Páginas

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Especial Campeonato Boliviano 2017 (Torneo Apertura)


No último sábado tivemos o início do Campeonato Boliviano Apertura 2017, competição essa que irá até o dia 02 de julho. Serão doze times que se enfrentarão entre si em dois turnos e após 22 rodadas quem somar mais pontos será o campeão e se classificará para a Copa Libertadores 2018.
Você deve estar se perguntando: Apertura 2017? Não seria Clausura? Sim, seria. Mas com a modificação do sistema de disputa da Copa Libertadores que agora passará a durar o ano todo, os organizadores do Campeonato Boliviano resolveram adequar o calendário para anual e não mais como o de temporada europeia (começa em um ano e termina no outro). Com isso, o Clausura passará a ser jogado no segundo semestre e o Apertura no primeiro.
Outra mudança diz respeito a pontuação da temporada e também ao rebaixamento, que excepcionalmente será atribuída pela soma dos três torneios curtos da temporada 2016-2017 (Apertura 2016, Apertura 2017 e Clausura 2017) e não dois como era até então. Para a Copa Libertadores 2018 classificarão os três campeões (um deles é o The Strongest, campeão do Apertura 2016) e o melhor colocado somando os três torneios ao fim do ano.


participantes da edição 2017 (divididos por departamentos)

La Paz  Bolívar e The Strongest (La Paz)

Santa Cruz Oriente Petrolero e Blooming (Santa Cruz de la Sierra), Guabirá (Montero) e Sport Boys (Warnes)

Potosí Real Potosí e Nacional Potosí (Potosí)

Cochabamba Jorge Wilstermann (Cochabamba)

Chuquisaca Universitário de Sucre (Sucre)

Oruro San José (Oruro)

Tarija Petrolero (Yacuiba)


atual campeão
The Strongest (Apertura 2016)

subiu da Nacional B 2015-2016 para a Primera División 2016-2017
Guabirá (Montero)

caiu da Primera División 2015-2016 para a Nacional B 2016-2017
Ciclón (Tarija)


Histórico do Campeonato Boliviano

A Era Profissional do futebol boliviano iniciou-se em 1950 com a profissionalização do departamento de La Paz. Antes dessa data tivemos a Era Amadora (1914-1949) onde cada departamento organizava seu próprio torneio e, portanto não havia campeonato nacional. Conforme cada departamento se profissionalizava seus clubes eram incluídos de forma gradativa: nos quatro primeiros anos apenas times da capital La Paz participaram. Em 1955 entraram clubes do departamento de Oruro e no ano seguinte os de Cochabamba. No ano de 1957 houve dois campeonatos, até que em 1960 com a criação da Copa Simon Bolívar todos os departamentos passaram a disputá-la. 
Primeira competição de caráter nacional, a Copa Simon Bolívar era disputada em duas fases: primeiro com os clubes se enfrentando dentro de suas associações regionais sendo que apenas o campeão e vice de cada departamento avançavam para a fase nacional. Após duas edições o torneio não foi realizado em 1962, retornando no ano seguinte até 1976. 
Mais tarde em 1977 alguns clubes se separaram de suas respectivas associações regionais e fundaram a Liga de Fútbol Professional Boliviano e por fim a última grande mudança ocorreu em 2003 com a divisão da temporada em dois torneios curtos (Apertura e Clausura).
Nos dois primeiros anos o Apertura era realizado no primeiro semestre e o Clausura no segundo. Em 2005 houve o Torneo Adecuación, onde houve inversão de semestre com o Campeonato Boliviano seguindo o calendário europeu. No ano seguinte tivemos o Segundo Torneo no segundo semestre fazendo com que a temporada boliviana voltasse ao normal e por fim com o Torneo Adecuación em 2011 novamente fora adotado o calendário europeu utilizado até a temporada passada (Apertura no segundo semestre e Clausura no primeiro). 


todos os campeões bolivianos

Campeão em todas as décadas, o Bolívar tem quase o dobro de títulos do segundo colocado, seu arquirrival The Strongest, que duplicou seu número de conquistas nesse século. Na terceira colocação vem o Jorge Wilstermann, que foi o bicho-papão entre os anos 50 e 70 e que ao longo do tempo viu suas conquistas rarearem, perdendo o posto de segundo time do país para o Strongest.

26 títulos
Bolívar (1950, 1953, 1956, 1966, 1968, 1976, 1978, 1982, 1983, 1985, 1987, 1988, 1991, 1992, 1994, 1996, 1997, 2002, 2004-A, 2005-AD, 2006-C, 2009-A, 2011-AD, 2013-C, 2014-A e 2015-C)

15 títulos
The Strongest (1952, 1964, 1974, 1977, 1986, 1989, 1993, 2003-A, 2003-C, 2004-C, 2011-A, 2012-C, 2012-A, 2013-A e 2016-A)

13 títulos
Jorge Wilstermann (1957, 1958, 1959, 1960, 1967, 1972, 1973, 1980, 1981, 2000, 2006-ST, 2010-A e 2016-C)

5 títulos
Blooming (1984, 1998, 1999, 2005-A e 2009-C)
Oriente Petrolero (1971, 1979, 1990, 2001 e 2010-C)

3 títulos
San José (1955, 1995 e 2007-C)

2 títulos
Always Ready (1951 e 1957)
Deportivo Municipal (1961 e 1965)
Aurora (1963 e 2008-C)
Universitário de Sucre (2008-A e 2014-C)

1 título
Litoral (1954)
Universitário de La Paz (1969)
Chaco Petrolero (1970)
Guabirá (1975)
Real Potosí (2007-A)
Sport Boys (2015-A)




Nenhum comentário:

Postar um comentário