Páginas

domingo, 2 de julho de 2017

Libertadores 2017: Super Raio-X das oitavas de final



A partir de terça-feira serão jogadas as partidas de ida das oitavas de final da Copa Libertadores 2017 e o blog traz pra você um especial sobre os classificados: histórico em mata-matas, confrontos entre os times dos países representados etc:



1966 Guaraní 1x3 River Plate / River Plate 3x1 Guaraní (fase semifinal)
2001 River Plate 4x0 Guarani / Guaraní 0x1 River Plate (1ª fase)
2015 River Plate 2x0 Guaraní / Guaraní 1x1 River Plate (semifinais)

River Plate em mata-mata
42 confrontos 25 classificações e 17 eliminações

River Plate x times paraguaios
no geral 22 jogos – 13 vitórias, 4 empates e 5 derrotas
em mata-mata 3 confrontos - 2 classificações e 1 eliminação

2000 Cerro Porteño (4x0 e 1x0) oitavas
2006 Libertad (2x2 e 1x3) quartas
2015 Guaraní (2x0 e 1x1) semifinais


Guaraní em mata-mata
4 confrontos 2 classificações e 2 eliminações

Guaraní x times argentinos
no geral 18 jogos – 2 vitórias, 3 empates e 13 derrotas
em mata-mata 2 confrontos – 1 classificação e 1 eliminação

2015 Racing (1x0 e 0x0) quartas
      River Plate (0x2 e 1x1) semifinais

  • De um lado o recordista em mata-matas com 42 confrontos e apenas três diante de times paraguaios e do outro lado um time com apenas quatro em fases eliminatórias, e em duas oportunidades enfrentou argentinos. Dois anos depois voltam a se enfrentar em mata-mata, com imensa superioridade do River: cinco vitórias em seis jogos.



Atlético Mineiro em mata-mata
10 confrontos 6 classificações e 4 eliminações

Atlético x times bolivianos
no geral 6 jogos – 5 vitórias e 1 derrota
em mata-mata nunca enfrentou


Jorge Wilstermann em mata-mata
1 confronto 1 eliminação

Jorge Wilstermann x times brasileiros
no geral 14 jogos – 2 vitórias, 1 empate e 11 derrotas
em mata-mata 1 confronto e 1 eliminação

1999 Corinthians (1x1 e 2x5) oitavas

  • Único time presente nos últimos cinco mata-matas, o Atlético enfrenta justamente o oposto: o Wilstermann, que esteve apenas uma vez nas oitavas e naquela oportunidade também teve um brasileiro pela frente.



Lanús em mata-mata
4 confrontos 1 classificação e 3 eliminações

Lanús x times bolivianos
no geral 4 jogos 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota
em mata-mata 1 confronto e 1 eliminação

2014 Bolívar (1x1 e 0x1) quartas


The Strongest em mata-mata
3 confrontos 3 eliminações

The Strongest x times argentinos
no geral 18 jogos – 7 vitórias, 1 empate e 10 derrotas
em mata-mata nunca enfrentou

  • Confronto com poucas aparições em mata-matas, o Lanús foi eliminado justamente pelo rival do Strongest na oportunidade que avançou para as quartas. Já o time boliviano vai para a sua quarta oitava de final, tentando fazer diferente das outras três.



San Lorenzo em mata-mata
15 confrontos 10 classificações e 5 eliminações

San Lorenzo x times equatorianos
no geral 14 jogos - 6 vitórias, 4 empates e 4 derrotas
em mata mata 2 confrontos - 1 classificação e 1 eliminação

1992 Valdez (2x0, 0x2 e 6x5 pênaltis) oitavas
2008 LDU Quito (1x1, 1x1 e 5x4 pênaltis) quartas


Emelec em mata-mata
12 confrontos 4 classificações e 8 eliminações

Emelec x times argentinos
no geral 20 jogos - 4 vitórias, 5 empates e 11 derrotas
em mata-mata 1 confronto - 1 eliminação

2001 River Plate (2x0 e 0x5) oitavas

  • Campeão em 2014, o San Lorenzo caiu ainda na fase de grupos nas duas edições seguintes, classificando-se nessa edição de maneira heróica. O confronto diante do Emelec será o desempate nos duelos entre o time do Papa e clubes equatorianos, com o placar de 1 a 1 até aqui. Já seu rival volta a enfrentar argentinos em mata-matas depois de dezesseis anos.



2005 Atlético PR 3x2 Santos / Santos 0x2 Atlético PR (quartas)

Santos em mata-mata
26 confrontos 18 classificações e 8 eliminações

Santos x times brasileiros
no geral 12 jogos – 3 vitórias, 3 empates e 6 derrotas
em mata-mata 4 confrontos – 1 vitória e 3 eliminações

1963 Botafogo (1x1 e 4x0) semifinais
2005 Atlético Paranaense (2x3 e 0x2) quartas
2007 Grêmio (0x2 e 3x1) semifinais
2012 Corinthians (0x1 e 1x1) semifinais


Atlético Paranaense em mata-mata
5 confrontos3 classificações e 2 eliminações

Atlético x times brasileiros
no geral 8 jogos – 4 vitórias, 1 empate e 3 derrotas
em mata-mata 3 confrontos – 1 classificação e 2 eliminações

2000 Atlético Mineiro (0x1, 2x1 e 3x5 pênaltis) oitavas
2005 Santos (3x2 e 2x0) quartas
       São Paulo (1x1 e 0x4) final

  • A favor do Santos é que o clube paulista nunca caiu nas oitavas desde que a fase foi criada, tendo se classificado em todas as oito vezes que disputou. O contra é que dos quatro mata-matas contra brasileiros em três ficou pelo caminho, sendo um deles para o próprio Atlético Paranaense há doze anos atrás, essa aliás que foi o único triunfo dos paranaenses diante de times do Brasil.



Palmeiras em mata-matas
24 confrontos 14 classificações e 10 eliminações

Palmeiras x times equatorianos
no geral 8 jogos – 5 vitórias e 3 derrotas
em mata-mata nunca enfrentou


Barcelona em mata-matas
17 confrontos 10 classificações e 7 eliminações

Barcelona x times brasileiros
no geral 14 jogos – 4 vitórias, 5 empates e 5 derrotas
em mata-mata 2 confrontos e 2 eliminações

1992 São Paulo (0x3 e 2x0) semifinais
1998 Vasco (0x2 e 1x2) final

  • Das cinco edições anteriores a essa o Palmeiras classificou-se para as oitavas em quatro, mas apenas em 2009 seguiu adiante. Seu adversário equatoriano soma mais classificações do que eliminações em mata-mata, mas perdeu as duas vezes em que cruzou com brasileiros.



Grêmio em mata-matas
29 confrontos17 classificações e 12 eliminações

Grêmio x times argentinos
no geral 16 jogos – 4 vitórias, 6 empates e 6 derrotas
em mata-mata 5 confrontos – 1 classificação e 4 eliminações

1984 Independiente (0x1 e 0x0) final
2002 River Plate (2x1 e 4x0) oitavas
2007 Boca Jrs (0x3 e 0x2) final
2014 San Lorenzo (0x1, 1x0 e 2x4 pênaltis) oitavas
2016 Rosário Central (0x1 e 0x3) oitavas


Godoy Cruz em mata-matas
Nunca disputou

Godoy Cruz x times brasileiros
no geral 2 jogos – 1 empate e 1 derrota
em mata-mata nunca enfrentou

  • Nas suas cinco participações nessa década o time gaúcho avança aos mata-matas mas não consegue seguir adiante, caindo ainda nas oitavas. E pra piorar terá pela frente um adversário argentino, país na qual é freguês em confrontos eliminatórios. O lado bom é que o pequeno Godoy Cruz é o único time estreante em mata-matas.



1973 Botafogo 3x2 Nacional / Nacional 1x2 Botafogo  (1ª fase)

Botafogo em mata-mata
2 confrontos 2 eliminações

Botafogo x times uruguaios
no geral 3 vitórias e 1 empate
em mata-mata nunca enfrentou


Nacional em mata-mata
34 confrontos 11 classificações e 23 eliminações

Nacional x times brasileiros
no geral 50 jogos – 11 vitórias, 17 empates e 22 derrotas
em mata-mata 10 confrontos – 3 classificações e 7 eliminações

1980 Internacional (0x0 e 1x0) final
1992 São Paulo (0x1 e 0x2) oitavas
1998 Grêmio (1x1 e 0x4) oitavas
2002 Grêmio (0x1 e 1x1) quartas
2003 Santos (4x4, 2x2 e 1x3 pênaltis) oitavas
2006 Internacional (1x2 e 0x0) oitavas
2008 São Paulo (0x0 e 0x2) oitavas
2009 Palmeiras (1x1 e 0x0) quartas
2010 Cruzeiro (1x3 e 0x3) oitavas
2016 Corinthians (0x0 e 2x2) oitavas

  • Depois de deixar quatro ex-campeões pra trás nessa Libertadores - Colo Colo-CHI e Olímpia-PAR nas fases preliminares e Atlético Nacional-COL e Estudiantes-ARG na fase de grupos - o Botafogo terá o quinto pela frente, o primeiro não-brasileiro que o clube enfrenta em um mata-mata. O Nacional, que volta a enfrentar brasileiros nas oitavas é considerado freguês dos clubes brasileiros, saindo-se vitorioso apenas em três dos dez mata-matas: Internacional na final de 1980 e a dupla de arquirrivais paulistas Palmeiras (quartas de 2009) e Corinthians (oitavas do ano passado).






2 comentários:

  1. O Palmeiras possuí 17 classificações e 11 eliminações em mata-matas. Houve um jogo eliminatório contra o Botafogo em 1973 (se não me engano) onde ambos terminaram com o mesmo números de pontos e a equipe carioca vence o ''mata-mata''.
    Entretanto, nas edições de 2005; 2006 e 2009 o alviverde classificou-se para a fase de grupos após vencer o mata-mata da fase pré-Libertadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Erick pela observação, que por sinal está corretíssima, tanto no jogo-desempate mencionado quanto nas três edições em que o time paulista esteve na fase Pré. É que na nossa relação constam apenas as fases eliminatórias após a fase de grupos (oitavas, quartas, semi e finais) excluindo-se as fases preliminares e jogos-desempate, estes muito comuns até o fim dos anos 80. Espero que tenhamos atendido a sua dúvida e continue nos prestigiando.

      Excluir