Páginas

segunda-feira, 14 de março de 2016

Brasileiros e argentinos jogando no Brasil

Grêmio 1x1 San Lorenzo foi o 90° jogo entre brasileiros e argentinos no Brasil.

Nessa edição tivemos dois confrontos entre times brasileiros e argentinos no Brasil: Palmeiras x Rosário Central e Grêmio x San Lorenzo. E ainda teremos São Paulo x River Plate que vão se enfrentar no mês que vem. Pensando no assunto o blog resolveu listar para você os brasileiros que receberam os argentinos e também quais os times do país vizinho que vieram jogar aqui.
Ao todo brasileiros e argentinos jogaram nos estádios daqui por 90 vezes e a vantagem é dos mandantes, com 54 vitórias. Os times da Argentina voltaram para casa vitoriosos em dezoito oportunidades, mesmo número de empates. Dos times que receberam argentinos por no mínimo cinco vezes apenas São Paulo (onze jogos) e Palmeiras (dez) estão invictos. Outros times que jamais perderam, mas com menos jogos são: Internacional (4 jogos), Flamengo (três), Goiás e São Caetano (dois jogos) e por fim Coritiba, Paulista e Botafogo com um jogo cada.
Do lado de lá nenhum time veio tanto ao Brasil quanto o Boca. Ao todo foram vinte jogos e um bom retrospecto, tendo o mesmo número de vitórias e derrotas (sete) e seis empates, além de voltar para Buenos Aires com três títulos dos seis que faturou na história. Já o Estudiantes perdeu sete dos oito jogos que fez por aqui e a única vitória foi na finalíssima de 2009. Argentinos Jrs, Ferro Carril Oeste e Huracán são os únicos times da Argentina que jamais perderam atuando no Brasil.


brasileiros x argentinos jogando no Brasil


90 Jogos 
54 vitórias dos brasileiros
18 vitórias dos argentinos
18 empates


brasileiros que receberam times argentinos


15 jogos 
Cruzeiro (9 vitórias, 3 empates e 3 derrotas)

11 jogos 
São Paulo (10 vitórias e 1 empate)

10 jogos 
Palmeiras (7 vitórias e 3 empates)

8 jogos 
Fluminense (3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas)

7 jogos 
Corinthians (3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas)
Grêmio (3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas)

5 jogos 
Santos (3 vitórias e 2 derrotas)
Vasco (2 vitórias e 3 derrotas)

4 jogos 
Internacional (3 vitórias e 1 empate)
Atlético Mineiro (3 vitórias e 1 derrota)

3 jogos 
Flamengo (3 vitórias)

2 jogos 
Goiás (2 vitórias)
São Caetano (2 empates)

1 jogo 
Coritiba (1 vitória)
Paulista (1 vitória)
Botafogo (1 vitória)
Atlético Paranaense (1 derrota)
Guarani (1 derrota)
Paysandu (1 derrota)
Bahia (1 derrota)


argentinos jogando no Brasil

20 jogos
Boca Jrs (7 vitórias, 6 empates e 7 derrotas)

11 jogos
River Plate (3 vitórias e 8 derrotas)

9 jogos
San Lorenzo (1 vitória, 3 empates e 5 derrotas)

8 jogos
Velez Sarsfield (1 vitória, 2 empates e 5 derrotas)
Estudiantes (1 vitória e 7 derrotas)

7 jogos
Independiente (2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas)

6 jogos
Rosário Central (1 empate e 5 derrotas)

5 jogos
Newell's Old Boys (1 empate e 4 derrotas)

4 jogos
Arsenal (1 empate e 3 derrotas)

3 jogos
Argentinos Jrs (2 vitórias e 1 empate)

2 jogos
Ferro Carril Oeste (1 vitória e 1 empate)
Lanús (2 derrotas)

1 jogo
Huracán (1 empate)
Banfield (1 derrota)
Gimnasia y Esgrima (1 derrota)
Quilmes (1 derrota)
Tigre (1 derrota)


cidades e estádios que receberam os confrontos

Ao todo catorze cidades diferentes do país sediaram as 90 partidas sendo que só São Paulo recebeu quase um terço (29 jogos) seguida do Rio de Janeiro (dezenove), Belo Horizonte (dezessete) e Porto Alegre (onze). A cidade de Santos sediou apenas dois dos cinco jogos que o time homônimo fez contra argentinos já que os outros três jogos do time santista foram realizados em São Paulo (um jogo) e no Rio de Janeiro (dois) enquanto que duas cidades que jamais tiveram time algum também sediaram jogos, e do Cruzeiro: Sete Lagoas e Ipatinga, ambas de Minas Gerais. 
Já em se tratando de estádios, o Mineirão é o recordista tendo sido palco de dezesseis jogos seguido do Morumbi (com treze) e Pacaembu e Maracanã, ambos com nove. O estádio do São Paulo recebeu jogos dos quatro grandes do Estado e o Pacaembu dos três da capital. Curiosamente o Maracanã foi palco de partidas de três dos quatro cariocas e de um paulista, o Santos. E o único da cidade que jamais enfrentou argentinos no "ex-maior do mundo" foi o Vasco, que jogos todos os seus cinco jogos em São Januário.
O Boca foi o que mais jogou por estádios diferentes: dez no total. Logo a seguir vem San Lorenzo (nove), River Plate (oito) e Velez Sarsfield (sete). Em se tratando de cidades inverte-se a ordem e o "time do Papa" é que aparece primeiro com sete cidades diferentes, deixando o Boca pra trás com seis junto com o Velez. River, Estudiantes e Independiente vêm logo a seguir com cinco cada.


29 jogos
São Paulo (13 no Morumbi, 9 no Pacaembu, 6 no Parque Antártica / Allianz Parque e 1 na Arena Corinthians)

19 jogos
Rio de Janeiro (9 no Maracanã, 5 em São Januário e 5 no Engenhão)

17 jogos
Belo Horizonte (16 no Mineirão e 1 no Independência)

11 Jogos
Porto Alegre (5 no Olímpico, 4 no Beira-Rio e 2 na Arena Grêmio)

2 jogos
Santos (2 na Vila Belmiro)
São Caetano do Sul (2 no Anacleto Campanella)
Curitiba (1 no Couto Pereira e 1 na Vila Capanema)
Goiânia ( 2 no Serra Dourada)

1 jogo
Jundiaí (Jaime Cintra)
Campinas (Brinco de Ouro)
Belém (Mangueirão)
Salvador (Fonte Nova)
Sete Lagoas (Arena do Jacaré)
Ipatinga (Ipatingão)





Nenhum comentário:

Postar um comentário