Páginas

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Edições de Libertadores com três ex-campeões semifinalistas

Os três ex-campeões  com o "intruso" Independiente del Valle-EQU.

Ter ex-campeões entre os semifinalistas de uma Libertadores é mais do que comum. Excetuando a primeira edição onde todos os participantes eram inéditos e no período em que as semifinais eram disputadas em forma de grupos (1966 e 1967 e de 1971 a 1987), tivemos nenhum ex-campeão por apenas duas vezes. Onze edições contou com apenas um ex-campeão entre os semifinalistas. Já outras catorze oportunidades dois times que um dia levantaram a taça terminaram entre os quatro primeiros. E três ex-campeões, como a atual edição, quantas vezes tivemos na história? O blog responde pra você.
A primeira vez foi já na sexta edição em 1965, que contou com o Independiente-ARG, que defendia o título e Peñarol-URU e Santos, que haviam sido bicampeões até então. Com a volta dos mata-matas no fim dos anos 80, tivemos três ex-campeões de novo somente em 1990 com Nacional-COL, Olímpia-PAR e River Plate-ARG. Desde então, o feito repetiu-se mais seis vezes antes dessa edição, sendo a última em 2011 com Santos, Peñarol-URU e Velez Sarsfield-ARG entre os quatro primeiros colocados.
E você deve estar se perguntando: e semifinais com quatro ex-campeões, tivemos? Sim, apenas uma única vez, e foi em 2009. Numa das semifinais um encontro entre os tricampeões Estudiantes-ARG e Nacional-URU e na outra os bicampeões brasileiros Cruzeiro e Grêmio.
Veja a seguir as edições de Libertadores que contaram com três ex-campeões entre os semifinalistas:


semifinais de Libertadores com três ex-campeões

1965 Independiente-ARG, Peñarol-URU e Santos 
1990 Olímpia-PAR, Nacional-COL e River Plate-ARG
1991 Olímpia-PAR, Nacional-COL e Boca Jrs-ARG
1995 Grêmio, Nacional-COL e River Plate-ARG
1997 Cruzeiro, Colo Colo-CHI e Racing-ARG
2004 Boca Jrs-ARG, River Plate-ARG e São Paulo
2007 Boca Jrs-ARG, Grêmio e Santos
2011 Santos, Peñarol-URU e Vélez Sarsfield-ARG
2016 Nacional-COL, Boca Jrs-ARG e São Paulo



Nenhum comentário:

Postar um comentário