Páginas

domingo, 4 de setembro de 2016

Especial Campeonato Uruguaio 2016 (Torneo Transición)

Começou no último final de semana mais um Campeonato Uruguaio. A edição desse ano é a de número 113 de um dos campeonatos nacionais mais antigos do mundo, ficando atrás apenas da Argentina entre as ligas sul-americanas. Dezesseis times participarão dessa edição que será especial, pois a partir do ano que vem não será mais adotado o calendário europeu (começa em um ano e termina no outro) em vigor desde 2005. Os times jogarão em turno único somente nesse semestre onde o campeão será aquele que somar mais pontos ao longo das quinze rodadas, diferente do que vinha acontecendo desde 1994 em que os campeões dos dois turnos faziam uma final.
Essa edição não será classificatória para a Copa Libertadores e sim para a Copa Sul-Americana do ano que vem, já que as vagas para a principal competição do continente foram preenchidas pelos três primeiros colocados da edição 2015-2016: Peñarol, Nacional e Cerro.


participantes da edição 2016 (dividido por cidades)

Montevidéu Cerro, Danúbio, Defensor, Fénix, Liverpool, Montevideu Wanderers, Nacional, Peñarol, Racing, Rampla Jrs, River Plate e Villa Española

Colonia Plaza Colonia

Las Piedras Juventud

San José Sud América

Trinidad Boston River


atual campeão
Peñarol

Subiram da Segunda División 2015-2016 para a Primera División 2016 (Transición)
Boston River (Trinidad), Rampla Jrs e Villa Española (Montevidéu)

caíram da Primera División 2015-2016 para a Segunda División 2016-2017
El Tanque Sisley (Florida), Rentistas e Villa Teresa (Montevideu)


histórico do Campeonato Uruguaio

A primeira edição do Campeonato Uruguaio foi realizada em 1900, e desde então tivemos 112 edições e em apenas cinco oportunidades não houve disputa (1904, 1925, 1926, 1930 e 1948). Vinte e oito dessas edições foram realizadas na chamada Era Amadora e desde 1932 joga-se pela Era Profissional.
Houveram poucas mudanças de formato ou regulamento ao longo da história. A primeira significativa foi em 1994 com a adoção de uma final entre os campeões de cada turno, denominados Apertura e Clausura, já que até então a competição era disputada no sistema de pontos corridos. Caso algum time que não vencesse nenhum dos dois torneios terminasse com mais pontos na classificação geral, automaticamente se classificaria para a final enfrentando o vencedor do confronto entre os campeões do Apertura e Clausura.
Outra mudança importante foi a adoção do calendário europeu a partir de 2005, com o Apertura (primeiro turno) no segundo semestre de um ano e o Clausura (returno) no primeiro semestre do ano seguinte. Com o Torneo de Transición que se iniciou semana passada, a partir do ano que vem os dois torneios serão realizados no mesmo ano como era até 2004 e portanto teremos dois campeões em 2016.


Era Amadora (1900 a 1931)

Com onze títulos, o Nacional foi o que mais vezes venceu campeonatos da Era Amadora, dois a mais que seu arquirrival Peñarol. Extinto em 1925, o River Plate F.C. foi campeão quatro vezes, inspirando os criadores do atual homômino que debutou na Libertadores desse ano. As coincidências param por aí pois ambos não tem nenhuma ligação. Montevideu Wanderers e Rampla Jrs foram os outros clubes campeões do período.

11 Nacional (1902, 1903, 1912, 1915, 1916, 1917, 1919, 1920, 1922, 1923 e 1924)
 9 Peñarol (1900, 1901, 1905,1907, 1911, 1918, 1921, 1928 e 1929)
 4 River Plate F.C. (1908, 1910, 1913 e 1914)
 3 Montevideu Wanderers (1906, 1909 e 1931)
 1 Rampla Jrs (1927)


Era Profissional (desde 1932)

Aqui a vantagem é do Peñarol, campeão em 39 oportunidades, cinco a mais que o Nacional. Juntos, a dupla conquistou 44 títulos consecutivos desde a adoção do profissionalismo até 1976, quando a sequencia foi interrompida pelo Defensor, que divide a terceira posição do ranking de conquistas com o Danubio.

39 Peñarol (1932, 1935, 1936, 1937, 1938, 1944, 1945, 1949, 1951, 1953, 1954, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1973, 1974, 1975, 1978, 1979, 1981, 1982, 1985, 1986, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1999, 2003, 2010, 2013 e 2016)
34 Nacional (1933, 1934, 1939, 1940, 1941, 1942, 1943, 1946, 1947, 1950, 1952, 1955, 1956, 1957, 1963, 1966, 1969, 1970, 1971, 1972, 1977, 1980, 1983, 1992, 1998, 2000, 2001, 2002, 2006, 2009, 2011, 2012 e 2015)
4 Defensor (1976, 1987, 1991 e 2008)
   Danúbio (1988, 2004, 2007 e 2014)
1 Central Español (1984)
   Progreso (1989)
   Bella Vista (1990)


todos os campeões uruguaios

Somando-se os dois períodos o grande campeão é o Peñarol com 48 títulos, apenas três a mais que o Nacional. Os arquirrivais conquistaram juntos mais de 80% das edições do Campeonato Uruguaio, com os outros oito campeões nacionais dividindo os dezenove títulos restantes. A supremacia da dupla é tanta que a sequencia máxima que nenhum dos dois times conquistou títulos foi de cinco edições entre 1987 a 1991.

48 títulos
Peñarol  (1900, 1901, 1905,1907, 1911, 1918, 1921, 1928, 1929, 1932, 1935, 1936, 1937, 1938, 1944, 1945, 1949, 1951, 1953, 1954, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1973, 1974, 1975, 1978, 1979, 1981, 1982, 1985, 1986, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1999, 2003, 2010, 2013 e 2016)

45 títulos
Nacional (1902, 1903, 1912, 1915, 1916, 1917, 1919, 1920, 1922, 1923, 1924, 1933, 1934, 1939, 1940, 1941, 1942, 1943, 1946, 1947, 1950, 1952, 1955, 1956, 1957, 1963, 1966, 1969, 1970, 1971, 1972, 1977, 1980, 1983, 1992, 1998, 2000, 2001, 2002, 2006, 2009, 2011, 2012 e 2015)

4 títulos
River Plate F.C. (1908, 1910, 1913 e 1914)
Defensor (1976, 1987, 1991 e 2008)
Danúbio (1988, 2004, 2007 e 2014)

3 títulos
Montevideu Wanderers (1906, 1909 e 1931)

1 título
Rampla Jrs (1927)
Central Español (1984)
Progreso (1989)
Bella Vista (1990)


ranking de pontos (Era Profissional)

O Peñarol lidera em todos os quesitos (pontos, jogos, vitórias, gols e saldo) com o Nacional em segundo. O Defensor é o que mais empatou e com a defesa que mais gol sofreu enquanto que o Wanderers é o que mais perdeu. Já o Racing (12° colocado no ranking) é o que tem o pior saldo de gols, quesito esse na qual somente Peñarol, Nacional, Defensor e Danúbio possuem diferença positiva.

4100 Peñarol
4069 Nacional
2834 Defensor
2239 Danubio
2235 Montevideu Wanderers
2028 River Plate
1986 Cerro
1861 Liverpool
1679 Rampla Jrs
1375 Bella Vista


participações (somente na Era Profissional)

Um total de 35 times participaram de pelo menos uma edição do Campeonato Uruguaio desde que o futebol do país se profissionalizou em 1932. Como era de se esperar, os arquirrivais Peñarol e Nacional estiveram em todas as edições. O Defensor é o terceiro com duas participações a menos e na quarta posição aparece o Montevideu Wanderers. Estreante no Torneo Transición, o Boston River será o 36° a participar da competição.

85 Peñarol
     Nacional
83 Defensor
81 Montevideu Wanderers
68 River Plate
67 Cerro
66 Danúbio
     Liverpool
61 Rampla Jrs



Nenhum comentário:

Postar um comentário