Páginas

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Grupos 7 e 8 da Copa Libertadores 2016

Grupo 7 - Olímpia-PAR, Emelec-EQU, Deportivo Táchira-VEN e Pumas-MEX 
Nivelados por baixo

Único grupo com apenas um campeão sul-americano, é o mais fraco da Libertadores: de volta a competição após o vice de 2013, o Olímpia é um dos favoritos a vaga ao lado do Emelec, que vem fazendo boas campanhas nos últimos anos. O Pumas corre por fora enquanto que os venezuelanos do Deportivo Táchira devem terminar na lanterna do grupo.



37 participações – 3 títulos
282 jogos – 112 vitórias, 82 empates e 88 derrotas
403 gols a favor e 350 contra (saldo de 53 gols)
418 pontos – 5° no ranking (1° entre os paraguaios)

Campeão 1979, 1990 e 2002
Vice 1960, 1989, 1991 e 2013
Semifinal 1961, 1980, 1982, 1986 e 1994
Quartas de final 1969 e 1993
Oitavas de final 1995, 1998 e 2003
Primeira fase 1963, 1966, 1970, 1972, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1981, 1983, 1984, 1987, 1988, 1996, 1999, 2000, 2001, 2004 e 2012

Freguês Boca Jrs-ARG (eliminou em três mata-matas – 1979, 1990 e 2002)
Algoz Peñarol-URU (3 empates e 5 derrotas em 8 jogos)
Mais enfrentou Cerro Porteño-PAR (32J – 11V, 12E, 9D)

Você sabia?
O Olímpia é o único time sul-americano presente em pelo menos uma final de Libertadores por década: vice em 1960, campeão em 1979, vice em 1989, campeão em 1990, vice em 1991, campeão em 2002 e vice em 2013.



24 participações
184 jogos – 58 vitórias, 35 empates e 91 derrotas
193 gols a favor e 263 contra (saldo negativo de 70 gols)
209 pontos – 22° no ranking (2° entre os equatorianos)

Semifinal 1995
Quartas de final 1968, 1990 e 2015
Oitavas de final 1994, 1999, 2001, 2012 e 2013
Primeira fase 1962, 1966, 1967, 1971, 1973, 1980, 1989, 1997, 2000, 2002, 2003, 2007, 2010, 2011 e 2014

Freguês Olímpia-PAR ( 2 vitórias e 2 empates em 4 jogos)
Algoz Nacional-URU (1 vitória e 7 derrotas em 8 jogos)
Mais enfrentou Barcelona-EQU (10J – 4V, 2E, 4D)

Você sabia?
Das 39 partidas que fez como visitante em onze edições que participou nesse século, o time equatoriano venceu apenas três, e todos pela fase de grupos: 1x0 no Sporting Cristal-PER em 2001, 3x2 no Olímpia-PAR em 2012 e 1x0 na Universidad de Chile-CHI no ano passado.


17 participações
105 jogos – 18 vitórias, 30 empates e 57 derrotas
93 gols a favor e 188 contra (saldo negativo de 95 gols)
84 pontos – 52° no ranking (1° entre os venezuelanos)

Quartas de final 2004
Oitavas de final 1989 e 1991
Primeira fase 1980, 1982, 1983, 1985, 1987, 1988, 2001, 2005, 2009 e 2015
Fase Pré 2006, 2007 e 2010

Freguês Marítimo-VEN (3 vitórias e 3 empates em 6 jogos)
Algoz Palmeiras (4 derrotas em 4 jogos)
Mais enfrentou Marítimo-VEN (6J – 3V, 3E), Tolima-COL (6J – 1V, 2E, 3D) e Cerro Porteño-PAR (6J – 1V, 2E, 3D)

Você sabia?
Das 52 partidas que fez como visitante em Libertadores o Táchira venceu apenas quatro, sendo que três em seu próprio país: 3x1 no Deportivo Petare em 1985; 3x0 no Estudiantes de Mérida em 1987 e 1x0 no Marítimo em 1989. A única vitória fora da Venezuela foi em 2009 quando venceu o Guarani-PAR por 2 a 1.



2 participações
14 jogos – 3 vitórias, 2 empates e 9 derrotas
12 gols a favor e 21 contra (saldo negativo de 9 gols)
11 pontos – 143° no ranking (16° entre os mexicanos)

Oitavas de final 2003
Primeira fase 2006

Você sabia?
Um dos times mais vitoriosos do México com três Ligas dos Campeões da Concacaf conquistadas, o Pumas ainda não se fez prevalecer de sua grandeza em Libertadores: foram apenas duas presenças sem empolgar.


Confrontos entre os times do Grupo 7 em Libertadores

2001 Olímpia x Emelec (1x1 e 2x2) 1ª fase
2012 Emelec x Olímpia (1x0 e 3x2) 1ª fase


Grupo 8 - Corinthians, Cerro Porteño-PAR, Cobresal-CHI e Santa Fé-COL
Velhos conhecidos, o único invicto e o campeão da Sul-Americana

Encontro de invictos: o Corinthians, campeão sem ser derrotado em 2012 e o Cobresal, que nunca perdeu uma partida sequer no torneio. Após o desmanche do time paulista o favoritismo passou para o Santa Fé, campeão da Sul-Americana. O time deve brigar pela outra vaga com o Cerro.




12 participações – 1 título
104 jogos – 55 vitórias, 23 empates e 26 derrotas
180 gols a favor e 104 contra (saldo de 76 gols)
188 pontos – 26° no ranking (6° entre os brasileiros)

Campeão 2012
Semifinal 2000
Quartas de final 1996 e 1999
Oitavas de final 1991, 2003, 2006, 2010, 2013 e 2015
Primeira fase 1977
Fase Pré 2011

Freguês Universidad Catolica-CHI (3 vitórias e 1 empate em 4 jogos)
Algoz River Plate-ARG (4 derrotas em 4 jogos)
Mais enfrentou Palmeiras (6J – 3V, 3D) e Boca Jrs-ARG (6J – 1V, 3E, 2D)

Você sabia?
Nas quarenta primeiras edições da Libertadores (de 1960 a 1999) o Corinthians esteve em apenas quatro: 1977, 1991, 1996 e 1999. Tudo mudou de 2000 pra cá, quando o time paulista esteve em metade das dezesseis edições desse século, o que dá uma média de uma participação a cada duas edições.

O melhor Corinthians de todos os tempos na Libertadores
O time é formado pelos jogadores das duas melhores campanhas da história do clube: a defesa do time campeão invicto de 2012, o meio de campo do time semifinalista de 2000 e o ataque com um jogador de cada campanha.

Cássio – Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos – Vampeta, Rincón, Marcelinho Carioca e Ricardinho – Emerson Sheik e Luisão. Técnico: Tite



37 participações
281 jogos – 99 vitórias, 84 empates e 98 derrotas
371 gols a favor e 372 contra (saldo negativo de 1 gol)
381 pontos – 6° no ranking (2° entre os paraguaios)

Semifinal 1973, 1978, 1993, 1998, 1999 e 2011
Quartas de final 1969, 1991 e 1992
Oitavas de final 1990, 1995, 1996, 2000, 2001, 2003, 2005 e 2014
Primeira fase 1962, 1964, 1967, 1971, 1972, 1974, 1975, 1980, 1981, 1985, 1988, 1994, 1997, 2002, 2006, 2007, 2010 e 2013
Fase Pré 2008 e 2015

Freguês times venezuelanos (12 vitórias, 6 empates e 2 derrotas em 20 jogos)
Algoz times brasileiros em mata-mata (5 eliminações em 5 confrontos)
Mais enfrentou Olímpia-PAR (32J – 9V, 12E, 11D)

Você sabia?
O Cerro é o time que mais participou da Libertadores sem chegar a uma final: em 37 presenças o máximo que conseguiu foi ser semifinalista por seis vezes.



1 participação
6 jogos – 1 vitória e 5 empates
6 gols a favor e 5 contra (saldo de 1 gol)
8 pontos – 149° no ranking (13° entre os chilenos)

Primeira fase 1986

Você sabia?
O Cobresal é o único time invicto da história da Libertadores: foram cinco empates e uma vitória nos seis jogos que fez na edição de 1986, sua única participação no torneio.




9 participações
75 jogos – 30 vitórias, 16 empates e 29 derrotas
102 gols a favor e 102 contra (saldo de zero gol)
106 pontos – 45° no ranking (6° entre os colombianos)

Semifinal 1961 e 2013
Quartas de final 2015
Oitavas de final 2006
Primeira fase 1967, 1972, 1976, 1980 e 2014

Freguês Real Garcilaso-PER (3 vitórias e 1 empate em 4 jogos)
Algoz times argentinos (2 vitórias, 2 empates e 8 derrotas em 12 jogos)
Mais enfrentou Atlético Mineiro (4J – 1E, 3D), Real Garcilaso-PER (4J – 3V, 1E) e Estudiantes-ARG (4J – 2V, 2D)

Você sabia?
Dos times que foram semifinalistas alguma vez, o Santa Fé foi o que mais demorou a voltar a uma semifinal: foram  52 anos de espera entre 1961 a 2013.


Confrontos entre os times do Grupo 8 em Libertadores

1999 Corinthians x Cerro Porteño (8x2 e 0x3) 1ª fase
2010 Corinthians x Cerro Porteño (1x0 e 2x1) 1ª fase
2013 Santa Fé x Cerro Porteño (2x1 e 1x0) 1ª fase




Nenhum comentário:

Postar um comentário