Páginas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Real Madrid-ESP campeão mundial 2016 e Especial Mundial Interclubes


Em uma final decidida somente na prorrogação, o Real Madrid-ESP bateu o Kashima Antlers-JAP por 4 a 2 em Yokohama ontem pela manhã e faturou seu segundo Mundial de Clubes da FIFA. Somando as conquistas da extinta Copa Intercontinental, o time espanhol agora possui cinco mundiais e passa a ser o maior campeão isolado, já que esteve no topo do planeta em 1960, 1998, 2002, 2014 e agora em 2016. Com três gols anotados diante dos japoneses, Cristiano Ronaldo igualou-se a Pelé como os únicos a marcarem um hat-trick em final de mundial, já que o brasileiro havia anotado três gols sobre o Benfica-POR na decisão de 1962, recorde esse que perdurou por longos 54 anos.
Na preliminar tivemos a disputa de terceiro lugar vencida pelo Nacional-COL nos pênaltis (4 a 2) após empate por 2 a 2 no tempo normal. diante do América-MEX


disputa 3° lugar

18/12 domingo
Nacional-COL 2x2 América-MEX (4x3 pênaltis)


final

18/12 domingo
Real Madrid-ESP 4x2 Kashima Antlers-JAP


classificação final do Mundial de Clubes 2016

campeão Real Madrid-ESP
vice-campeão Kashima Antlers-JAP
3° lugar Nacional-COL
4° lugar América-MEX
5° lugar Jeonbuk Hyundai-COR
6° lugar Mamelodi Sundowns-AFS
7° lugar Auckland City-NZE



Ao todo 28 times faturaram o Mundial tanto Intercontinental quanto FIFA.

todos os campeões mundiais (em azul os campeões FIFA)

cinco mundiais
Real Madrid-ESP (1960, 1998, 2002, 2014 e 2016)

quatro mundiais
Milan-ITA (1969, 1989, 1990 e 2007)

três mundiais
Peñarol-URU (1961, 1966 e 1982)
Nacional-URU (1971, 1980 e 1988)
Boca Jrs-ARG (1977, 2000 e 2003)
São Paulo (1992, 1993 e 2005)
Internazionale-ITA (1964, 1965 e 2010)
Bayern-ALE (1976, 2001 e 2013)
Barcelona-ESP (2009, 2011 e 2015)

dois mundiais
Santos (1962 e 1963)
Independiente-ARG (1973 e 1984)
Ajax-HOL (1972 e 1995)
Juventus-ITA (1985 e 1996)
Porto-POR (1987 e 2004)
Manchester United-ING (1999 e 2008)
Corinthians (2000 e 2012)

campeões mundiais
Racing-ARG (1967)
Estudiantes-ARG (1968)
Feyenoord-HOL (1970)
Atlético de Madrid-ESP (1974)
Olímpia-PAR (1979)
Flamengo (1981)
Grêmio (1983)
River Plate-ARG (1986)
Estrela Vermelha-SER (1991)
Velez Sarsfield-ARG (1994)
Borussia Dortmund-ALE (1997)
Internacional (2006)


outros finalistas (24 times - em azul os vices do Mundial FIFA)

3 finais perdidas
Liverpool-ING (1981, 1984 e 2005)

2 finais perdidas
Benfica-POR (1961 e 1962)
Cruzeiro (1976 e 1997)
Vasco (1998 e 2000)

1 final perdida
Celtic Glasgow-ESC (1967)
Panathinaikos-GRE (1971)
Borussia Monchengladbach-ALE (1977)
Malmoe-SUE (1979)
Nottingham Forest-ING (1980)
Aston Villa-ING (1982)
Hamburgo-ALE (1983)
Argentinos Jrs-ARG (1985)
Steaua Bucarest-ROM (1986)
PSV Eindhoven-HOL (1988)
Nacional-COL (1989)
Colo Colo-CHI (1991)
Palmeiras (1999)
Once Caldas-COL (2004)
LDU Quito-EQU (2008)
Mazembe-RDC (2010)
Chelsea-ING (2012)
Raja Casablanca-MAR (2013)
San Lorenzo-ARG (2014)
Kashima Antlers-JAP (2016)


mais de uma final (em azul as finais do Mundial FIFA)

8 finais
Milan-ITA (1963, 1969, 1989, 1990, 1993, 1994, 2003 e 2007)

7 finais
Real Madrid-ESP (1960, 1966, 1998, 2000, 2002, 2014 e 2016)

6 finais
Independiente-ARG (1964, 1965, 1972, 1973, 1974 e 1984)

5 finais
Peñarol-URU (1960, 1961, 1966, 1982 e 1987)
Boca Jrs-ARG (1977, 2000, 2001, 2003 e 2007)
Barcelona-ESP (1992, 2006, 2009, 2011 e 2015)

4 finais
Estudiantes-ARG (1968, 1969, 1970 e 2009)

3 finais
Nacional-URU (1971, 1980 e 1988)
Juventus-ITA (1973, 1985 e 1996)
Olímpia-PAR (1979, 1990 e 2002)
São Paulo (1992, 1993 e 2005)
Liverpool-ING (1981, 1984 e 2005)
Manchester United-ING (1968, 1999 e 2008)
Internazionale-ITA (1964, 1965 e 2010)
Santos (1962, 1963 e 2011)
Bayern-ALE (1976, 2001 e 2013)
River Plate-ARG (1986, 1996 e 2015)

2 finais
Benfica-POR (1961 e 1962)
Ajax-HOL (1972 e 1995)
Grêmio (1983 e 1995)
Cruzeiro (1976 e 1997)
Vasco (1998 e 2000)
Porto-POR (1987 e 2004)
Corinthians (2000 e 2012)


clubes com duas ou mais finais consecutivas

3 finais
Estudiantes-ARG (1968, 1969 e 1970)
Independiente-ARG (1972, 1973 e 1974)

2 finais
Penãrol-URU (1960 e 1961)
Benfica-POR (1961 e 1962)
Santos (1962 e 1963)
Internazionale-ITA (1964 e 1965)
Independiente-ARG (1964 e 1965)
Milan-ITA (1989 e 1990)
São Paulo (1992 e 1993)
Milan-ITA (1993 e 1994)
Boca Jrs-ARG (2000 e 2001)


finalistas Intercontinental/FIFA - 13 times
Vasco, São Paulo, Liverpool-ING, Barcelona-ESP, Milan-ITA, Boca Jrs-ARG, Manchester United-ING, Estudiantes-ARG, Internazionale-ITA, Santos, Bayern-ALE, Real Madrid-ESP e River Plate-ARG

campeões Intercontinental/FIFA - 6 times
São Paulo, Milan-ITA, Manchester United-ING, Internazionale-ITA, Bayern-ALE e Real Madrid-ESP

campeões Intercontinental e vice FIFA - 4 times
Boca Jrs-ARG, Estudiantes-ARG, Santos e River Plate-ARG

campeão FIFA e vice Intercontinental - 1 time
Barcelona-ESP

vices Intercontinental/FIFA - 2 times
Vasco e Liverpool-ING


finais que se repetiram

1964-1965 Internazionale-ITA x Independiente-ARG
1960-1966 Real Madrid-ESP x Peñarol-URU
2003-2007 Boca Jrs-ARG x Milan-ITA


finais decididas em melhor de três (ida e volta entre 1960-1979)

1961 Peñarol-URU x Benfica-POR (0x1, 5x0 e 2x1)
1963 Santos x Milan-ITA (2x4, 4x2 e 1x0)
1964 Internazionale-ITA x Independiente-ARG (0x1, 2x0 e 1x0)
1967 Racing-ARG x Celtic-ESC (0x1, 2x1 e 1x0)


finais decididas na prorrogação 

1983 Grêmio x Hamburgo-ALE (2x1 e 1x1 tempo normal)
1987 Porto-POR x Peñarol-URU (2x1 e 1x1 tempo normal)
1989 Milan-ITA x Nacional-COL (1x0 e 0x0 tempo normal)
2001 Bayern-ALE x Boca Jrs-ARG (1x0 e 0x0 tempo normal)
2009 Barcelona-ESP x Estudiantes-ARG (2x1 e 1x1 tempo normal)
2016 Real Madrid-ESP x Kashima Antlers-JAP (4x2 e 2x2 tempo normal)


finais decididas nos pênaltis 

1985 Juventus-ITA x Argentinos Jrs-ARG (2x2 e 4x2 nos pênaltis)
1988 Nacional-URU x PSV Eindhoven-HOL (2x2 e 7x6 nos pênaltis)
1995 Ajax-HOL x Grêmio (0x0 e 4x3 nos pênaltis)
2000 Corinthians x Vasco (0x0 e 4x3 nos pênaltis)
2003 Boca Jrs-ARG x Milan-ITA (1x1 e 3x1 nos pênaltis)
2004 Porto-POR x Once Caldas-COL (0x0 e 8x7 nos pênaltis)


campeões por país (em azul os Mundiais FIFA)

10 títulos 
Brasil (1962, 1963, 1981, 1983, 1992, 1993, 2000, 2005, 2006 e 2012)

9 títulos 
Argentina (1967, 1968, 1973, 1977, 1984, 1986, 1994, 2000 e 2003)
Itália (1964, 1965, 1969, 1985, 1989, 1990, 1996, 2007 e 2010)
Espanha (1960, 1974, 1998, 2002, 2009, 2011, 2014, 2015 e 2016)

6 títulos
Uruguai (1961, 1966, 1971, 1980, 1982 e 1988)

4 títulos
Alemanha (1976, 1997, 2001 e 2013)

3 títulos 
Holanda (1970, 1972 e 1995)

2 títulos
Portugal (1987 e 2004)
Inglaterra (1999 e 2008)

1 título
Paraguai (1979)
Sérvia (1991)


títulos por confederação

Copa Intercontinental 
22 Conmebol
21 UEFA

Mundial de Clubes da FIFA
9 UEFA
4 Conmebol

todos os mundiais
30 UEFA
26 Conmebol


finais América do Sul x Europa (país x país)

9 finais
Itália x Argentina (1964, 1965, 1969, 1973, 1985, 1994, 1996, 2003 e 2007)

5 finais 
Espanha x Argentina (1974, 2000, 2009, 2014 e 2015)

4 finais
Brasil x Espanha (1992, 1998, 2006 e 2011)
Brasil x Inglaterra (1981, 1999, 2005 e 2012)

3 finais
Alemanha x Brasil (1976, 1983 e 1997)

2 finais
Espanha x Uruguai (1960 e 1966)
Holanda x Argentina (1970 e 1972)
Uruguai x Inglaterra (1980 e 1982)
Argentina x Inglaterra (1968 e 1984)
Uruguai x Portugal (1961 e 1987)
Brasil x Itália (1963 e 1993)
Argentina x Alemanha (1977 e 2001)

1 final
Brasil x Portugal (1962)
Argentina x Escócia (1967)
Uruguai x Grécia (1971)
Paraguai x Suécia (1979)
Argentina x Romênia (1986)
Uruguai x Holanda (1988)
Itália x Colômbia (1989)
Itália x Paraguai (1990)
Sérvia x Chile (1991)
Holanda x Brasil (1995)
Espanha x Paraguai (2002)
Portugal x Colômbia (2004)
Inglaterra x Equador (2008)


finais entre outras confederações

Europa x África
Itália x Rep. Dem. Congo (2010)
Alemanha x Marrocos (2013)

América do Sul x América do Sul
Brasil x Brasil (2000)

Europa x Ásia
Espanha x Japão (2016)


países com mais de uma final consecutiva

4 finais
Argentina (1967, 1968, 1979 e 1970)
Brasil (1997, 1998, 1999 e 2000)

3 finais
Argentina (1972, 1973 e 1974)
Inglaterra (1980, 1981 e 1982)
Argentina (1984, 1985 e 1986)
Espanha (2014, 2015 e 2016)

2 finais
Uruguai (1960 e 1961)
Portugal (1961 e 1962)
Brasil (1962 e 1963)
Itália (1964 e 1965)
Argentina (1964 e 1965)
Alemanha (1976 e 1977)
Uruguai (1987 e 1988)
Itália (1989 e 1990)
Brasil (1992 e 1993)
Itália (1993 e 1994)
Argentina (2000 e 2001)
Brasil (2005 e 2006)
Argentina (2014 e 2015)


finais consecutivas entre países

1964-1965 Itália x Argentina
2014-2015 Espanha x Argentina


número de clubes campeões por país

6 clubes
Argentina (Racing, Estudiantes, Independiente, Boca Jrs, River Plate e Velez Sarsfield)
Brasil (Santos, Flamengo, Grêmio, São Paulo, Corinthians e Internacional)

3 clubes
Itália (Internazionale, Milan e Juventus)
Espanha (Real Madrid, Atlético de Madrid e Barcelona)

2 clubes
Uruguai (Peñarol e Nacional)
Holanda (Feyenoord e Ajax)
Alemanha (Bayern e Borussia Dortmund)

1 clube
Paraguai (Olímpia)
Portugal (Porto)
Sérvia (Estrela Vermelha)
Inglaterra (Manchester United)


cidades com mais de um clube campeão do mundo

3 times
Buenos Aires-ARG (Boca Jrs, River Plate e Velez Sarsfield)

2 times
Milão-ITA (Internazionale e Milan)
Montevidéu-URU (Peñarol e Nacional)
Avellaneda-ARG (Racing e Independiente)
Madrid-ESP (Real Madrid e Atlético de Madrid)
São Paulo (São Paulo e Corinthians)
Porto Alegre (Grêmio e Internacional)


jogadores mais vezes campeões (em azul os Mundiais FIFA)

3 títulos
Paolo Maldini-ITA (Milan-ITA 1989, 1990 e 2007)
Cafu-BRA (São Paulo 1992, 1993 e Milan-ITA 2007)
Iniesta-ESP (Barcelona-ESP 2009, 2011 e 2015)
Daniel Alvez-BRA (Barcelona-ESP 2009, 2011 e 2015)
Piqué-ESP (Barcelona-ESP 2009, 2011 e 2015)
Busquets-ESP (Barcelona-ESP 2009, 2011 e 2015)
Lionel Messi-ARG (Barcelona-ESP 2009, 2011 e 2015)
Toni Kroos-ALE (Bayern-ALE 2013 e Real Madrid-ESP 2014 e 2016)
Cristiano Ronaldo-POR (Manchester United-ING 2008 e Real Madrd-ESP 2014 e 2016)

campeões mundiais como jogador e técnico

Luis Cubilla-URU
como jogador - Peñarol-URU 1961 e Nacional-URU 1971
como técnico - Olímpia-PAR 1979

Juan Martín Mujica-URU
como jogador - Nacional-URU 1971
como técnico - Nacional-URU 1980

Carlo Ancelotti-ITA
como jogador - Milan-ITA 1989 e 1990
como técnico - Milan-ITA 2007 e Real Madrid-ESP 2014

Zinedine Zidane-FRA
como jogador - Juventus-ITA 1996 e Real Madrid-ESP 2002
como treinador - Real Madrid-ESP 2016



Nenhum comentário:

Postar um comentário