Páginas

domingo, 28 de maio de 2017

Resumo da fase de grupos da Copa Libertadores 2017


Confira a seguir um resumo da fase de grupos da Copa Libertadores 2017:


96 jogos
50 vitórias dos mandantes
27 vitória dos visitantes
19 empates

artilheiro (somente fase de grupos)
6 gols - Fred (Atlético Mineiro)

artilheiro no geral
8 gols - Alejandro Chumacero-BOL (The Strongest-BOL)

mais assistências
5 assistências - Lucas Lima (Santos)

mais vitórias
4 Atlético Mineiro, River Plate-ARG, Palmeiras e Grêmio

menos vitórias
0 Zamora-VEN, Sport Boys-BOL e Sporting Cristal-PER

mais empates
3 Santos, The Strongest-BOL e Libertad-PAR

mais derrotas
6 Zamora-VEN

menos derrotas 
0 Santos (único invicto)

melhor ataque
17 gols - Atlético Mineiro

pior ataque
2 gols - Sporting Cristal-PER

melhor defesa
3 gols sofridos - Lanús-ARG e Nacional-URU

pior defesa
20 gols sofridos - Zamora-VEN

melhor saldo de gols
11 gols - Atlético Mineiro

pior saldo de gols
-14 gols - Zamora-VEN

maiores goleadas
Lanús-ARG 5x0 Zulia-VEN
Jorge Wilstermann-BOL 6x2 Peñarol-URU
Sport Boys-BOL 1x5 Atlético Mineiro
The Strongest-BOL 5x1 Sporting Cristal-PER


Resumo grupo por grupo



Grupo 1
Botafogo Classificou-se para a próxima fase em quatro das cinco participações em Libertadores (1963, 1973, 1996 e 2017), só sendo eliminado em 2014.
Barcelona Desde 2004 o time equatoriano não avançava para as oitavas, sendo a desse ano a segunda classificação em cinco participações de 2000 pra cá.
Estudiantes Pela primeira vez nesse século depois de seis participações o time de La Plata cai na fase de grupos. No geral a última eliminação precoce havia sido em 1984.
Atlético Nacional Com a queda ainda na fase de grupos tornou-se o quarto detentor do título a não alcançar os mata-matas, igualando-se a Internacional (2007), LDU Quito-EQU (2009) e San Lorenzo-ARG (2015).


Grupo 2
Santos Desde que a Libertadores passou a ter mata-matas a partir da fase de grupos o Santos jamais foi eliminado na primeira fase, classificando-se nas oito participações desde então (2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2011, 2012 e 2017).
The Strongest Essa foi apenas a quarta vez em 23 participações que o time boliviano passa para os mata-matas. As outras vezes foram em 1990, 1994 e 2014. Em nenhuma dessas edições porém não avançou as quartas de final.
Santa Fé Segunda eliminação seguida ainda na fase de grupos e a terceira das cinco últimas participações (2014, 2016 e 2017). Avançou em 2013 (semifinalista) e 2015 (quartas).
Sporting Cristal Ampliou mais ainda o recorde negativo de time mais vezes eliminado na primeira fase: agora são 25 eliminações de 33 edições disputadas.


Grupo 3
River Plate De treze participações do time argentino desde 2000 em onze delas classificou-se para as oitavas de final, sendo eliminado na fase de grupos apenas em 2007 e 2009.
Emelec Segundo clube com mais participações consecutivas (desde 2010, atrás apenas do Nacional-URU) o Emelec avança para as oitavas pela quarta vez (2012, 2013, 2015 e 2017).
Independiente Medellín Quarta eliminação e a terceira seguida na primeira fase em sete participações.
Melgar Continua sem saber o que é empatar em Libertadores: em 24 jogos distribuídos por quatro participações são seis vitórias e dezoito derrotas.


Grupo 4
San Lorenzo Nos dois últimos anos após o título de 2014 havia caído ainda na fase de grupos.
Atlético Paranaense Terceira vez em cinco participações que o time brasileiro avança as oitavas (2000, 2005 e 2017).
Flamengo Com a eliminação precoce passou a ser o time brasileiro com mais eliminações ainda na primeira fase: cinco em treze participações (1983, 2002, 2012, 2014 e 2017).
Universidad Catolica Foi a sétima eliminação na primeira fase em nove participações de 2000 pra cá, avançando para as oitavas somente em 2002 (oitavas) e 2012 (quartas).


Grupo 5
Palmeiras Depois de ser eliminado pela primeira vez na fase de grupos desde a criação dos mata-matas no ano passado o Palmeiras volta a se classificar para as oitavas de final. Desde então são nove classificações em dez participações.
Jorge Wilstermann Terceira vez em dezessete participações que o time boliviano se classifica para a fase seguinte. As outras vezes foram em 1981 (semifinal) e 1999 (oitavas).
Atlético Tucumán Estreante, o time argentino venceu quatro dos cinco jogos que fez em casa nessa edição.
Peñarol Quinta eliminação seguida do Peñarol ainda na fase de grupos (2012, 2013,2014, 2016 e 2017). A última vez que se classificou para a fase seguinte terminou com o vice-campeonato (2011).


Grupo 6
Atlético Mineiro É a sua quinta classificação seguida para os mata-matas desde o título de 2013 e a sexta desde 2000.
Godoy Cruz Primeira classificação para os mata-matas após duas participações com  eliminações na fase de grupos (2011 e 2012).
Libertad Terceira eliminação seguida ainda na fase de grupos (2013, 2015 e 2017), não avançando aos mata-matas desde 2012 quando chegou as quartas.
Sport Boys Apenas dois pontos (dois empates diante do Libertad) em sua estreia em Libertadores.


Grupo 7
Lanús Quarta classificação em seis participações, sendo que alcançou os mata-matas nas três últimas (2012, 2014 e 2017).
Nacional Desde 2010 o time uruguaio não se classificava para a próxima fase por duas edições seguidas. De lá pra cá avançou apenas em 2013 e 2016.
Chapecoense Em sua primeira participação só não avançou graças a escalação de jogador irregular, o que fez o time brasileiro perder pontos e consequentemente a vaga.
Zulia Outro estreante, o time venezuelano terminou na lanterna do grupo mas conseguiu um feito: não perdeu nenhum dos dois jogos que fez diante do Nacional, um dos gigantes da Libertadores.


Grupo 8
Grêmio Avançou para as oitavas nas últimas treze participações, não caindo na primeira fase desde 1990. Porém, nas quatro últimas não alcançou as quartas de final.
Guaraní Desde a criação dos mata-matas em 1988 é a terceira vez em nove edições que o time paraguaio avança para as oitavas. As outras vezes foram em 1997 (oitavas) e 2015 (semifinal).
Deportes Iquique Assim como em 2013 quando estreou em Libertadores, o Deportes Iquique nessa edição também acabou eliminado na primeira fase.
Zamora Pela segunda vez em quatro edições o time venezuelano termina a fase de grupos sem somar um ponto sequer, repetindo 2015. Foi lanterna de seu grupo também em 2012, mas naquela oportunidade terminou com um ponto. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário