Páginas

sábado, 15 de abril de 2017

Maiores sequencias sem vitórias de brasileiros fora de casa em Libertadores

Camilo comemora seu gol: fim do jejum do Botafogo.

Na última quinta-feira o Botafogo conseguiu uma ótima vitória sobre o atual campeão Atlético Nacional em pelo estádio Atanasio Girardot, em Medellín. Além do feito, o que entrou para a história foi o fim de uma sequencia pra lá de incômoda: o de jejum de vitórias fora de casa do clube carioca.
A última vitória do Botafogo como visitante havia sido na edição de 1973 diante do Nacional em Montevidéu, curiosamente na centésima partida do time uruguaio em Libertadores. De lá pra cá foram doze jogos sem vitórias, sendo ainda mais dois jogos no mesmo ano, quatro em 1996, mais quatro em 2014 e as duas partidas válidas pelas fases preliminares dessa edição, nesse que foi o segundo maior jejum de vitórias fora de casa de um clube brasileiro em Libertadores.
A liderança pertence ao Vasco, que ficou incríveis quinze jogos sem vencer como visitante, que depois da vitória sobre o Deportivo Táchira-VEN por 1 a 0 em 1980 só voltaria a vencer na segundo jogo da final da Libertadores de 1998: 2 a 1 sobre o Barcelona no Equador, em partida que deu o título da competição ao time cruzmaltino.
Já o jejum atual pertence ao Palmeiras, que não vence desde 2009 quando bateu o Colo Colo no Chile por 1 a 0 na última rodada da fase de grupos daquela edição. De lá pra cá já são dez jogos em vencer fora de casa, completados após o empate por um gol diante dos argentinos do Atlético Tucumán.


os doze jogos sem vitória do Botafogo

1973 2x3 Cerro Porteño-PAR e 3x3 Colo Colo-CHI
1996 0x3 Corinthians, 1x2 Universidad Catolica-CHI, 1x2 Universidad de Chile-CHI e 0x2 Grêmio
2014 0x1 Deportivo Quito-EQU, 1x1 Unión Española-CHI, 1x2 Indepediente del Valle-EQU e 0x3 San Lorenzo-ARG
2017 1x1 Colo Colo-CHI e 0x1 Olímpia-PAR


os atuais jejuns de vitórias como visitante (mínimo de cinco jogos)

10 jogos – Palmeiras
última vitória – 2009 (1x0 Colo Colo-CHI – 1ª fase)

2009 0x1 Sport e 0x0 Nacional-URU
2013 0x2 Libertad-PAR, 0x1 Tigre-ARG, 0x1 Sporting Cristal-PER e 0x0 Tijuana-MEX
2016 2x2 River Plate-URU, 0x1 Nacional-URU e 3x3 Rosário Central-ARG
2017 1x1 Atlético Tuucumán-ARG


7 jogos – São Paulo
última vitória – 15/04/2015 (2x1 Danúbio-URU – 1ª fase)

2015 0x1 Cruzeiro (3x4 pênaltis)
2016 1x1 Univ. César Vallejo-PER, 1x1 River Plate-ARG, 1x1 Trujillanos-VEN, 1x1 The Strongest-BOL, 1x3 Toluca-MEX e 1x2 Atlético Nacional-COL


5 jogos – Santos
última vitória – 15/03/2012 (3x1 Juan Aurich-PER – 1ª fase)

2012 1x1 Internacional, 1x2 Bolívar-BOL, 0x1 Velez Sarsfield-ARG e 1x1 Corinthians
2017 1x1 Sporting Cristal-PER


5 jogos – Atlético Mineiro
última vitória – 17/02/2016 (2x1 Melgar-PER – 1ª fase)

2016 0x0 Colo Colo-CHI, 2x3 Independiente del Valle-EQU, 0x0 Racing-ARG e 0x1 São Paulo
2017 1x1 Godoy Cruz-ARG


maiores jejuns dos brasileiros (mínimo de sete jogos)

15 jogos – Vasco
20/04/1980 (1x2 Internacional) a 22/07/1998 (1x1 River Plate-ARG)

12 jogos – Botafogo
26/04/1973 (2x3 Cerro Porteño-PAR) a 22/02/2017 (0x1 Olímpia-PAR)

11 jogos – São Paulo
20/05/1992 (1x1 Criciúma) a 24/08/1994 (0x1 Velez Sarsfield-ARG)

10 jogos – Palmeiras (jejum atual)
12/05/2009 (0x1 Sport Recife) a 08/03/2017 (1x1 Atlético Tucumán-ARG)

9 jogos – Internacional
06/04/2011 (0x1 Jaguares-MEX) a 18/05/2015 (1x1 Emelec-EQU)

8 jogos – São Paulo
28/07/2010 (0x1 Internacional) a 01/04/2015 (0x1 San Lorenzo-ARG)

8 jogos – Grêmio
27/05/2009 (1x1 Caracas-VEN) a 23/01/2013 (0x1 LDU Quito-EQU)

8 jogos – São Paulo (jejum atual)
13/05/2015 (0x1 Cruzeiro) a 13/07/2016 (1x2 Atlético Nacional-COL)

7 jogos – Corinthians
09/04/1977 (1x2 El Nacional-EQU) a 17/04/1991 (1x3 Boca Jrs-ARG)

7 jogos – Grêmio
27/07/1984 (0x0 Independiente-ARG) a 14/03/1995 (2x2 Emelec-EQU)

7 jogos – Palmeiras
12/05/1999 (0x2 Coritnhians) a 04/05/2000 (0x2 Peñarol-URU)

7 jogos – Atlético Mineiro
07/08/1981 (2x2 Flamengo) a 23/05/2000 (1x2 Corinthians)



Nenhum comentário:

Postar um comentário