Páginas

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Copa América 2015 - Grupo C



Jogos do Grupo C

14/06 Colômbia x Venezuela El Teniente (Rancágua)
14/06 Brasil x Peru Germán Becker (Temuco)
17/06 Brasil x Colômbia Monumental (Santiago)
18/06 Peru x Venezuela Elias Figueroa (Valparaíso)
21/06 Colômbia x Peru Germán Becker (Temuco)
21/06 Brasil x Venezuela Monumental (Santiago)


Brasil – Em busca da hegemonia perdida

Oito vezes campeão, o Brasil não dava tanto valor a competição sul-americana, tanto que até 1989 eram apenas quatro conquistas, e todas em casa. Tudo mudou a partir dos anos 90. Assim como os clubes brasileiros passaram a dominar a Libertadores, o mesmo pode-se dizer que aconteceu com a seleção: foram quatro títulos nas últimas seis edições. Após sucumbir ainda nas quartas de final em 2011, os brasileiros esperam retomar a hegemonia até mesmo para apagar um pouco o vexame da Copa do Mundo.

Participações 33
Ano de estréia 1916 (1ª edição)
Melhor colocação campeão oito vezes
Campanha 171J – 96V, 33E e 42D

  • Assim como Uruguai e Colômbia, o Brasil também faturou todas as edições que organizou: 1919, 1922, 1949 e 1989. Essas eram inclusive as únicas conquistas da seleção, que venceu pela primeira vez fora de casa em 1997.
  • Com dezessete gols, Zizinho é o maior artilheiro da Copa América, empatado com o argentino Norberto Mendez. É também o segundo jogador com maior número de partidas (33), uma a menos que o recordista , o chileno Sergio Livingstone.
  • Mesmo com oito participações e dezenove jogos a menos, o Brasil tem o mesmo número de gols marcados que o Uruguai (393).
  • O Brasil é a seleção que mais venceu em países diferentes ao lado do Uruguai: cinco no total. Os argentinos vêm logo a seguir com quatro. E olha que os brasileiros conquistaram a primeira fora de casa somente há dezoito anos. Muito também se deve ao fato do rodízio dos países-sede imposto nos anos 80.
  • Tricampeão mundial, Pelé jamais ganhou uma Copa América, mas foi artilheiro na edição que mais longe chegou: em 1959 quando foi vice.


Colômbia – Provar que 2001 não foi obra do acaso

A história colombiana em Copa América é bem modesta, foram apenas dezenove participações desde 1945, tanto que o país ocupa apenas a sétima colocação no ranking de pontos. Sua única conquista, a de 2001 jogando em casa entrou para a história como a única 100%: seis vitórias nos seis jogos, onze gols marcados e o mais impressionante, sem levar um golzinho sequer. Com a melhor geração da história e uma Copa de encher os olhos como foi aqui no Brasil, os colombianos são sim um dos favoritos ao título.

Participações 19
Ano de estréia 1945 (18ª edição)
Melhor colocação campeã em 2001
Campanha 103J – 38V, 21E e 44D

  • Os colombianos só levam vantagem sobre México, Equador e Venezuela, tendo desempenho igual contra a Bolívia.
  • Sofreu duas grandes goleadas para Brasil e Argentina, resultados praticamente impossíveis de se repetir nos tempos de hoje: 9 a 0  para o Brasil em 1957 e 9 a 1 para os argentinos em 1945.
  • Técnico campeão com a Colômbia em 2001, Francisco Maturana é o quarto treinador com mais partidas na competição: 23 jogos entre as seleções do Equador e Colômbia. Fica somente atrás de Guillermo Stábile-ARG (44 jogos), Manuel Fleitas Solich-PAR (37) e Luiz Tirado-CHI (35).


Peru – Não cai na fase de grupos há vinte anos

Os dois únicos títulos peruanos conquistados tiveram o fator casa como primordial: em 1939 quando organizou o torneio e em 1975 no sistema ida e volta em que atuar como mandante fez a diferença. Desde que terminaram em um surpreendente quarto lugar em 1997 os peruanos não sabem o que é cair na fase de grupos. No mesmo período somente o trio Argentina, Brasil e Uruguai alcançaram tal feito, desconsiderando a ausência dos argentinos em 2001.

Participações 29
Ano de estréia 1927 (11ª edição)
Melhor colocação duas vezes campeão
Campanha 138J – 49V, 32E e 57D

  • Das cinco vezes que organizou o torneio, o Peru só não terminou entre os quatro primeiros em duas oportunidades: em 1953 e em 2004. Nas outras três, ganhou a de 1939 e foi terceiro em 1927 e 1935.
  • Nas três edições disputadas sem sede fixa (1975, 1979 e 1983), o Peru é a única seleção ao lado do Brasil a estar entre os semifinalistas em todas elas.
  • Além do terceiro lugar na última edição, a melhor campanha peruana mais recente havia sido em 1997 quando terminou em quarto. Mas nas semifinais acabou eliminado na final pelo Brasil ao sofrer a pior goleada de sua história em Copa América: 7 a 0.


Venezuela – Duas edições seguidas sem cair na fase de grupos

Depois de ser rotulada como o saco de pancadas do futebol sul-americano, as coisas parecem estar mudando para os lados da Venezuela: já são duas edições seguidas avançando para as quartas. Em 2011 veio a melhor campanha da história, um inimaginável quarto lugar à frente de seleções como Argentina (anfitriã), Brasil, Chile e Colômbia.

Participações 15
Ano de estréia 1967 (29ª edição)
Melhor colocação quarto lugar em 2011
Campanha 55J – 4V, 12E e 39D


  • Em 55 jogos os venezuelanos venceram apenas quatro vezes: 3x0 na Bolívia em 1967; 2x0 no Peru em 2007; 1x0 no Equador e 2x1 no Chile em 2011. Nessa última edição teve apenas uma derrota, na disputa de terceiro lugar, já que nas semifinais caiu nos pênaltis diante dos paraguaios.
  • Entre a primeira e a segunda vitória passaram-se quarenta anos. Foram ao todo 42 jogos com 34 derrotas e oito empates no período.
  • Foi a última das seleções sul-americanas a estrear, já em 1967 e a lanterna do ranking tirando os países convidados.


confronto entre as seleções do Grupo C

Brasil x Colômbia 
7 jogos 5 vitórias do Brasil, 1 empate e 1 vitória da Colômbia
último confronto 
1997 Brasil 2x0 Colômbia (Bolívia)

Peru x Venezuela
6 jogos 4 vitórias do Peru, 1 empate e 1 vitória da Venezuela
último confronto
2011 Peru 4x1 Venezuela (Argentina)

Brasil x Peru
15 jogos 10 vitórias do Brasil, 3 empates e 2 vitórias do Peru
último jogo 
2001 Brasil 2x0 Peru (Colômbia)

Colômbia x Venezuela
5 jogos 4 vitórias da Colômbia e 1 empate
último confronto
2004 Colômbia 1x0 Venezuela (Peru)

Brasil x Venezuela
6 jogos 5 vitórias do Brasil e 1 empate
último jogo 
2011 Brasil 0x0 Venezuela (Argentina)

Peru x Colômbia
14 jogos 7 vitórias do Peru, 5 empates e 2 vitórias da Colômbia
último confronto
2011 Peru 2x0 Colômbia (Argentina)





Nenhum comentário:

Postar um comentário