Páginas

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Especial Libertadores 02: Os maiores artilheiros em uma única edição


Daniel Onega na capa do "El Gráfico": recordista há 50 anos.

No nosso segundo especial sobre os artilheiros listamos os que mais gols fizeram em uma única edição de Libertadores. No topo da lista aparece o argentino Daniel Onega, atacante que anotou dezessete gols em 1966 jogando pelo River Plate, vice daquele ano. O recorde de Onega já perdura por cinquenta anos e o feito do argentino parece impossível de ser superado.
Na segunda colocação aparece o brasileiro Luisão, que marcou quinze gols pelo Corinthians dos 29 que fez na história da Libertadores na edição de 2000. Com um gol a menos está o argentino Norberto Raffo, artilheiro e campeão da edição de 1967 pelo Racing-ARG. Palhinha e Jardel, dois brasileiros respectivamente com treze e doze gols nas edições em que terminaram artilheiros (1976 e 1995) completam o Top 5.
Para a lista não ficar mais extensa publicamos apenas os jogadores que marcaram dez ou mais gols em uma única edição, fato esse que não acontece desde quando o paraguaio Salvador Cabañas terminou com a artilharia da Libertadores de 2007 pelo América do México, sendo que de lá pra cá os artilheiros têm chegado no máximo a oito gols:


maiores artilheiros em uma única edição de Libertadores


17 gols

Daniel Onega-ARG River Plate-ARG (1966)


15 gols

Luisão: artilheiro de 2000 com quinze gols.

Luisão-BRA Corinthians (2000)


14 gols

Norberto Raffo-ARG Racing-ARG (1967)


13 gols

Palhinha-BRA Cruzeiro (1976)


12 gols

Jardel-BRA Grêmio (1995)


11 gols

Zico na final contra o Cobreloa-CHI em 1981: artilheiro e campeão.

Tupãzinho-BRA Palmeiras (1968)
Zico-BRA Flamengo (1981)
Juan Carlos Sanchez-ARG Blooming-BOL (1985)
Antony de Ávila-COL América-COL (1996)
Alberto Acosta-ARG Universidad Católica-CHI (1997)


10 gols

Cabañas: o último artilheiro com dez gols.

Raul Castronovo-ARG Peñarol-URU (1970)
Carlos Aguilera-URU Peñarol-URU (1989)
Raúl Amarilla-PAR Olímpia-PAR (1989)
Sérgio João-BRA Bolívar-BOL (1998)
Rodrigo Mendes-BRA Grêmio (2002)
Salvador Cabanas-PAR América-MEX (2007)





Nenhum comentário:

Postar um comentário