Páginas

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Como foi a última Copa América no Chile

Pela sétima vez o Chile irá organizar uma Copa América. A última realizada em solo chileno foi há 24 anos atrás, no ano de 1991. Foi também a última antes da Conmebol convidar os países de outras confederações continentais a participar da competição.
Naquele ano de 1991 as dez seleções sul-americanas foram divididas em dois grupos de cinco cada. No Grupo A estavam Chile, Argentina, Paraguai, Peru e Venezuela, enquanto que o Grupo B era formado por Brasil, Colômbia, Equador, Uruguai e Bolívia. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançavam para o quadrangular final. Santiago, Valparaíso, Concepción e Viña del Mar foram as sedes.
O fato curioso da primeira fase é que no Grupo A não houve um empate sequer: os argentinos terminaram com 100% de aproveitamento e passaram junto com os anfitriões, este com três vitórias e uma derrota. Paraguai (duas vitórias e duas derrotas), Peru (uma vitória e três derrotas) e Venezuela (quatro derrotas) ficaram na primeira fase.
No Grupo B as coisas foram mais disputadas: Colômbia, Brasil e Uruguai terminaram com os mesmos cinco pontos. Os dois primeiros com duas vitórias, um empate e uma derrota e os uruguaios com uma vitória e três empates (naquele tempo vitória dava dois pontos). Na última rodada, que na época era jogada em rodada dupla, a Colômbia então líder do grupo perdeu para o Uruguai e com isso o Brasil só seguia adiante com uma vitória por dois gols de diferença diante do Equador, que também brigava por uma vaga. E a classificação brasileira veio somente nos acréscimos (3x1) e com isso os uruguaios davam adeus mesmo invictos.
O quadrangular final disputado no estádio Nacional de Santiago também em rodada dupla, seria aberto logo com um Brasil x Argentina, com vitória dos "hermanos" por 3 a 2, com três gols de cabeça. Chile e Colômbia ficariam no empate. Na segunda rodada novo empate chileno, dessa vez  contra a Argentina e no jogo de fundo o Brasil devolveria a derrota para a Colômbia pelo mesmo placar que havia perdido e permaneceria vivo na luta pelo bicampeonato.
Na última rodada o Brasil fez sua parte batendo os donos da casa por dois a zero e mais tarde torceria por uma vitória da Colômbia, mas com gols de Simeone e Batistuta os argentinos venceriam e não só terminariam campeões como também colocava fim a um tabu de 32 anos sem título de Copa América.


Copa América 1991 - Chile 

período 06 a 21 de julho
cidades-sedes Santiago, Valparaíso, Viña del Mar e Concepción
seleções participantes 10
partidas jogadas 26
gols marcados 73 (2,8 gols por partida)
artilheiro Gabriel Batistuta-ARG, 6 gols
melhor jogador Léo Rodriguez-ARG

classificação final
campeão Argentina
vice Brasil
terceiro Chile
quarto Colômbia

eliminados na primeira fase
Uruguai, Paraguai, Equador, Peru, Bolívia e Venezuela




Nenhum comentário:

Postar um comentário