Páginas

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Algumas curiosidades dos finalistas da Copa Libertadores 2016


Nacional-COL e Independiente del Valle-EQU já entraram para a história pela inusitada decisão entre si, embora ambos tivessem jogado o melhor futebol do torneio e merecidamente estão na final. Além de ser a primeira decisão de Libertadores entre clubes colombianos e equatorianos, é também a primeira entre países banhados pelo Oceano Pacífico. Essas e mais outras curiosidades envolvendo os dois times você vê agora:






  • O Nacional tornou-se o primeiro time a vencer na Argentina (2x0 Huracán), no Brasil (2x0 São Paulo) e no Uruguai (4x0 Peñarol) numa mesma edição. E o melhor, sem sofrer um único gol sequer.
  • Caso tivesse vencido o Independiente del Valle no Equador igualaria o feito do Boca Jrs-ARG em 2001, o único time a vencer em seis países diferentes.
  • Foi o segundo time na história da Libertadores a vencer como visitante por dois ou mais gols de diferença em uma semifinal, igualando o Estudiantes em 1969 (3 a 1 na Universidad Católica-CHI). 
  • A vitória sobre o São Paulo nas semifinais foi apenas a segunda do Nacional contra brasileiros em casa sendo que a primeira vitória havia sido uma partida antes, em 2014 diante do Atlético Mineiro válido pelas oitavas de final, que acabou eliminando o time brasileiro. Antes dos dois triunfos os colombianos haviam empatado quatro partidas (1x1 Vasco em 1975, 0x0 Internacional em 1993, 1x1 Grêmio em 1996 e 1x1 São Paulo em 2008) e perdido outras cinco (1x2 Cruzeiro em 1975, 0x1 Flamengo em 1993, 1x2 Palmeiras em 2006, 1x2 Fluminense em 2008 e 0x2 Grêmio em 2014). 
  • Primeiro colombiano a atingir nove vitórias numa mesma edição deixando pra trás América em 1996 e Santa Fé em 2013 (oito vitórias cada).
  • Foi a segunda vez que um colombiano vence um jogo de mata-mata no Brasil por dois gols de diferença. A primeira foi em 2011 quando o Once Caldas venceu o Cruzeiro por 2 a 0 em Minas. 
  • A última vez que o Nacional havia vencido os dois jogos de mata-mata de Libertadores antes de enfrentar o São Paulo foi em 1995 sobre o Peñarol-URU. Foi também a primeira vez que o São Paulo perde os dois jogos de mata-mata para um time estrangeiro.




  • Foi a segunda semifinal de Libertadores entre argentinos e equatorianos e novamente os times do Equador se classificaram. A outra vez foi em 1990 quando o Barcelona eliminou o River Plate.
  • Antes do Indepediente del Valle somente o Santos em 1963 é que havia vencido o Boca tanto na ida quanto na volta de uma fase de mata-mata.
  • O time equatoriano foi a terceira equipe a vencer Boca e River numa mesma edição de Libertadores, igualando-se a Bolívar-BOL em 1991 e Cruz Azul em 2001. Porém foi o primeiro a eliminar a dupla de qualquer competição internacional.
  • O del Valle é o primeiro equatoriano a vencer oito partidas de uma única edição de Libertadores, superando o El Nacional em 1985 que havia vencido sete.
  • O time do Equador marcou gols em todos os doze jogos que fez em casa na Libertadores somando todas as três participações (2014, 2015 e 2016).
  • Desde que a fase Pré-Libertadores passou a existir em 2005, o time equatoriano é o terceiro a chegar em uma decisão vindo dessa fase, como fizeram Estudiantes-ARG em 2009 e Olímpia-PAR em 2013.
  • É o terceiro finalista da história da Libertadores sem título nacional. Antes apenas o São Paulo em 1974 e o São Caetano em 2002 eram donos do feito.



Nenhum comentário:

Postar um comentário