Páginas

segunda-feira, 6 de março de 2017

Grupo 8 da Copa Libertadores 2017

Grêmio e mais um

Considerado a chave mais fraca da Libertadores 2017, dificilmente o Grêmio deixará de se classificar como o primeiro colocado, já que os outros três times praticamente se equivalem: o Guaraní-PAR, de semifinalista de 2015 a eliminado na fase Pré do ano passado parece ser o que dará um pouco de trabalho; o Deportes Iquique-CHI é uma incógnita enquanto que o Zamora-VEN deverá terminar na lanterna do grupo, como bom venezuelano.



Grêmio de Futebol  Porto-Alegerense

16 participações – 2 títulos
155 jogos – 77 vitórias, 34 empates e 44 derrotas
231 gols a favor e 147 contra (saldo de 84 gols)
265 pontos – 14° no ranking (3° entre os brasileiros)

Campeão 1983 e 1995
Vice-campeão 1984 e 2007
Semifinais 1996, 2002 e 2009
Quartas 1997, 1998 e 2003
Oitavas 2011, 2013, 2014 e 2016
1ª fase 1982 e 1990

Freguês times paulistas em mata-matas (4 vitórias em 4 confrontos)
Algoz times argentinos em finais (2 derrotas em 2 decisões)
Mais enfrentou Olímpia-PAR (8J - 5V, 1E, 2D)

Maior vitória 6x1 Universidad Los Andes-VEN (1984 - semifinais)
Maior derrota 1x5 Palmeiras (1995 - quartas)

Você sabia?
O Grêmio é o único time da história da Libertadores a eliminar os quatro grandes paulistas em mata-mata. Primeiro foi o Palmeiras, eliminado nas quartas de final da edição de 1995; um ano depois o Corinthians nessa mesma fase e por fim os outros dois no ano de 2007: São Paulo nas oitavas e o Santos nas semifinais. O próximo que chega perto é o Boca, que eliminou três dos quatro paulistas.



Club Guaraní-PAR

15 participações
113 jogos - 34 vitórias, 31 empates e 48 derrotas
139 gols a favor e 168 contra (saldo de -29)
133 pontos - 37° no ranking (4° entre os paraguaios)

Semifinais 1966 e 2015
Quartas 1968 e 1970
Oitavas 1997
1ª fase 1965, 1967, 1971, 1985, 2001, 2004, 2009 e 2011
Fase Pré 2014 e 2016

Freguês times paraguaios (3 derrotas em 15 jogos)
Algoz River Plate-ARG (5 derrotas em 6 jogos)
Mais enfrentou Cerro Porteño-PAR (8J - 1V, 4E, 3D)
Fora do Paraguai Peñarol-URU (6J - 2V, 1E, 3D), River Plate-ARG (6J - 1E, 5D), Universidad Catolica-CHI (6J - 2V, 2E, 2D) e Universidad de Chile-CHI (6J - 1V, 2E, 3D)

Maior vitória 5x2 Deportivo Táchira-VEN (2015 - 1ª fase)
Maior derrota 1x5 Millonarios-COL (1985 - 1ª fase) e 1x5 Estudiantes-ARG (2011 - 1ª fase)




Zamora Fútbol Club-VEN

3 participações
18 jogos – 2 vitórias, 2 empates e 14 derrotas
9 gols a favor e 35 contra (saldo de -26)
8 pontos – 150° no ranking (16° entre os venezuelanos)

1ª fase 2012, 2014 e 2015

Freguês Santa Fé-COL (nenhuma derrota em 2 jogos)
Algoz Boca Jrs-ARG (3 derrotas em 4 jogos)
Mais enfrentou Boca Jrs-ARG (4J – 1E, 3D)

Maior vitória 2x0 Nacional-PAR (2014 – 1ª fase)
Maior derrota 0x5 Boca Jrs-ARG (2015 – 1ª fase)

Você sabia?
O Zamora ostenta o título de “pior time da fase de grupos da Libertadores” graças a péssima campanha realizada em 2015, quando perdeu todos os seis jogos, marcou três e sofreu dezoito, terminando com o saldo de -16 gols. Até então a pior campanha pertencia ao boliviano Jorge Wilstermann em 1979, este com saldo -14.



Club Deportes Iquique-CHI

1 participação
8 jogos – 1 vitória, 2 empates e 5 derrotas
7 gols a favor e 15 contra (saldo de -8)
5 pontos – 169° no ranking (16° entre os chilenos)

1ª fase 2013

Mais enfrentou 4 times diferentes (2 vezes cada)
Maior vitória 2x0 Emelec-EQU (2013 – 1ª fase)
Maior derrota 0x3 Peñarol-URU (2013 – 1ª fase) e 0x3 Velez Sarsfield-ARG (2013 – 1ª fase)

Você sabia?
Ao classificar-se para a Libertadores de 2013, o Deportes Iquique tornou-se o 19° clube chileno a participar da principal competição sul-americana.



Confronto entre as equipes do Grupo 8 em Libertadores

1997 Grêmio x Guarani (1x2, 2x1 e 2x1 pênaltis) oitavas



Nenhum comentário:

Postar um comentário