Páginas

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Apenas cinco campeões brasileiros faturaram a Libertadores no ano seguinte

Corinthians em 2012: último campeão brasileiro a vencer a Libertadores.
A surpreendente eliminação do Palmeiras para o Barcelona-EQU ainda nas oitavas de final semana passada mostrou mais uma vez que nem sempre o título do Campeonato Brasileiro é sinônimo de triunfo também na Libertadores. Pelo contrário: dos dezessete títulos da principal competição sul-americana, apenas cinco teve como vencedor o campeão brasileiro do ano anterior.
O primeiro campeão brasileiro a conquistar a Libertadores foi o Santos em 1962, quando a competição nacional era a extinta Taça Brasil. Depois vieram o Flamengo em 1981, o São Paulo em 1992, o Vasco em 1998 e por fim o Corinthians em 2012, este último o único na era dos pontos corridos. Curiosamente apenas paulistas e cariocas atingiram tal feito.
Outros quatro levaram a Libertadores para casa após vencerem a Copa do Brasil; outros dois como campeões da própria Libertadores do ano anterior e por fim seis alcançaram a glória sul-americana sem vencer nenhuma competição nacional.
Quanto a fase de Libertadores que cada clube campeão brasileiro alcançou,o que chama a atenção é que a maioria acabou eliminada ainda na primeira fase (15 clubes). Depois com um time a menos vem a fase de quartas de final; nove ex-campeões nacionais acabaram eliminados nas oitavas e seis foram semifinalistas. Dos outros nove que chegaram à decisão, cinco levantaram a taça e quatro acabaram com o vice.
Abaixo segue a lista com os brasileiros que conquistaram a Libertadores e a respectiva colocação no campeonato nacional do ano anterior, além das fases que cada campeão brasileiro alcançou na Libertadores do ano seguinte:


1962 Santos (campeão da Taça Brasil de 1961)
1963 Santos (campeão da Libertadores do ano anterior)
1976 Cruzeiro (vice do Campeonato Brasileiro de 1975)
1981 Flamengo (campeão do Campeonato Brasileiro de 1980)
1983 Grêmio (vice do Campeonato Brasileiro de 1982)
1992 São Paulo (campeão do Campeonato Brasileiro de 1991)
1993 São Paulo (campeão da Libertadores do ano anterior)
1995 Grêmio (campeão da Copa do Brasil de 1994)
1997 Cruzeiro (campeão da Copa do Brasil de 1996)
1998 Vasco (campeão do Campeonato do Brasileiro de 1997)
1999 Palmeiras (campeão da Copa do Brasil de 1998)
2005 São Paulo (terceiro colocado do Campeonato Brasileiro de 2004)
2006 Internacional (vice do Campeonato Brasileiro de 2005)
2010 Internacional (vice do Campeonato Brasileiro de 2009)
2011 Santos (campeão da Copa do Brasil de 2010)
2012 Corinthians (campeão do Campeonato Brasileiro de 2011)
2013 Atlético Mineiro (vice do Campeonato Brasileiro de 2012)


campeões brasileiros e quais fases da Libertadores alcançaram

campeões - 5 clubes
1962 Santos / 1981 Flamengo / 1992 São Paulo / 1998 Vasco / 2012 Corinthians

vice-campeões - 4 clubes
1961 Palmeiras / 1968 Palmeiras / 1980 Internacional / 2003 Santos

semifinalistas - 6 clubes
1965 Santos / 1967 Cruzeiro / 1977 Internacional / 1979 Guarani / 1984 Flamengo / 2000 Corinthians

quartas de final - 14 clubes
1989 Bahia / 1990 Vasco / 1993 Flamengo / 1995 Palmeiras / 1997 Grêmio / 1999 Corinthians / 2001 Vasco / 2005 Santos / 2008 São Paulo / 2009 São Paulo / 2010 Flamengo / 2013 Fluminense / 2014 Cruzeiro / 2015 Cruzeiro

oitavas de final - 9 clubes
1991 Corinthians / 1994 Palmeiras / 1996 Botafogo / 2004 Cruzeiro / 2006 Corinthians / 2007 São Paulo / 2011 Fluminense / 2016 Corinthians / 2017 Palmeiras

primeira fase - 15 clubes
1960 Bahia / 1971 Fluminense / 1972 Atlético Mineiro / 1973 Palmeiras / 1974 Palmeiras / 1975 Vasco / 1976 Internacional / 1978 São Paulo / 1982 Grêmio / 1983 Flamengo / 1985 Fluminense / 1986 Coritiba / 1987 São Paulo / 1988 Sport Recife / 2002 Atlético Paranaense




domingo, 13 de agosto de 2017

Pais e filhos campeões da Libertadores


Os Matosas (a esquerda), os Verón (no centro) e os Gonçalves (a direita) em 2014.
Hoje é domingo Dia dos Pais e o blog preparou pra você uma matéria bem sugestiva para essa data comemorativa: listamos os pais e filhos campeões da Copa Libertadores.
Tivemos alguns casos de jogadores que disputaram a competição e mais tarde foram a vez de seus filhos, como por exemplo o ex-goleiro paraguaio Roberto Gato Fernandez, pai do atual goleiro do Botafogo Gatito Fernandez ou a família Forlán, representados pelo pai Pablo e o filho Diego. Mas apenas três tiveram a honra de transmitir o DNA vitorioso aos seus filhos: os uruguaios Néstor Gonçalves (já falecido) e Roberto Matosas e o argentino Juan Ramón Verón. Tanto os pai quanto os filhos foram campeões nos mesmos clubes.
Gonçalves e Matosas foram companheiros no bicampeonato do Peñarol-URU em 1960 e 1961, sendo o primeiro campeão também em 1966 e tido como um dos maiores jogadores da história do time uruguaio enquanto que Juan Verón foi um dos protagonistas do tricampeonato do Estudiantes-ARG de 1968 a 1970. Curiosamente mais tarde os filhos dos uruguaios também seriam campeões juntos, estando presentes na última conquista do Peñarol em 1987. Já Verón, apelidado de La Brujita em alusão ao pai, conhecido nos anos 60 e 70 como La Bruja, levantaria a quarta taça do mesmo Estudiantes em 2009. A dinastia dos Verón esteve presente em todas as Libertadores conquistadas pelo clube argentino.
E Feliz Dia dos Pais aos pais que acompanham nosso blog!



Gonçalves e Matosas: os pais na mesma foto em 1962...

... e os filhos também juntos em 1987.
Néstor Gonçalves (pai - falecido ano passado)
3 títulos (1960, 1961 e 1966) e 3 vices (1962, 1965 e 1970)

Jorge Gonçalves (filho)
1 título (1987)

Roberto Matosas (pai)
2 títulos (1960 e 1961) e 2 vices (1965 e 1970)

Gustavo Matosas (filho)
1 título (1987)


Verón pai e filho: presentes nos quatro títulos do Estudiantes.
Juan Ramón Verón (pai)
3 títulos (1968, 1969 e 1970) e 1 vice (1971)

Juan Sebástian Verón (filho)
1 título (2009)




sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Os classificados para as quartas de final da Copa Libertadores 2017

Foram definidos os oito quadrifinalistas da Copa Libertadores 2017: Lanús, River Plate e San Lorenzo (Argentina), Botafogo, Grêmio e Santos (Brasil), Jorge Wilstermann (Bolívia) e Barcelona (Equador). De um lado da chave estão os três argentinos e o representante boliviano; do outro lado os brasileiros e o time do Equador.
Os três brasileiros que avançaram venceram tanto na ida quanto na volta; Barcelona e Jorge Wilstermann, os únicos que haviam vencido na ida jogando em casa voltaram para seus países classificados, sendo que o time equatoriano perdeu mas se classificou nos pênaltis e o boliviano segurou o empate; River Plate empatou em casa após ter vencido fora, caminho inverso do Lanús. E por fim o San Lorenzo que havia vencido fora, perdeu em casa mas avançou nos pênaltis.
Os jogos das quartas de final da Copa Libertadores 2017 serão disputados entre os dias 13 e 21 de setembro e até lá o blog vai postando os já conhecidos especiais. Por ora veja os resultados, o resumo dos jogos das oitavas de final e como ficaram os confrontos da próxima fase:


oitavas de final - jogos de volta  

08/08 terça-feira
River Plate-ARG 1x1 Guaraní-PAR
Lanús-ARG 1x0 The Strongest-BOL

09/08 quarta-feira
Atlético Mineiro 0x0 Jorge Wilstermann-BOL
Palmeiras 1x0 Barcelona-EQU (4x5 pênaltis)
Grêmio 2x1 Godoy Cruz-ARG

10/08 quinta-feira
San Lorenzo-ARG 0x1 Emelec-EQU (5x4 pênaltis)
Santos 1x0 Atlético Paranaense
Botafogo 2x0 Nacional-URU


confrontos das quartas de final

River Plate-ARG x Jorge Wilstermann-BOL
Lanús-ARG x San Lorenzo-ARG
Santos x Barcelona-EQU
Grêmio x Botafogo



  • Agora o River Plate soma seis vitórias e dois empates em oito jogos diante do Guarani. Além disso, argentinos e paraguaios estão empatados em confrontos eliminatórios: nove classificações pra cada lado.
  • Foi o quarto mata-mata entre argentinos e bolivianos e a terceira vitória dos times da Argentina. E diferente de 2014 quando caiu para o Bolívar, dessa vez o Lanús eliminou um adversário desse país.
  • Ao ser eliminado pelo Jorge Wilstermann o Atlético Mineiro quebrou uma escrita: em três mata-matas os brasileiros jamais haviam caído para times bolivianos. Curiosamente todas as outras vezes os paulistas é que haviam representado o país (Palmeiras em 1995, Corinthians em 1999 e Santos em 2012). 
  • Em onze mata-matas envolvendo brasileiros e equatorianos somente uma vez os times do Equador haviam se saído vitorioso: foi na final de 2008 entre LDU Quito e Fluminense. O Palmeiras tornou-se o segundo brasileiro a ser eliminado por equatorianos.
  • Na única vez em que eliminou clubes argentinos em mata-mata de Libertadores antes do Godoy Cruz o Grêmio também havia vencido os dois jogos (River Plate em 2002). 
  • Ao despachar o Emelec o San Lorenzo agora soma duas classificações e uma eliminação nos confrontos diante de clubes equatorianos em mata-mata. 
  • Depois de 54 longos anos o Santos volta a eliminar um time brasileiro. A única vez havia sido pelas semifinais de 1963 contra o Botafogo. De lá pra cá foram três eliminações até a quebra do jejum ontem. E o Atlético Paranaense caiu para times brasileiros pela terceira vez e sua única vitória continua sendo aquela sobre o próprio Santos em 2005.
  • O Nacional tornou-se o quinto ex-campeão a ser eliminado pelo Botafogo somente nessa edição, juntando-se a Colo Colo-CHI e Olímpia-PAR nas fases preliminares e Atlético Nacional-COL e Estudiantes-ARG na fase de grupos. E agora terá como adversário mais um ex-campeão, o Grêmio.





terça-feira, 8 de agosto de 2017

Jogos de volta das oitavas de final da Copa Libertadores 2017

Demorou mas finalmente os jogos de volta das oitavas de final da Copa Libertadores 2017 serão realizados nessa semana com dois jogos na terça, três na quarta e os outros três jogos na quinta-feira. Cinco clubes venceram fora de casa: Grêmio, Botafogo, San Lorenzo-ARG, River Plate-ARG e Santos, sendo que os dois últimos podem perder por até um gol de diferença que avançam; Jorge Wilstermann-BOL e Barcelona-EQU venceram em seus domínios e jogam por um empate fora enquanto que na única partida que terminou empatada o Lanús-ARG passa para as oitavas com outro empate, mas sem gols. Ao The Strongest-BOL resta vencer ou empatar por dois gols em diante.
Confira os jogos de volta das oitavas de final que definirão os quadrifinalistas da Copa Libertadores 2017:


08/08 terça-feira
River Plate-ARG x Guaraní-PAR
Lanús-ARG x The Strongest-BOL

09/08 quarta-feira
Atlético Mineiro x Jorge Wilstermann-BOL
Palmeiras x Barcelona-EQU
Grêmio x Godoy Cruz-ARG

10/08 quinta-feira
San Lorenzo-ARG x Emelec-EQU
Santos x Atlético Paranaense
Botafogo x Nacional-URU





domingo, 6 de agosto de 2017

Libertadores 2017: Confrontos entre os países representados nas oitavas

Terça-feira teremos os jogos de volta das oitavas de final da Copa Libertadores 2017 e o blog traz pra você os confrontos internacionais entre os países representados nessa fase, com exceção dos confrontos entre brasileiros que faremos em um outro especial:


mata-matas entre argentinos e paraguaios
9 vitórias dos paraguaios
8 vitórias dos argentinos

1979 Olímpia x Boca Jrs (2x0 e 0x0) final
1989 Olímpia x Boca Jrs (2x0, 3x5 e 7x6 pênaltis) oitavas
1998 Cólon x Olímpia (3x2, 0x1 e 2x1 pênaltis) oitavas
2000 River Plate x Cerro Porteño (4x0 e 1x0) oitavas
2002 Olímpia x Boca Jrs (1x1 e 1x0) quartas
2006 Libertad x River Plate (2x2 e 3x1) quartas
2007 Boca Jrs x Libertad (1x1 e 2x1) quartas
2009 Estudiantes x Libertad (3x0 e 0x0) oitavas
2011 Cerro Porteño x Estudiantes (0x0, 0x0 e 5x3 pênaltis) oitavas
      Vélez Sarsfield x Libertad (3x0 e 4x2) quartas
2013 Olímpia x Tigre (1x2 e 2x0) oitavas
2014 Nacional x Velez Sarsfield (1x0 e 2x2) oitavas
      Nacional x Arsenal (1x0 e 0x0) quartas
      San Lorenzo x Nacional (1x1 e 1x0) final
2015 Guaraní x Racing (1x0 e 0x0) quartas
      River Plate x Guaraní (2x0 e 1x1) semifinais
2016 Boca Jrs x Cerro Porteño (2x1 e 3x1) oitavas


mata-matas entre brasileiros e bolivianos
3 vitórias dos brasileiros

1995 Palmeiras x Bolívar (0x1 e 3x0) oitavas
1999 Corinthians x Jorge Wilstermann (1x1 e 5x2) oitavas
2012 Santos x Bolívar (1x2 e 8x0) oitavas


mata-matas entre argentinos e bolivianos
2 vitórias dos argentinos
1 vitória dos bolivianos

1988 Newell's Old Boys x Bolívar (0x1, 1x0 e 3x2 nos pênaltis) oitavas
2014 Bolívar x Lanús (1x1 e 1x0) quartas
      San Lorenzo x Bolívar (5x0 e 0x1) semifinais


mata-matas entre argentinos e equatorianos
7 vitórias dos argentinos
5 vitórias dos equatorianos

1990 Barcelona x River Plate (1x0, 0x1 e 3x4 pênaltis) semifinais
1992 San Lorenzo x Valdez (2x0 e 2x0) oitavas
1999 River Plate x LDU (1x0, 0x1 e 5x4 pênaltis) oitavas
2000 Boca Jrs x El Nacional (0x0 e 5x3) oitavas
2001 River Plate x Emelec (0x2 e 5x0) oitavas
2002 Boca Jrs x El Nacional (0x0 e 2x0) oitavas
2005 River Plate x LDU (1x2 e 4x2) oitavas
2008 LDU x Estudiantes (2x0 e 1x2) oitavas
      LDU x San Lorenzo (1x1, 1x1 e 5x3) quartas
2011 Velez Sarsfield x LDU (3x0 e 2x0) oitavas
2016 Independiente del Valle x River Plate (2x0 e 0x1) oitavas
      Independiente del Valle x Boca Jrs (2x1 e 3x2) semifinais


mata-matas entre brasileiros e equatorianos
10 vitórias dos brasileiros
 1 vitória dos equatorianos

1992 São Paulo x Barcelona (3x0 e 0x2) semifinais
1995 Grêmio x Emelec (0x0 e 2x0) semifinais
1996 Corinthians x Espoli (3x1 e 2x0) oitavas
1997 Cruzeiro x El Nacional (0x1, 2x1 e 5x3 pênaltis) oitavas
1998 Vasco x Barcelona (2x0 e 2x1) final
2002 Cruzeiro x El Nacional (2x1 e 4x1) oitavas
2004 Santos x LDU Quito (2x4, 2x0 e 5x3 pênaltis) oitavas
2006 Internacional x LDU Quito (1x2 e 2x0) quartas
2008 LDU Quito x Fluminense (4x2, 1x3 e 3x1 pênaltis) final
2012 Corinthians x Emelec (0x0 e 3x0) oitavas
2013 Fluminense x Emelec (1x2 e 2x0) oitavas


mata-matas entre brasileiros e argentinos
28 vitórias dos argentinos
21 vitórias dos brasileiros
1960 San Lorenzo x Bahia (3x0 e 2x3) 1ª fase
1961 Palmeiras x Independiente (2x0 e 1x0) 1ª fase
1963 Santos x Boca Jrs (3x2 e 2x1) final
1964 Independiente x Santos (3x2 e 2x1) semifinais
1968 Estudiantes x Palmeiras (2x1, 1x3 e 2x0) final
1974 Independiente x São Paulo (1x2, 2x0 e 1x0) final
1976 Cruzeiro x River Plate (4x1, 1x2 e 3x2) final
1977 Boca Jrs x Cruzeiro (1x0, 0x1, 0x0 e 5x4 pênaltis) final
1984 Independiente x Grêmio (1x0 e 0x0) final
1988 San Lorenzo x Guarani (1x1 e 1x0) oitavas
1991 Boca Jrs x Corinthians (3x1 e 1x1) oitavas
     Boca Jrs x Flamengo (1x2 e 3x0) quartas
1992 São Paulo x Newell's Old Boys (0x1, 1x0 e 3x2 pênaltis) final
1993 São Paulo x Newell's Old Boys (0x2 e 4x0) oitavas
1994 Vélez Sarsfield x São Paulo (1x0, 0x1 e 5x3 pênaltis) final
1998 Vasco x River Plate (1x0 e 1x1) semifinais
1999 Palmeiras x River Plate (0x1 e 3x0) semifinais
2000 Corinthians x Rosário Central (2x3, 3x2 e 4x3 pênaltis) oitavas
      Boca Jrs x Palmeiras (2x2, 0x0 e 4x2 pênaltis) final
2001 Boca Jrs x Vasco (1x0 e 3x0) oitavas
      Boca Jrs x Palmeiras (2x2, 2x2 e 3x2 pênaltis) semifinais
2002 Grêmio x River Plate (2x1 e 4x0) oitavas
2003 Boca Jrs x Paysandu (0x1 e 4x2) oitavas
      River Plate x Corinthians (2x1 e 2x1) oitavas
      Boca Jrs x Santos (2x0 e 3x1) final
2004 São Caetano x Independiente (2x2 e 4x2 pênaltis) repescagem
      São Paulo x Rosário Central (0x1, 2x1 e 5x4 pênaltis) oitavas
      Boca Jrs x São Caetano (0x0, 1x1 e 4x3 pênaltis) quartas
2005 São Paulo x River Plate (2x0 e 3x2) semifinais
2006 Estudiantes x Goiás (2x0 e 1x3) oitavas
      River Plate x Corinthians (3x2 e 3x1) oitavas
      São Paulo x Estudiantes (0x1, 1x0 e 4x3 pênaltis) quartas
2007 Boca Jrs x Grêmio (3x0 e 2x0) final
2008 Boca Jrs x Cruzeiro (2x1 e 2x1) oitavas
      Fluminense x Boca Jrs (2x2 e 3x1) semifinais
2009 Estudiantes x Cruzeiro (0x0 e 2x1) final
2010 Internacional x Banfield (1x3 e 2x0) oitavas
      Internacional x Estudiantes (1x0 e 1x2) quartas
2012 Vasco x Lanús (2x1, 1x2 e 5x4 pênaltis) oitavas
      Boca Jrs x Fluminense (1x0 e 1x1) quartas
      Santos x Velez Sarsfield (1x0, 0x1 e 4x2 pênaltis) quartas
      Corinthians x Boca Jrs (1x1 e 2x0) final
2013 Boca Jrs x Corinthians (1x0 e 1x1) oitavas 
      Atlético MG x Newell's Old Boys (0x2, 2x0 e 3x2 pênaltis) semifinal
2014 San Lorenzo x Grêmio (1x0, 0x1 e 4x2 pênaltis) oitavas 
      San Lorenzo x Cruzeiro (1x0 e 1x1) quartas
2015 River Plate x Cruzeiro (0x1 e 3x0) quartas
2016 Atlético Mineiro x Racing (0x0 e 2x1) oitavas
      Rosário Central x Grêmio (1x0 e 3x0) oitavas


mata-matas entre brasileiros e uruguaios
15 vitórias dos brasileiros
 7 vitórias dos uruguaios

1961 Peñarol x Palmeiras (1x0 e 1x1) final
1962 Santos x Peñarol (2x1, 2x3 e 3x0) final
1965 Peñarol x Santos (4x5, 3x2 e 2x1) semifinais
1968 Palmeiras x Peñarol (1x0 e 2x1) semifinais
1980 Nacional x Internacional (0x0 e 1x0) final
1983 Grêmio x Peñarol (1x1 e 2x1) final
1989 Internacional x Peñarol (6x2 e 2x1) oitavas
1992 São Paulo x Nacional (1x0 e 2x0) oitavas
1998 Grêmio x Nacional (1x1 e 4x0) oitavas
2000 Palmeiras x Peñarol (0x2, 3x1 e 3x2 pênaltis) oitavas
2002 Grêmio x Nacional  (1x0 e 1x1) quartas
      São Caetano x Peñarol (0x1, 2x1 e 3x1 pênaltis) quartas
2003 Santos x Nacional (4x4, 2x2 e 3x1 pênaltis) oitavas
2006 Internacional x Nacional (2x1 e 0x0) oitavas
2007 Defensor x Flamengo (3x0 e 0x2) oitavas
      Grêmio x Defensor (0x2, 2x0 e 4x2 pênaltis) quartas
2008 São Paulo x Nacional (0x0 e 2x0) oitavas
2009 Nacional x Palmeiras (1x1 e 0x0) quartas
2010 Cruzeiro x Nacional (3x1 e 3x0) oitavas
2011 Peñarol x Internacional (1x1 e 2x1) oitavas
      Santos x Peñarol (0x0 e 2x1) final
2016 Nacional x Corinthians (0x0 e 2x2) oitavas



sábado, 5 de agosto de 2017

Libertadores: Confrontos entre venezuelanos que mais se repetiram

E a décima e última postagem sobre os confrontos entre clubes do mesmo país que mais se repetiram em Libertadores chegou a vez dos venezuelanos:


6 jogos

Deportivo Galicia x Portuguesa
2 vitórias do Deportivo Galicia e 4 empates
1975 (2 jogos), 1976 (2 jogos) e 1979 (2 jogos)

Portuguesa x Estudiantes de Mérida
2 vitórias da Portuguesa, 1 vitória do Estudiantes e 2 empates
1977 (2 jogos), 1978 (2 jogos) e 1981 (2 jogos)

Deportivo Táchira x Marítimo
3 vitórias do Deportivo Táchira e 3 empates
1988 (2 jogos), 1989 (2 jogos) e 1991 (2 jogos)


5 jogos

Caracas x Minervén
3 vitórias do Minervén e 2 empates
1993 (3 jogos) e 1996 (2 jogos)


4 jogos

Deportivo Galícia x Petare (ex Deportivo Itália)
2 vitórias do Petare e 2 empates
1967 (2 jogos) e 1971 (2 jogos)

Deportivo Táchira x Estudiantes de Mérida
2 vitórias do Deportivo Táchira, 1 vitória do Estudiantes e 1 empate
1982 (2 jogos) e 1987 (2 jogos)





sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Copa Sul-Americana: Resultados dos jogos da semana


Entre terça e quinta-feira foram definidos mais sete classificados para as oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017: Atlético Tucumán, Estudiantes e Independiente (Argentina), Junior (Colômbia), LDU Quito (Equador), Libertad e Nacional (Paraguai). Os três argentinos mais o Libertad voltaram a vencer, com todos se classificando com duas vitórias; LDU Quito e Junior avançaram através das disputas de pênaltis e por fim o Nacional que conquistou a vaga graças ao gol marcado  fora de casa.
Com isso foram definidos quase todos os classificados, faltando apenas uma vaga a ser preenchida: Flamengo ou Palestino-CHI, que se enfrentam semana que vem no Rio com a vantagem dos brasileiros que podem perder por até três gols de diferença que se garantem nas oitavas.
Confira os resultados dos jogos da semana, os classificados e como ficaram os confrontos das oitavas de final:


resultados da segunda fase

01/08 terça-feira
Libertad-PAR 2x0 Huracán-ARG 
Atlético Tucumán-ARG 3x0 Oriente Petrolero-BOL 

02/08 quarta-feira
LDU Quito-EQU 1x0 Bolívar-BOL (6x5 nos pênaltis)
Deportes Iquique-CHI 1x2 Independiente-ARG 
Olímpia-PAR 2x2 Nacional-PAR 

03/08 quinta-feira
Estudiantes-ARG 2x0 Nacional Potosí-BOL 
Junior-COL 1x1 Deportivo Cali-COL (3x2 nos pênaltis)


09/08 quarta-feira
Flamengo x Palestino-CHI (5x2)


confrontos das oitavas de final

Racing-ARG x Corinthians
Santa Fé-COL x Libertad-PAR
Nacional-PAR x Estudiantes-ARG
Atlético Tucumán-ARG x Independiente-ARG
Junior-COL x Cerro Porteño-PAR
Sport Recife x Ponte Preta
LDU Quito-EQU x Fluminense
Chapecoense x Flamengo ou Palestino-CHI




quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Libertadores: Confrontos entre bolivianos que mais se repetiram

Penúltimo especial sobre os confrontos entre clubes que mais se repetiram em Libertadores é a vez de falarmos dos times bolivianos:


10 jogos

Bolívar x Oriente Petrolero
5 vitórias do Bolívar, 2 vitórias do Oriente Petrolero e 2 empates
1977 (2 jogos), 1988 (2 jogos), 1991 (2 jogos), 1997 (2 jogos) e 1998 (2 jogos)


8 jogos

Oriente Petrolero x The Strongest
4 vitórias do Oriente Petrolero e 4 vitórias do The Strongest
1978 (2 jogos), 1980 (2 jogos), 1987 (2 jogos) e 1990 (2 jogos)


7 jogos

The Strongest x Jorge Wilstermann
3 vitórias do The Strongest, 2 vitórias do Wilstermann e 2 empates
1975 (2 jogos), 1981 (3 jogos) e 1982 (2 jogos)


6 jogos

Bolívar x The Strongest
2 vitórias do Bolívar e 4 empates
1989 (2 jogos) e 1994 (4 jogos)

Bolívar x Jorge Wilstermann
5 vitórias do Bolívar e 1 empate
1979 (2 jogos), 1986 (2 jogos) e 1995 (2 jogos)


4 jogos

Blooming x Bolívar
2 vitórias do Blooming, 1 vitória do Bolívar e 1 empate
1983 (2 jogos) e 1984 (2 jogos)

Bolívar x San Jose
3 vitórias do Bolívar e 1 vitória do San Jose
1992 (2 jogos) e 1993 (2 jogos)




quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Libertadores: Confrontos entre peruanos que mais se repetiram

No oitavo post sobre os confrontos entre clubes do mesmo país em Libertadores é a vez de postarmos os confrontos peruanos (mínimo de quatro jogos):


14 jogos

Universitario x Sporting Cristal
5 vitórias do Universitario, 3 vitórias do Sporting Cristal e 6 empates
1968 (2 jogos), 1971 (2 jogos), 1973 (2 jogos), 1989 (2 jogos)1993 (2 jogos), 1996 (2 jogos) e 1999 (2 jogos)


12 jogos

Universitario x Alianza Lima
6 vitórias do Universitario, 2 vitórias do Alianza Lima e 4 empates
1966 (2 jogos), 1972 (2 jogos), 1979 (2 jogos), 1983 (2 jogos), 1988 (2 jogos) e 1994 (2 jogos)


8 jogos

Sporting Cristal x Alianza Lima
2 vitórias do Sporting Cristal, 2 vitórias do Alianza Lima e 4 empates
1978 (2 jogos), 1995 (2 jogos), 1997 (2 jogos) e 1998 (2 jogos)


6 jogos

Universitario x Sport Boys
5 vitórias do Universitario e 1 vitória do Sport Boys
1967 (2 jogos), 1985 (2 jogos) e 1991 (2 jogos)




terça-feira, 1 de agosto de 2017

Libertadores: Confrontos entre equatorianos que mais se repetiram

Na sétima postagem sobre os confrontos domésticos que mais vezes ocorreram em Libertadores chegou a vez de abordarmos os jogos envolvendo clubes equatorianos (mínimo de quatro jogos):


11 jogos

Barcelona x Emelec
4 vitórias do Barcelona, 4 vitórias do Emelec e 3 empates
1967 (2 jogos), 1971 (3 jogos), 1990 (4 jogos) e 1994 (2 jogos)


8 jogos
Emelec x El Nacional
4 vitórias do Emelec, 2 vitórias do El Nacional e 2 empates
1968 (2 jogos), 1973 (2 jogos), 1995 (2 jogos) e 1997 (2 jogos)

6 jogos

Barcelona x El Nacional
3 vitórias do Barcelona e 3 vitórias do El Nacional
1983 (2 jogos), 1987 (2 jogos) e 1993 (2 jogos)

Deportivo Quito x Barcelona
1 vitória do Deportivo Quito e 5 empates
1969 (2 jogos), 1986 (2 jogos) e 1998 (2 jogos)


4 jogos

LDU Quito x El Nacional
2 vitórias da LDU, 1 vitória do El Nacional e 1 empate
1975 (2 jogos) e 1978 (2 jogos)

LDU Quito x Barcelona
2 vitórias da LDU, 1 vitória do Barcelona e 1 empate
1982 (2 jogos) e 1991 (2 jogos)

Deportivo Quito x Emelec
3 vitórias do Deportivo Quito e 1 vitória do Emelec
1989 (2 jogos) e 2010 (2 jogos)





segunda-feira, 31 de julho de 2017

Libertadores: Confrontos entre paraguaios que mais se repetiram

Na segunda metade do especial sobre os maiores confrontos entre clubes do mesmo país que mais se repetiram em Libertadores iniciamos com os paraguaios (mínimo de quatro jogos):



32 jogos

Olímpia x Cerro Porteño
11 vitórias do Olímpia, 9 vitórias do Cerro Porteño e 12 empates
1969 (2 jogos), 1972 (2 jogos), 1973 92 jogos), 1974 92 jogos), 1975 (2 jogos), 1981 (2 jogos), 1988 (2 jogos), 1990 (2 jogos), 1991 (2 jogos), 1993 (4 jogos), 1994 (2 jogos), 1995 (2 jogos), 1996 (2 jogos), 1998 (2 jogos) e 1999 (2 jogos)


10 jogos

Olímpia x Sol de América
4 vitórias do Olímpia, 1 vitória do Sol de América e 5 empates
1979 (2 jogos), 1982 (2 jogos), 1987 (2 jogos) e 1989 (4 jogos)


8 jogos

Cerro Porteño x Guaraní
3 vitórias do Cerro Porteño, 1 vitória do Guaraní e 4 empates
1967 (2 jogos), 1971 (2 jogos), 1985 (2 jogos) e 1997 (2 jogos)


5 jogos

Guaraní x Olímpia
3 vitórias do Guaraní e 2 empates
1966 (3 jogos) e 1970 (2 jogos)


4 jogos

Olímpia x Sportivo Luqueño
2 vitórias do Olímpia, 1 vitória do Sportivo Luqueño e 1 empate
1976 (2 jogos) e 1984 (2 jogos)

Olímpia x Nacional
2 vitórias do Olímpia, 1 vitória do Nacional e 1 empate
1983 (2 jogos) e 1986 (2 jogos)

Cerro Porteño x Sol de América
2 vitórias do Cerro Porteño, 1 vitória do Sol de América e 1 empate
1980 (2 jogos) e 1992 (2 jogos)






domingo, 30 de julho de 2017

Libertadores: Confrontos entre chilenos que mais se repetiram

Chegamos a quinta postagem do especial sobre os confrontos domésticos que mais ocorreram em Libertadores e hoje chegou a vez dos chilenos:


16 jogos

Colo Colo x Universidad Catolica
6 vitórias do Colo Colo, 5 vitórias da Universidad Catolica e 5 empates
1967 (2 jogos), 1988 (2 jogos), 1990 (2 jogos), 1992 (2 jogos), 1997 (4 jogos), 1998 (2 jogos) e 1999 (2 jogos)


11 jogos

Universidad Catolica x Universidad de Chile
4 vitórias da Universidad Catolica, 2 vitórias da Universidad de Chile e 5 empates
1966 (2 jogos), 1968 (2 jogos), 1995 (3 jogos), 1996 (2 jogos) e 2010 (2 jogos)


8 jogos

Cobreloa x Colo Colo
4 vitórias do Cobreloa, 1 vitória do Colo Colo e 3 empates
1982 (2 jogos), 1983 (2 jogos), 1987 (2 jogos) e 1989 (2 jogos)

Colo Colo x Unión Española
3 vitórias do Colo Colo, 3 vitórias do Unión Española e 2 empates
1971 (2 jogos), 1973 (2 jogos), 1974 (2 jogos) e 1994 (2 jogos)


4 jogos

Universidad Catolica x Unión Española
2 vitórias da Universidad Catolica e 2 empates
2011 (2 jogos) e 2012 (2 jogos)




sábado, 29 de julho de 2017

Libertadores: Confrontos entre colombianos que mais se repetiram

No quarto post sobre os confrontos entre clubes do mesmo país em Libertadores iremos abordar os que envolvem os colombianos (mínimo de quatro jogos):


11 jogos

Atlético Nacional x América de Cali
6 vitórias do Atlético Nacional, 4 vitórias do América e 1 empate
1991 (4 jogos), 1992 (4 jogos) e 1993 (3 jogos)


10 jogos

Millonarios x Atlético Nacional
4 vitórias do Millonarios, 2 vitórias do Atlético Nacional e 2 empates
1974 (2 jogos), 1989 (4 jogos) e 1995 (4 jogos)


8 jogos

Millonarios x Deportivo Cali
3 vitórias do Millonarios, 2 vitórias do Deportivo Cali e 2 empates
1968 (2 jogos), 1973 (2 jogos), 1979 (2 jogos) e 1997 92 jogos)



7 jogos

Deportivo Cali x América de Cali
3 vitórias do Deportivo Cali, 2 vitórias do América e 2 empates
1970 (2 jogos), 1986 (2 jogos) e 1987 (3 jogos)


6 jogos

Deportivo Cali x Junior
2 vitórias do Deportivo Cali, 2 vitórias do Junior e 2 empates
1971 (2 jogos), 1978 (2 jogos) e 1981 (2 jogos)

América de Cali x Junior
3 vitórias do América, 2 vitórias do Junior e 1 empate
1984 (2 jogos) e 1996 (4 jogos)


4 jogos

Deportivo Cali x Atlético Nacional
2 vitórias do Deportivo Cali, 1 vitória do Atlético Nacional e 1 empate
1975 (2 jogos) e 1977 (2 jogos)

América de Cali x Millonarios
2 vitórias do América e 2 empates
1985 (2 jogos) e 1988 (2 jogos)

Junior x Independiente Medellín
2 vitórias do Junior, 1 vitória do Medellín e 1 empate
1994 (4 jogos)

Independiente Medellín x América de Cali
1 vitória do Medellín, 1 vitória do América e 2 empates
2005 (2 jogos) e 2009 (2 jogos)



sexta-feira, 28 de julho de 2017

Copa Sul-Americana: Os primeiros classificados para as oitavas de final


Foram conhecidos nessa semana oito dos dezesseis times que farão as oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017: Corinthians, Ponte Preta, Sport Recife, Fluminense e Chapecoense (Brasil), Cerro Porteño (Paraguai), Santa Fé (Colômbia) e Racing (Argentina). Dois confrontos também já estão definidos, que são Racing-ARG x Corinthians e Ponte Preta x Sport Recife, esse entre brasileiros.
Racing, Cerro Porteño, Fluminense e Ponte Preta se classificaram vencendo as duas partidas; Corinthians e Santa Fé venceram na volta após empatarem na ida; o Sport perdeu mas avançou graças ao saldo de gols e por fim a Chapecoense através da disputa de pênaltis.
Semana que vem teremos sete dos oito jogos restantes, com apenas um jogo ficando para a outra semana (Flamengo x Palestino-CHI). Confira os resultados dos jogos realizados entre terça e quinta-feira e as partidas a serem jogadas na semana que vem:




25/07 terça-feira
Chapecoense 1x0 Defensa y Justicia-ARG (4x2 pênaltis)
Santa Fé-COL 1x0 Fuerza Amarilla-COL

26/07 quarta-feira
Sol de América-PAR 1x3 Ponte Preta
Universidad Catolica-EQU 1x2 Fluminense
Boston River-URU 1x4 Cerro Porteño-PAR
Corinthians 2x0 Patriotas-COL

27/07 quinta-feira
Arsenal-ARG 2x1 Sport Recife
Independiente Medellín-COL 2x3 Racing-ARG


próximos jogos

01/08 terça-feira
Libertad-PAR x Huracán-ARG (5x1)
Atlético Tucumán-ARG x Oriente Petrolero-BOL (3x2)

02/08 quarta-feira
LDU Quito-EQU x Bolívar-BOL (0x1)
Deportes Iquique-CHI x Independiente-ARG (2x4)
Olímpia-PAR x Nacional-PAR (1x1)

03/08 quinta-feira
Estudiantes-ARG x Nacional Potosí-BOL (1x0)
Junior-COL x Deportivo Cali-COL (1x1)

09/08 quarta-feira
Flamengo x Palestino-CHI (5x2)


confrontos já definidos

Racing-ARG x Corinthians
Ponte Preta x Sport Recife




quinta-feira, 27 de julho de 2017

Libertadores: Confrontos entre uruguaios que mais se repetiram

No terceiro post do nosso especial sobre os confrontos domésticos que mais se repetiram pela Libertadores abordaremos os uruguaios (mínimo de quatro jogos):


38 jogos

Peñarol x Nacional
13 vitórias do Peñarol, 10 vitórias do Nacional e 15 empates
1962 (3 jogos), 1966 (4 jogos), 1967 (2 jogos), 1968 (2 jogos), 1969 (5 jogos), 1970 (2 jogos), 1971 (2 jogos), 1972 (2 jogos), 1973 (2 jogos), 1974 (2 jogos), 1976 (2 jogos), 1979 (2 jogos), 1981 (2 jogos), 1983 (2 jogos), 1997 (2 jogos) e 1998 (2 jogos)


6 jogos

Nacional x Defensor
3 vitórias do Nacional, 2 vitórias do Defensor e 1 empate
1980 (2 jogos), 1992 (2 jogos) e 1994 (2 jogos)

Peñarol x Defensor
3 vitórias do Peñarol, 1 vitória do Defensor e 2 empates
1977 (2 jogos), 1982 (2 jogos) e 1996 (2 jogos)

Nacional x Bella Vista
5 vitórias do Nacional e 1 empate
1991 (2 jogos), 1993 (2 jogos) e 1999 (2 jogos)

Peñarol x Montevideu Wanderers
2 vitórias do Peñarol, 2 vitórias do Wanderers e 2 empates
1975 (2 jogos), 1986 (2 jogos) e 2002 (2 jogos)


5 jogos

Nacional x Montevideu Wanderers
2 vitórias do Nacional, 1 vitória do Wanderers e 2 empates
1983 (3 jogos) e 1988 (2 jogos)


4 jogos

Peñarol x Bella Vista
3 vitórias do Peñarol e 1 empate
1981 (2 jogos) e 1985 (2 jogos)

Peñarol x Danubio
3 vitórias do Peñarol e 1 vitória do Danubio
1978 (2 jogos) e 1989 (2 jogos)

Nacional x Danubio
2 vitórias do Nacional, 1 vitória do Danubio e 1 empate
1984 (2 jogos) e 1989 (2 jogos)



quarta-feira, 26 de julho de 2017

Libertadores: Confrontos entre argentinos que mais se repetiram

Domingo iniciamos um especial sobre os confrontos entre clubes do mesmo país que mais se repetiram pela Libertadores. Hoje é a vez de listarmos os confrontos entre argentinos (mínimo de quatro jogos):


24 jogos

Boca Jrs x River Plate
10 vitórias do Boca, 7 vitórias do River Plate e 7 empates
1966 (4 jogos), 1970 (4 jogos), 1977 (2 jogos), 1978 (2 jogos), 1982 (2 jogos), 1986 (2 jogos), 1991 (2 jogos), 2000 (2 jogos), 2004 (2 jogos) e 2015 (2 jogos)


17 jogos 

River Plate x Independiente
7 vitórias do River Plate, 2 vitórias do Independiente e 8 empates
1966 (3 jogos), 1976 (3 jogos), 1978 (3 jogos), 1978 (2 jogos), 1987 (2 jogos), 1990 (4 jogos) e 1995 (2 jogos)


9 jogos

Newell's Old Boys x San Lorenzo
5 vitórias do Newell's Old Boys, 1 vitória do San Lorenzo e 3 empates
1988 (5 jogos) e 1992 (4 jogos)

River Plate x Velez Sarsfield
1 vitória do River Plate, 1 vitória do Velez Sarsfield e 7 empates
1980 (3 jogos), 1995 (2 jogos) e 1999 (4 jogos)


8 jogos

Independiente x Boca Jrs
3 vitórias do Independiente, 3 vitórias do Boca Jrs e 2 empates
1965 (3 jogos), 1966 (2 jogos) e 1979 (3 jogos)

San Lorenzo x River Plate
3 vitórias do San Lorenzo, 1 vitória do River Plate e 4 empates
1976 (2 jogos), 1996 (4 jogos) e 2008 (2 jogos)


6 jogos 

Estudiantes x Independiente
4 vitórias do Estudiantes, 1 vitória do Independiente e 1 empate
1968 (4 jogos) e 1984 (2 jogos)

Independiente x Rosário Central
3 vitórias do Independiente, 1 vitória do Rosário Central e 2 empates
1972 (2 jogos), 1975 (2 jogos) e 1987 (2 jogos)

Racing x River Plate
2 vitórias do Racing e 4 empates
1967 (4 jogos) e 1997 (2 jogos)


5 jogos

Boca Jrs x Racing 
3 vitórias do Boca Jrs e 2 empates
1989 (3 jogos) e 2016 (2 jogos)


4 jogos

River Plate x Cólon
4 vitórias do River Plate
1998 (4 jogos)

Estudiantes x River Plate
3 vitórias do Estudiantes e 1 vitória do River Plate
1970 (2 jogos) e 1976 (2 jogos)

Velez Sarsfield x Boca Jrs
2 vitórias do Velez Sarsfield, 1 vitória do Boca Jrs e 1 empate
1994 (2 jogos) e 2007 (2 jogos)

Velez Sarsfield x Newell's Old Boys
2 vitórias do Velez Sarsfield, 1 vitória do Newell's Old Boys e 1 empate
2006 (2 jogos) e 2013 (2 jogos)