Páginas

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Sul-Americano Sub-20 2017

Começa amanhã no Equador mais uma edição do Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20, torneio que qualificará quatro seleções para o Mundial Sub-20 que será disputado na Coreia do Sul. Dez seleções participarão dessa que será a edição de número 28 e que pela terceira vez será realizada no Equador.
Na primeira fase as dez seleções são divididas em dois grupos de cinco times cada. No Grupo A com sede nas cidades de Riobamba e Ambato estarão Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai, enquanto que no Grupo B sediado em Ibarra jogarão Argentina, Bolívia, Peru, Uruguai e Venezuela. Ao final da primeira fase, as três primeiras colocadas de cada grupo avançam para a fase final que terá como sede a capital Quito, onde se enfrentarão em turno único. Ao final das cinco rodadas, quem somar mais pontos será o campeão e as quatro primeiras do hexagonal final garantirão vaga para o Mundial Sub-20.
Nosso blog trará os resultados em quatro datas: nos dias 24 (após a terceira rodada) e 29 de janeiro (ao fim da primeira fase) e nos dias 06 (após a terceira rodada da fase final) e 12 ou 13 de fevereiro (ao término da competição).


Grupo A (Riobamba – Estádio Olímpico e Ambato – Estádio Bellavista)
Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai

Grupo B (Ibarra – Estádio Olímpico)
Argentina, Bolívia, Peru, Uruguai e Venezuela


jogos da primeira fase

18/01 quarta-feira (amanhã)
Colômbia x Paraguai
Equador x Brasil

19/01 quinta-feira
Uruguai x Venezuela
Argentina x Peru

20/01 sexta-feira
Brasil x Chile
Equador x Colômbia

21/01 sábado
Peru x Bolívia
Argentina x Uruguai

22/01 domingo
Brasil x Paraguai
Equador x Chile

23/01 segunda-feira
Peru x Venezuela
Argentina x Bolívia

24/01 terça-feira
Paraguai x Chile
Colômbia x Brasil

25/01 quarta-feira
Venezuela x Bolívia
Uruguai x Peru

26/01 quinta-feira
Colômbia x Chile
Equador x Paraguai

27/01 sexta-feira
Uruguai x Bolívia
Argentina x Venezuela


Fase final (Quito – Estádio Olímpico Atahualpa)

30/01 segunda-feira
2° do A x 3° do B
1° do B x 2° do B
1° do A x 3° do A

02/02 quinta-feira
2° do A x 2° do B
1° do B x 3° do A
1° do A x 3° do B

05/02 domingo
3° do A x 3° do B
1° do B x 2° do A
1° do A x 2° do B

08/02 quarta-feira
1° do A x 2° do A
1° do B x 3° do B
2° do B x 3° do A

11/02 sábado
2° do B x 3° do B
2° do A x 3° do A
1° do A x 1° do B


história

A primeira edição do Sul-Americano Sub-20 foi disputada na Venezuela em 1954 com limite de idade de 19 anos, alterada para vinte na oitava edição em 1977, mesmo ano da primeira edição do Mundial Sub-20. Desde 2007 serve também para indicar as seleções sul-americanas que disputarão o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos.
O Brasil é o maior vencedor, tendo conquistado onze títulos, seguido do Uruguai (sete). Argentina com cinco conquistas, Colômbia com três e Paraguai com um título são as outras seleções vitoriosas. Dentre os não-campeões, o Chile é o único a alcançar o vice-campeonato.
Das vinte edições em que o Sul-Americano serviu de classificatório para o Mundial a partir de 1977 o Brasil só não se classificou em 1979 e 2013; a Argentina ficou de fora em seis oportunidades e o Uruguai em sete. Por outro lado, Bolívia e Peru jamais se classificaram para o Mundial.
Já em se tratando de sediar a competição, o Brasil que é o maior vencedor, curiosamente é o único país sul-americano que jamais organizou o torneio. Os recordistas em receber a competição são Paraguai, Colômbia e Venezuela, em quatro oportunidades cada.
No ranking histórico da competição, a liderança pertence ao Brasil com 375 pontos, 54 a mais que o segundo colocado Uruguai. A seleção brasileira é a que mais jogou ao lado dos uruguaios, a que mais venceu, a que menos perdeu, a que mais gols anotou e a de melhor saldo. Já a lanterna do ranking pertence a Bolívia, seleção com menos pontos, jogos e vitórias; o Chile foi o que mais perdeu e que teve a defesa mais vazada enquanto que o pior saldo de gols pertence a Venezuela.


os campeões

11 títulos
Brasil (1974, 1983, 1985, 1988, 1991, 1992, 1995, 2001, 2007, 2009 e 2011)

7 títulos
Uruguai (1954, 1958, 1964, 1975, 1977, 1979 e 1981)

5 títulos
Argentina (1967, 1997, 1999, 2003 e 2015)

3 títulos
Colômbia (1987, 2005 e 2013)


os países-sedes

4 vezes
Colômbia (1964, 1987, 1992 e 2005)
Paraguai (1967, 1971, 1985 e 2007)
Venezuela (1954, 1977, 1991 e 2009)

3 vezes
Chile (1958, 1974 e 1997)
Argentina (1988, 1999 e 2013)
Uruguai (1979, 2003 e 2015)
Equador (1981, 2001 e 2017)

2 vezes
Bolívia (1983 e 1995)
Peru (1975 e 2011)


ranking de pontos

375 Brasil (181J - 113V, 36E, 32D - 372GP, 143GC)
321 Uruguai (181J - 89V, 54E, 38D - 299GP, 172GC)
309 Argentina (171J - 87V, 48E, 36D - 285GP, 180GC)
249 Paraguai (158J - 70V, 39E, 49D - 267GP, 206GC)
208 Colômbia (149J - 57V, 37E, 55D - 187GP, 194GC)
177 Chile (149J - 49V, 30E, 70D - 218GP, 251GC)
112 Peru (124J - 28V, 28E, 68D - 143GP, 269GC)
 96 Equador (109J - 24V, 24E, 61D - 106GP, 191GC)
 78 Venezuela (108J - 18V, 24E, 66D - 100GP, 245GC)
 44 Bolívia (92J - 10V, 14E, 68D - 83GP, 199GC)



Nenhum comentário:

Postar um comentário