois com o Universitário de Sucre.
  • Em onze jogos diante de times uruguaios em casa o Boca venceu oito, empatou um e perdeu dois. Já o Montevidéu Wanderers enfrentou apenas outro clube argentino fora o Boca, o River em 1986.
  • O Internacional completou cem jogos em Libertadores com 47 vitórias, 27 empates e 26 derrotas, tendo marcado até aqui 144 gols e sofrido outros 92. Já a Universidad de Chile venceu apenas um jogo que fez no Brasil pela Libertadores. Foi pelas quartas de final da edição de 2010 quando bateu o Flamengo por 3 a 2 em pleno Maracanã.
  • Santa Fé não perde em casa há dezessete jogos (doze vitórias e cinco empates). É a primeira vez que recebe um clube chileno em Libertadores. Já o Colo Colo continua sem ganhar em solo colombiano. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário