Páginas

sábado, 22 de abril de 2017

A triste sina dos últimos campeões da Libertadores


Só um milagre põe o Atlético Nacional-COL nas oitavas.
Atual campeão da competição, o Atlético Nacional-COL passou de um dos favoritos ao título a quase eliminado ainda na fase de grupos após perder todas as três partidas que fez até aqui. Pode parecer estranho, mas por incrível que pareça é o que vem ocorrendo com os últimos campeões da Libertadores: não conseguir fazer boa campanha na edição em que defende o título.
O último campeão a ir longe na edição posterior a conquista foi o Santos, campeão em 2011 e semifinalista no ano seguinte, quando foi eliminado pelo Corinthians, que ficaria com o título. O time da capital paulista aliás, sequer passou das oitavas em 2013, ano em que a Libertadores seria conquistada pelo Atlético Mineiro. 
Um ano depois foi a vez dos mineiros caírem também nas oitavas, assim como o Corinthians no ano anterior. Ao eliminar dois brasileiros pelo caminho (Grêmio e Cruzeiro) o título ficou nas mãos do San Lorenzo, que no ano em que defendeu o título sequer passou da fase de grupos, tornando-se o terceiro ex-campeão a atingir tal feito negativo como o Internacional em 2007 e a LDU Quito-EQU dois anos depois. O campeão dessa edição foi o também argentino River Plate, que no ano passado chegou as oitavas e acabou eliminado pelo futuro vice-campeão Independiente del Valle-EQU, derrotado na final pelo Atlético Nacional, que hoje está a um passo da eliminação precoce...
E o campeão de 2017, fará uma boa campanha no ano que vem?


os campeões da década na edição seguinte ao título

edição
campeão
no ano seguinte
2010
Internacional
oitavas de final
2011
Santos
semifinais
2012
Corinthians
oitavas de final
2013
Atlético Mineiro
oitavas de final
2014
San Lorenzo-ARG
fase de grupos
2015
River Plate-ARG
oitavas de final




Nenhum comentário:

Postar um comentário