Páginas

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Grupos 3 e 4 da Copa Libertadores 2016

Grupo 3 - Boca Jrs-ARG, Bolívar-BOL, Deportivo Cali-COL e Racing-ARG
Assim como em 2004

Boca, Deportivo Cali e Bolívar voltam a estar em um mesmo grupo, como em 2004. Campeão nacional e da copa de seu país, o Boca é favorito disparado a uma das vagas. Seu maior rival deverá ser o conterrâneo Racing, que pela segunda vez na história disputa uma Libertadores por dois anos seguidos. Correm por fora o Bolívar com a famosa altitude a favor e os colombianos do Deportivo Cali, duas vezes vice da Libertadores perdendo inclusive uma final para o próprio Boca.



25 participações – 6 títulos
254 jogos – 135 vitórias, 59 empates e 60 derrotas
391 gols a favor e 229 contra (saldo de 162 gols)
464 pontos – 4° do ranking (2° entre os argentinos)

Campeão 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007
Vice 1963, 1979, 2004 e 2012
Semifinal 1965, 1966, 1991 e 2008
Quartas de final 1970, 2002, 2005 e 2013
Oitavas de final 1989, 2009 e 2015
Primeira fase 1971, 1982, 1986 e 1994

Freguês Peñarol-URU (7 vitórias e 3 empates em 10 jogos)
Algoz Olímpia-PAR (eliminado em três mata-matas – 1979, 1989 e 2002)
Mais enfrentou River Plate (24J – 10V, 7E,7D)

Você sabia?
O Boca mais ganhou do que perdeu como visitante. Em 125 jogos fora de casa o time argentino venceu 48, empatou 30 e perdeu 47. A marca foi atingida ano passado quando venceu todas as três partidas que fez como visitante pela fase de grupos.

O melhor Boca de todos os tempos na Libertadores
Quase todo o time é formado por jogadores que ganharam tudo nos anos 2000 com exceção de “três intrusos” – dois presentes no bicampeonato de 1977/1978 e um na campanha do vice de 1963:

Hugo Gatti – Ibarra, Bermudez, Francisco Sá e Arruabarrena – Battaglia, Rattín e Riquelme – Guillermo Schelotto, Palermo e Carlitos Tévez. Técnico: Carlos Bianchi



31 participações
217 jogos – 87 vitórias, 47 empates e 83 derrotas
322 gols a favor e 327 contra (saldo negativo de 5 gols)
308 pontos – 9° no ranking (1° entre os bolivianos)

Semifinal 1986 e 2014
Quartas de final 1994, 1997, 1998 e 2000
Oitavas de final 1988, 1989, 1991, 1992, 1993, 1995 e 2012
Primeira fase 1967, 1969, 1970, 1976, 1977, 1979, 1983, 1984, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2010
Pré-Libertadores 2011 e 2013

Freguês times bolivianos (20 vitórias, 12 empates e 6 derrotas em 38 jogos)
Algoz Olímpia-PAR (2 vitórias em 11 jogos)
Mais enfrentou Olímpia-PAR (11J – 2V, 2E, 7D)

Você sabia?
O Bolívar jamais caiu na primeira fase entre os anos de 1988 e 1999 quando se classificavam três times para as oitavas, avançando as nove edições que participou das doze com o sistema antigo. Foi a formula de disputa mudar para apenas dois por grupo a partir de 2000 que o clube de La Paz avançou somente em três oportunidades das doze edições que participou.




19 participações
148 jogos – 61 vitórias, 29 empates e 58 derrotas
210 gols a favor e 188 contra (saldo de 22 gols)
212 pontos – 21° no ranking ( 2° entre os colombianos)

Vice 1978 e 1999
Semifinal 1977 e 1981
Quartas de final 1969 e 2004
Oitavas de final 2003
Primeira fase 1968, 1970, 1971, 1973, 1975, 1979, 1986, 1987, 1997, 2001, 2006 e 2014

Freguês Oriente Petrolero-BOL (5 vitórias e 1 derrota em 6 jogos)
Algoz Boca Jrs-ARG (1vitória em 8 jogos)
Mais enfrentou Boca Jrs-ARG (8J – 1V, 3E, 4D), River Plate-ARG (8J – 4V, 4D) e Millonarios-COL (8J – 2V, 3E, 3D)

Você sabia?
Na partida Deportivo Cali 3x2 Quilmes válido pela fase de grupos da edição de 1979 em Cáli-COL, dois dos três gols da vitória dos colombianos foram olímpicos.




7 participações – 1 título
67 jogos – 34 vitórias, 16 empates e 17 derrotas
114 gols a favor e 72 contra (saldo de 42 gols)
115 pontos – 42° no ranking (8° entre os argentinos)

Campeão 1967
Semifinal 1968 e 1997
Quartas de final 2015
Oitavas de final 1989 e 2003
Primeira fase 1962

Freguês Nacional-URU (1 derrota em 7 jogos)
Algoz clubes colombianos em mata-matas (2 eliminações em 2 confrontos)
Mais enfrentou Sporting Cristal-PER (8J – 5V,3D) e Universitário-PER (8J – 4V,2E,2D)

Você sabia?
Sete edições de Libertadores, 67 jogos e jamais o Racing jogou contra times do Brasil. Os outros confrontos na história foram válidos por outros torneios sul-americanos, como a extinta Supercopa.


Confrontos entre os times do Grupo 3 em Libertadores

1967 Racing x Bolívar (2x0 e 6x0) 1ª fase
1970 Boca Jrs x Bolívar (3x2 e 2x0) 1ª fase
1977 Deportivo Cali x Bolívar (0x3 e 3x0) 1ª fase
         Boca Jrs x Deportivo Cali (1x1 e 1x1) fase semifinal
1978 Boca Jrs x Deportivo Cali (0x0 e 4x0) final
1989 Boca Jrs x Racing (0x0, 2x3 e 3x1 desempate) 1ª fase
1991 Bolívar x Boca Jrs (2x0 e 0x0) 1ª fase
2001 Boca Jrs x Deportivo Cali (2x1 e 0x3) 1ª fase
2004 Boca Jrs x Deportivo Cali (1x0 e 3x0) 1ª fase
         Boca Jrs x Bolívar (1x3 e 3x0) 1ª fase
         Deportivo Cali x Bolívar (3x1 e 0x1) 1ª fase
2007 Boca Jrs x Bolívar (0x0 e 7x0) 1ª fase



Grupo 4 - Peñarol-URU, Nacional-COL, Sporting Cristal-PER e Huracán-ARG
Ex-campeões e times que podem surpreender

Pentacampeão da Libertadores, o Peñarol passou vários anos sem fazer boas campanhas até o vice de 2011. Desde então ficou apenas nisso, ao contrário do Nacional que divide com o Santa Fé o status de melhor time colombiano do momento, apesar da eliminação surpreendente do ano passado. Com a classificação do Huracán da fase Pré o grupo tornou-se um dos mais equilibrados que pode ter ainda o Sporting Cristal entre os classificados.



42 participações – 5 títulos
339 jogos – 153 vitórias, 75 empates e 111 derrotas
515 gols a favor e 405 contra (saldo de 110 gols)
534 pontos – 2° no ranking (2° entre os uruguaios)

Campeão 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987
Vice 1962, 1965, 1970, 1983 e 2011
Semifinal 1963, 1967, 1968, 1969, 1972, 1974, 1976, 1979, 1981 e 1985
Quartas de final 1988, 1997, 1998 e 2002
Oitavas de final 1989, 1995, 1996 e 2000
Primeira fase 1971, 1973, 1975, 1977, 1978, 1986, 2001, 2003, 2004, 2012, 2013 e 2014
Fase Pré 2005 e 2009

Freguês times venezuelanos (17 vitórias e 7 empates em 24 jogos)
Algoz Santos (duas derrotas em finais – 1962 e 2011)
Mais enfrentou Nacional-URU (38J – 13V, 15E, 10D)

Você sabia?
Todos os cinco títulos do Peñarol em Libertadores foram conquistados fora de casa: Defensores del Chaco em Assunção-PAR (1960); Pacaembu em São Paulo (1961) e Estádio Nacional de Santiago-CHI (1966, 1982 e 1987).

O melhor Peñarol de todos os tempos na Libertadores
Com cinco títulos, o time-base é todo ele formado por jogadores campeões:

Maidana – William Martinez, Nelson Gutiérrez, Juan Lezcano e Diogo – Nestor Gonçalves, Sasía e Pedro Rocha – Luis Cubilla, Alberto Spencer e Fernando Morena. Técnico: Roberto Scarone




17 participações – 1 título
142 jogos – 56 vitórias, 38 empates e 48 derrotas
186 gols a favor e 168 contra (saldo de 18 gols)
206 pontos – 23° no ranking (3° entre os colombianos)

Campeão 1989
Vice 1995
Semifinal 1990 e 1991
Quartas de final 1992 e 2014
Oitavas de final 1993, 2006, 2008, 2012 e 2015
Primeira fase 1972, 1974, 1975, 1977, 1982 e 2000

Freguês Peñarol-URU (4 vitórias em 4 jogos)
Algoz Grêmio (1 empate e 3 derrotas em 4 jogos)
Mais enfrentou América-COL (11J – 4V, 1E, 6D)

Você sabia?
Nacional e Olímpia-PAR se enfrentaram por três mata-matas seguidos de Libertadores: o time colombiano venceu a final de 1989 e perdeu as semifinais de 1990 e 1991. É até hoje o único confronto de mata-mata de Libertadores a acontecer por mais de duas edições consecutivas.




31 participações
203 jogos – 61 vitórias, 54 empates e 88 derrotas
261 gols a favor e 309 contra (saldo negativo de 48 gols)
237 pontos – 18° no ranking (2° entre os peruanos)

Vice 1997
Quartas de final 1968, 1993 e 1995
Oitavas de final 1992, 1996 e 2004
Primeira fase 1962, 1969, 1971, 1973, 1974, 1978, 1980, 1981, 1984, 1989, 1990, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2013 e 2015
Fase Pré 2007, 2009 e 2014

Freguês Bolívar-BOL (4 vitórias em 6 jogos)
Algoz River Plate-ARG (1 vitória e 5 derrotas em 6 jogos)
Mais enfrentou Universitário-PER (14J – 4V, 6E, 4D)

Você sabia?
O recorde de invencibilidade da história da Libertadores pertence ao Sporting Cristal. O clube peruano ficou dezesseis jogos sem perder entre as edições de 1962, 1968 e 1969.




2 participações
19 jogos – 8 vitórias, 7 empates e 4 derrotas
29 gols a favor e 19 contra (saldo de 10 gols)
31 pontos – 83° no ranking (14° entre os argentinos)

Semifinal 1974
Primeira fase 2015

Você sabia?
Finalista da última Copa Sul-Americana, o Huracán perdeu apenas duas das oito partidas que fez fora da Argentina, coincidente as duas últimas que fez pelo torneio, e ambas na Venezuela: 3 a 0 para o Mineros de Guayana no ano passado e 2 a 1 para o Caracas na terça-feira.



Confrontos entre os times do Grupo 4 em Libertadores

1968 Peñarol x Sporting Cristal (0x0 e 1x1) quartas
1974 Peñarol x Huracán (1x1 e 3x0) fase semifinal
1992 Nacional x Sporting Cristal (1x0 e 3x0) 1ª fase
1995 Nacional x Peñarol (3x1 e 3x1) oitavas
1996 Peñarol x Sporting Cristal (3x3 e 1x1) 1ª fase
2012 Nacional x Peñarol (4x0 e 3x0) 1ª fase





Nenhum comentário:

Postar um comentário